Blitz volta a se apresentar no Noites Cariocas

Blitz
Blitz - Foto: André Velozo 2Divulgação

A “turnê sem fim”, como definiu o grupo. O palco ferve com a mistura de rock, pop, funk, reggae, samba, soul e blues, ingredientes da sonoridade da Blitz. E desta vez o palco vai ser um velho conhecido, o Noites Cariocas (Urca), como parte do projeto Tim Música Noites Cariocas, que celebra sua terceira edição ao longo de abril. A Blitz se apresenta no dia 12 de abril (sexta), que tem como atração também a ex-Blitz Fernanda Abreu.

História

Com sua origem no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, o grupo nasceu sob a lona do Circo Voador, na praia do Arpoador, no Rio de Janeiro. Foram necessários apenas três meses para se transformar na sensação do mercado fonográfico brasileiro nos anos 80. Em plena crise do setor, a Blitz atingiu a marca de um milhão meio de cópias vendidas com o compacto “Você não soube me amar”.

Na sequência, lançou o primeiro LP ‘As Aventuras da Blitz’, com venda mais impressionante que a do compacto.

O grupo ganhou capas de revistas importantes como Veja, Manchete e Isto É. Evandro & Cia arrombaram as portas do Rock Brasil, a MPB nunca mais seria a mesma.

O sucesso da banda mudou o panorama das rádios e das gravadoras do Brasil.

O grupo fez grandes shows em ginásios e estádios, como no extinto Canecão, onde batia recordes de público em sequência. Em palcos internacionais inusitados como Moscou em 85, Japão, EUA, Argentina e Portugal

Algumas apresentações merecem destaque: no primeiro Rock In Rio, em 1985 e na Praça da Apoteose, em 1984, quando foi o primeiro grupo a se apresentar naquela palco para mais de 60 mil pessoas.

Recentemente, a Blitz fez turnês passando por EUA, Europa e Japão (2011, 2014, 2015 e 2018). O último álbum do grupo concorreu ao Grammy latino em 2017. Já em 2020, a história da banda virou filme: “Blitz – o Filme” foi exibido no Festival de Cinema do Rio. O grupo foi a atração principal dos maiores réveillons do Brasil: Praia de Copacabana e Avenida Paulista. Agora, em 2022, foi headliner do festival da maior revista e portal de música do Brasil: a Rolling Stone e também foi headliner em diversas capitais no Rock Brasil – maior festival de rock itinerante do país. Foi homenageada no Rock in Rio 2022 e lotou o palco Sunset durante o seu show. Também em 2022 foi homenageada pelo Fantástico celebrando os 40 anos do clipe de “Você não soube me amar”, além disso esteve presente em programas de TV como Caldeirão do Mion, Faustão, Altas Horas e Domingo Espetacular.

A formação atual da Blitz é Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Alana Alberg (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui