InícioGeralCasa do Saber Popular apresenta oficinas gratuitas de Ritmo Ancestral Brasileiro com...

Postagens relacionadas

Casa do Saber Popular apresenta oficinas gratuitas de Ritmo Ancestral Brasileiro com a presença de renomados Mestres da Cultura Popular de todo o Brasil

A Casa do Saber Popular está organizando apresentações e oficinas gratuitas inéditas, seguidas de rodas culturais, sobre a Cultura Popular Brasileira com a presença de renomados Mestres e Mestras de diversos estados do Brasil, representantes de diferentes expressões culturais, como Capoeira, Maculelê, Samba de Roda, Coco, Jongo e Tambor de Crioula. 

As atividades acontecem mensalmente, a partir de maio e seguem até outubro, sendo realizadas no primeiro final de semana de cada mês, na própria Casa do Saber Popular, considerado um dos maiores espaços de vivência, valorização e preservação da Cultura Popular Brasileira. Aos sábados, acontecem as Oficinas de Ritmo Ancestral Brasileiro, e aos domingos, o encontro Mitos e Ritos da Cultura Popular, dando continuidade ao conceituado evento anual realizado recentemente, em abril, com a presença de Jongo da Serrinha, Nega Deza, Companhia Mariocas, Jongo de Pinheiral, e Mestres da Capoeira Angola, entre outras atrações.  

A primeira Oficina de Ritmo Ancestral Brasileiro acontece no próximo sábado, dia 18/5, das 15h às 19h, e será ministrada pelo Mestre Marcus Vinicius, do Rio de Janeiro, conhecido nacionalmente como Mestre Feinho e por sua metodologia de Cultura Popular para a Paz. Percussionista e fundador do grupo Coletivo Ondas do Mar de Capoeira Angola, ele apresentará, durante a oficina, ritmos que fazem parte da formação da nossa identidade cultural e são fruto de suas pesquisas na área de música popular. 

“A diversidade da Cultura Popular Brasileira pode ser vista e, principalmente, sentida. Nesta oficina, os participantes poderão aprender ritmos, músicas e a história das danças”, ressalta o Mestre Marcus Feinho, também idealizador e diretor da Casa do Saber Popular.

Para as atividades realizadas nos meses de junho a outubro, estarão presentes Mestres e Mestras da Bahia, São Paulo, Maranhão e Recife, como Nega Deza, do Coco de Roda, que farão oficinas seguidas de rodas culturais. 

Ambas iniciativas Oficinas de Ritmo Ancestral Brasileiro e Mitos e Ritos da Cultura Popular contam com o apoio do Governo Federal, do Ministério da Cultura, da Prefeitura da Cidade do RJ e da Secretaria Municipal de Cultura, através do Edital “Ações Locais” da Lei Paulo Gustavo.

Confira a programação e quem comandará cada Oficina e Encontro: 

Dia 18 de Maio (sab): Ritmo Ancestral Brasileiro com Mestre Marcus Feinho (RJ) – das 15h às 19h

Dia 1 de Junho (sab): Ritmo Ancestral Brasileiro com Mestre Cobra Mansa (Capoeira Angola/Bahia) – das 15h às 19h

Dia 2 de Junho (dom): Mitos e Ritos da Cultura Popular com Mestre Limãozinho e Dona Rosinha (Samba de Roda/Bahia) – das 15h às 19h

Dia 6 de Julho (sab): Ritmo Ancestral Brasileiro com Mestre Primeiro (Maculelê/Bahia) – das 15h às 19h

Dia 7 de Julho (dom): Mitos e Ritos da Cultura Popular com NegaDeza (Coco de Roda/Recife) e Mestre Claudio Angoleiro (Capoeira Angola/Bahia) – das 15h às 19h

Dia 3 de Agosto (sab): Ritmo Ancestral Brasileiro com Mestre Ivan (Capoeira Angola/Bahia) – das 15h às 19h

Dia 4 de Agosto (dom): Mitos e Ritos da Cultura Popular com Mestre Jefinho e Mestre Cosme (Jongo/São Paulo) – das 15h às 19h

 Dia 31 de Agosto (sab): Ritmo Ancestral Brasileiro com Cacau Amaral (Tambor de Crioula/Maranhão) – das 15h às 19h

Dia 1 de Setembro (dom): Mitos e Ritos da Cultura Popular com Mestre Manoel e Mestre Moreno (Capoeira Angola/RJ e SP) – das 15h às 19h

Dia 12 de Outubro (sab): Ritmo Ancestral Brasileiro com NegaDeza (Coco de Roda/Recife) – das 15h às 19h

Dia 13 de Outubro (dom): Mitos e Ritos da Cultura Popular com Mestre Messias (Tambor de Crioula/Maranhão) e Mestre Cabello (Capoeira Angola/Bahia) – das 15h às 19h

Inscrições e informações pelo whatsapp: (21) 99459-4165

A Casa do Saber Popular 

Localizada em Guaratiba, na comunidade Jardim Maravilha, que vem a ser o maior loteamento da América Latina, a Casa do Saber Popular é um espaço de vivência, valorização e preservação da Cultura Popular Brasileira, em suas diversas manifestações. Resgata as influências africanas na cultura e na história do povo brasileiro, valoriza os (as) Mestres (as), promovendo a troca de conhecimentos e destaca a importância de uma Cultura de Paz, através da boa prática de expressões culturais brasileiras como Capoeira, Jongo, Samba de Roda, Maracatu, Coco de Roda. 

Fundada em 2015, pelo Mestre Marcus Vinícius, de 44 anos, conhecido nacionalmente como Mestre Feinho, conceituado Mestre do Coletivo Ondas do Mar de Capoeira Angola, e sua mulher, Ana Carolina Rosa, de 40 anos, renomada psicopedagoga e Doutora em Educação, que atua na Escola Parque, de ensino construtivista, a Casa do Saber Popular oferece uma série de atividades gratuitas para crianças, jovens e adultos como aulas de capoeira, danças, percussão, canto e confecção de instrumentos; oficinas, encontros, eventos e rodas culturais, com o objetivo de disseminar os saberes populares, proporcionando a troca de conhecimentos e  a implantação de uma Cultura de Paz, através da boa prática de expressões culturais brasileiras como Capoeira, Jongo, Samba de Roda, Maracatu, Coco de Roda. É um espaço inclusivo e dinâmico, onde o conhecimento é compartilhado e as vozes da Cultura Popular encontram um eco, fortalecendo os laços entre passado, presente e futuro, tornando a Casa Viva e transformando-a em um ponto de encontro para estudiosos, artistas, comunidades locais e todos aqueles interessados em mergulhar nas profundezas das narrativas e práticas que definem a Cultura Popular Brasileira. Funciona sem apoios empresariais ou governamentais, apenas com a ajuda de parceiros para a manutenção das suas atividades. 

Últimas postagens

Compartilhe
Send this to a friend