Início » Após recorde de participação, Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes abre inscrições para a edição 2023

Após recorde de participação, Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes abre inscrições para a edição 2023

Serão distribuídos mais de 50 mil reais para os vencedores nas diversas categorias de surf. Cerimônia de premiação acontece no Rio de Janeiro

por Redação
Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes

As praias do litoral brasileiro são um convite para quem deseja pegar a manobra dos sonhos. Com quase 7.500 quilômetros de costa atlântica, é possível desbravar as melhores ondas que, em determinadas épocas do ano, podem chegar a mais de 5 metros de altura. E é em busca das performances mais impressionantes nesses dias do mar em condições desafiadoras (que não estão para peixe)  nas maiores ondas do nosso litoral que foi criado o Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes, considerada uma das principais celebrações do surf nacional.   

Em sua quinta edição, o prêmio acaba de abrir as inscrições para quem surfou ondas no período de 01/04/22 e 31/03/23. Até 31 de março, surfistas profissionais e amadores, além de fotógrafos e cinegrafistas, terão a oportunidade de inscrever os registros em foto ou vídeo das maiores ondas surfadas em três modalidades, no masculino e no feminino: Surf, Bodyboard e Bodysurf. As categorias são: Maior Onda do Ano, Melhor Onda do Ano (feminino e masculino), Melhor Onda Bodysurf, Melhor Onda Bodyboard e Maior Vaca.  As inscrições podem ser feitas de forma gratuita no site oficial do prêmio: www.brasileirodeondasgrandes.com.br.  

De acordo com os organizadores, uma premiação como esta abre espaço para que surfistas locais de qualquer região do Brasil tenham a oportunidade de concorrer em igualdade com os big riders nacionais. Além disso, comprova que na costa litorânea brasileira, ao contrário do que muitos pensam, há sim ondas grandes. Entre os competidores que já inscreveram suas ondas estão nomes como Carlos Burle, Lucas Chumbo, Michelle des Bouillons, Michaela Fregonese, Raquel Heckert, Lucas Fink, Pedro Calado, entre outros.   

O Prêmio Ocyan de Ondas Grandes celebra os nossos atletas e as ondas incríveis, além de mostrar imagens impressionantes que muitos não imaginam ter no Brasil. É um prêmio democrático em que atletas amadores e profissionais disputam de igual para igual”, diz Guilherme Braga, um dos idealizadores do projeto.   

Assim como na edição de 2022, serão distribuídos mais de R$50 mil reais entre os vencedores. Os finalistas serão anunciados em abril durante a cerimônia de premiação que acontecerá no Rio de Janeiro. 

Patrocínios e parcerias  

O Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes conta com o patrocínio Master da  Ocyan, co-patrocínio da Interoceanica e Lyra Navegação, apoio do Hotel BELoft e Blocos Teccel e parceria de mídia do Canal Woohoo, RicoSurf e SurfGuru.   

“Nossa participação neste prêmio reforça o nosso compromisso com a sociedade, com o esporte e em especial com o meio ambiente. O cuidado com o mar é um valor compartilhado pela Ocyan e pelos surfistas que participam do prêmio e por isso estamos mais uma vez juntos nesta parceria”, celebra Nir Lander, vice-presidente de Pessoas e Gestão da Ocyan.

O Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes  

Considerada uma das principais premiações do surf nacional, o Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grandes tem como objetivo eleger as melhores e mais impressionantes ondas surfadas no litoral brasileiro através do registro fotográfico e de vídeo. Em sua última edição, recebeu 447 inscrições, o que foi considerado um recorde!   

A esmagadora maioria foi do estado do Rio de Janeiro (350), seguida do Espírito Santo (38), Santa Catarina (36), Bahia (7), São Paulo (5) e Pernambuco (2). Houve também recorde de participação feminina, mais de 75 ondas grandes surfadas por mulheres, além do alcance estrondoso de mais de 28 milhões de pessoas nas redes sociais.   

Os campeões da 4ª edição do Prêmio Brasileiro de Ondas Grandes:  

  • Prêmio Ocyan Onda do Ano Masculino: Daniel Rangel – Avalanche/ES – Jair Ferreira  
  • Prêmio Ocyan Onda do Ano Feminino: Michelle des Bouillons – Laje da Besta/RJ — Renan Vignolli    
  • Maior Onda do Ano: Pedro Calado — Itacoatiara/RJ — Gleyson Silva  
  • Maior Vaca: Kallani Lattanzi  — Itacoatiara/RJ — Matheus Couto   
  • Melhor Onda Bodyboard Feminino: Paola Simão — Itacoatiara/RJ — Guto Ribas   
  • Melhor Onda Bodyboard Masculino: Breno Kuster — Avalanche / ES — Jair Ferreira  
  • Melhor Onda Kitesurff: Sebastian Ribeiro — Florianópolis/SC — Tiago Azzi  
  • Melhor Onda Bodysurf: Breno Diniz – Leme/RJ — Sheila Machado  

SERVIÇO:  

5ª edição do Prêmio Brasileiro Ocyan de Ondas Grande  

Site para inscrições: www.brasileirodeondasgrandes.com.br.  

Instagram: @brasileirodeondasgrandes  

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via