Início » Espetáculo “Dos nossos para os nossos” do Coletivo Afromaré estreia em maio no Teatro Ruth de Souza

Espetáculo “Dos nossos para os nossos” do Coletivo Afromaré estreia em maio no Teatro Ruth de Souza

por
Dos nossos para os nossos

Resgatar e valorizar a identidade da cultura preta brasileira e sua ancestralidade. Essa é a proposta do espetáculo “Dos nossos para os nossos”, um manifesto antirracista através de um espetáculo teatral interativo, visual, musicado e favelado que estreia dia 06 de maio no Teatro Ruth de Souza. O trabalho nasceu a partir da esquete teatral “Dos nossos para os nossos” criada em 2018 pelos artistas e idealizadores do projeto Êlme e Patrick Congo.
“Criamos uma esquete para apresentar junto com uma oficina de teatro nas escolas. Apresentamos fragmentos dessa cena e o retorno foi muito positivo. Então, decidimos nos inscrever em um festival e ganhamos a terceira melhor cena. Além disso, eu e o Êlme fomos indicados a melhores atores”, conta Patrick.
A oficina nas escolas foi fundamental para a construção do espetáculo.
“Estávamos ensinando e aprendendo juntos. Foram dois anos até conseguirmos chegar aqui. Um caminho de muito aprendizado, trocas e evolução”, diz Êlme.
A peça conta com um elenco de cinco atores: Êlme, Leandro Guedes, Leona Kalí, Patrick Congo e Rafael Rougues. Em cena, histórias, fatos do cotidiano impregnados de racismo são denunciados.
A peça também exalta toda a cultura preta fazendo referencia a várias grandes personalidades pretas da história. “. Queremos que as pessoas saiam enaltecidas e empretecidas”, ressalta Tiago Ribeiro, diretor do espetáculo.
Por uma dessas felizes coincidências da vida, o espetáculo estreia no mês de aniversário da atriz Ruth de Souza, no Teatro que tem seu nome e que também completa dois anos de existência em maio. A artista é uma das homenageadas na peça.
Mais do que tudo, “Dos nossos para os nossos” quer levar cada espectador a refletir sobre nosso passado desabrasileirado, empretecer o presente e garantir que o futuro seja empretecido. Entender o Brasil é querer encarar a problemática de raça de frente. Inter-relacionar questões, informações, estatísticas, dados de gênero, etnia e de classe social.
“O Brasil é preto. E essa geração entendeu que não são ‘moreninhas’, ‘mulatinhos’ ou qualquer outro termo usado para ‘amenizar’ o simples fato de serem pessoas pretas. Intencionalmente ou não, as pessoas tentam o tempo todo usar sinônimo para a negritude. Por isso empretecer é preciso. Teu país é preto. Preto Brasil.”, conclui Tiago Ribeiro.

SINOPSE:
Dois reis. Duas trajetórias. Uma narrativa. Aqui, um Brasil desabrasileirado
é denunciado. A partir de um jogo cênico atravessado por imagens,
projeções e sons, o espetáculo manifesto, conta a história desses corpos
ancestrais, que questionam sua civilização atual e suas mazelas.

FICHA TÉCNICA:
Dramaturgia: Coletivo AfroMaré
Elenco: Êlme, Leandro Guedes, Leona Kalí, Patrick Congo e Rafael Rougues.
Direção: Tiago Ribeiro
Assistente de Direção: Leandro Guedes
Direção Musical: Renata Tavares
Assistente de Direção Musical: Yuri Domingues
Direção de Arte: Rafael Rougues, Leona Kalí, Thiago dos Santos e Tiago Ribeiro
Costura: Jade Cardozo
Preparadora Corporal e Coreógrafa: Gabriela Luiz
Iluminação: Lucas da Silva
Projeto Gráfico: Flávio Vidaurre
Fotografia e Comunicação: Thiago dos Santos
Produção Audiovisual: Coletivo AfroMaré
Montagem: Leandro Guedes e Tiago Ribeiro
Projeção e Vídeo Mapping: Charlinhus
Direção de Produção: Vanessa Greff
Assistente de Produção: Bianca Barbosa
Assessoria de Imprensa: Dia Comunicação – Ana Linhares e Isabel Ludgero
Idealização: Êlme e Patrick Congo

SERVIÇO:

Temporada de estreia I Teatro Ruth de Souza – Santa Tereza Sábados (19H) I Domingos (19H) 06 de maio a 11 de Junho de 2023 I R$ 10 inteira e R$ 5 meia ! Classificação 14 ANOS

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via