Início » BNegão canta Dorival Caymmi no MAR de Música nesta sexta

BNegão canta Dorival Caymmi no MAR de Música nesta sexta

O rapper surpreende com show de voz e violão, formato inédito na carreira. A DJ Fran esquenta o palco com black music, afrobeats e funk

por Redação
BNegão

O rapper BNegão, um dos maiores nomes do hip hop nacional, traz o show “BNegão canta Dorival Caymmi” para o MAR de Música nesta sexta-feira (13). O público pode esperar músicas como “O Mar”, “A Lenda do Abaeté” e “É Doce Morrer no Mar”. No show, que conta com a participação do violonista, Bernardo Bosisio, ele desvenda sua faceta de cantor e surpreendeu os fãs interpretando Caymmi (1914 – 2008).

O rapper conta que comprou há anos um vinil “Caymmi e Seu Violão” em um sebo e sem nenhuma indicação. Ao ouvir o som, ficou impressionado com a força e intensidade das músicas.  Em 2018, Bnegão lançou o clipe Morena do Mar, de Dorival Caymmi.

“Faz alguns anos que estou tomando coragem pra entrar nesse mar, ora calmo, ora revolto, ora límpido, ora misterioso. Mas, desta vez, como condutor. Transcendência, dor, alegria, solidão, sublimação. Tudo isso está presente neste conjunto de canções, nestas lendárias “Canções Praieiras” e em outras que Caymmi compôs sobre o mar e seus mistérios.” relembra Bnegão.

Bernardo Bosisio, que já trabalhou com nomes como Paulo Moura, Márcio Montarroyos, Ed Motta, Virgínia Rodrigues e Arthur Verocai, entre outros, participa do show tocando violão. A ideia não é a invenção nem a inovação, características que ele sempre buscou dentro de sua caminhada musical, mas sim uma convocação da energia e beleza das canções, apenas com uma voz e um violão.

Antes da apresentação, a DJ Fran esquenta o palco com um set repleto de referências da black music, afrobeats, funk, pop, mpb e house para fazer o público dançar. Ela é produtora cultural e pesquisadora musical, de Campos dos Goytacazes, e atualmente mora no Rio.

O MAR de Música é gratuito, mas o show é sujeito a lotação. A retirada de ingressos é feita na bilheteria do MAR das 10h30 até às 17h. Cada CPF pode retirar um par de ingressos. No momento da retirada, o interessado deve apresentar um email ou o número de celular para que um código seja gerado e informado segundos depois para a emissão do ingresso.

MAR de Música

O projeto, criado em 2014, nasceu com o objetivo de aproximar a linguagem musical do espaço do museu, e assim unir as artes visuais e a música. Ao todo, já foram realizadas 50 edições, levando aos pilotis do MAR um público de mais de mais de 55 mil pessoas. Vários artistas já passaram pelo MAR de Música, entre eles, Elza Soares, Linn da Quebrada, o rapper BK, o grupo Samba Que Elas Querem, Galocantô.

O MAR de Música, que estava parado desde 2020, retorna a programação do museu com grandes nomes e terá 10 edições neste ano. O evento, que acontece no pilotis, é gratuito e sujeito a lotação.

A jornalista, apresentadora, curadora, roteirista e pesquisadora musical Fabiane Pereira é a curadora das edições de 2022. Ela é apresentadora e curadora do programa de rádio Faro, que tem como premissa a democratização do espaço radiofônico.

Ela é apresentadora e idealizadora do Papo de Música, um dos raros canais de entrevistas no Youtube que tem a Música como protagonista. Fabiane levou o prêmio de melhor jornalista de música do ano pelo WME Awards, em 2019 e 2021.

Em 2022, já passaram pelo palco do MAR de Música artistas como Diogo Nogueira, Letrux e Bala Desjo.

Museu de Arte do Rio

Iniciativa da Prefeitura do Rio em parceria com a Fundação Roberto Marinho, o Museu de Arte do Rio passou a ser gerido pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) desde janeiro deste ano, apoiando as programações expositivas e educativas do MAR a partir de um conjunto amplo de atividades para os próximos anos. A OEI é um organismo internacional de cooperação que tem na cultura, na educação e na ciência os seus mandatos institucionais, desde sua fundação em 1949.

O Museu de Arte do Rio, para a OEI, representa um instrumento de fortalecimento do acesso à cultura, intimamente relacionado com o território, além de contribuir para a formação nas artes, tendo no Rio de Janeiro, por meio da sua história e suas expressões, a matéria-prima para o nosso trabalho”, comenta Raphael Callou, diretor e chefe da representação da OEI no Brasil.

Após o início das atividades em 2021, a OEI e o Instituto Odeon celebraram parceria com o intuito de fortalecer as ações desenvolvidas no museu, conjugando esforços e revigorando o impacto cultural e educativo do MAR, onde o Odeon passa a auxiliar na correalização da programação.

O Museu de Arte do Rio tem o Instituto Cultural Vale como mantenedor, a Equinor como patrocinadora master  e o Grupo Renner como apoiador, todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. A Escola do Olhar conta com o patrocínio da Wilson Sons e Machado Meyer Advogados via Lei Federal de Incentivo à Cultura. Por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS, é também patrocinada pelo RIOgaleão e Icatu e tem a Cultura Inglesa como apoiadora Educacional. O Instituto Olga Kos patrocina os recursos de acessibilidade do MAR.

Por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, a BAT Brasil (ex-Souza Cruz) é patrocinadora do MAR de Música. O projeto conta com o apoio da Beck’s.

O MAR conta ainda com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e realização da Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e do Governo Federal do Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Serviço:

MAR de Música

  • Local: Museu de Arte do Rio -Praça Mauá, 5, Centro
  • Dia: 13  de maio
  • Horário: de 18h30 às 22h00
  • 18h30 – DJ Fran
  • 20h  – “BNegão canta Dorival Caymmi”
  • Preço: Gratuito. (A retirada dos ingressos será feita na bilheteria do MAR, das 10h30 às 17h. Sujeito a lotação)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via