Início » Feira Rio Antigo: Lavradio Musical e Literário neste sábado

Feira Rio Antigo: Lavradio Musical e Literário neste sábado

Grupo de choro Pixin Bodega, da General Glicério, estreia o novo projeto “Lavradio Musical”. Lançamento de livros e intervenção artística agitam o evento literário

por Redação
Feira do Lavradio

A tradicional Feira Rio Antigo, Patrimônio Imaterial Cultural do Estado do Rio, realizada todos os sábados, das 10h às 19h, na Rua do Lavradio, estreia neste fim de semana um novo projeto: o Lavradio Musical, que ocupará o espaço do Jazz na Feira a partir deste mês.  Com uma nova proposta musical para a feira, o evento contará com shows variados do jazz ao samba, sempre às 16h. Quem estreia o projeto é o grupo de choro Pixin Bodega. A proposta é levar muita música e alegria aos frequentadores da Feira, além de fomentar a arte e a economia criativa. A feira também recebe, todo 1º sábado do mês, o evento Lavradio Literário. E neste tem!

Para dar início ao Lavradio Musical, neste sábado, 4 de junho, tem muito choro com o grupo Pixin Bodega. Formado por experientes instrumentistas, desde 2009, o grupo homenageia um dos maiores mestres da música popular brasileira: Alfredo da Rocha Viana Filho, mais conhecido como Pixinguinha. Outros ícones que influenciam a sonoridade do grupo são Jacob do Bandolim, Altamiro Carrilho, Waldir Azevedo e K-Ximbinho. O repertório passeia por clássicos do choro e também explora peças não tão conhecidas do gênero, em versões que flertam com o jazz, o tango, o frevo e a funk music, além de grandes nomes do samba. Em 2018, o Pixin Bodega lançou o seu primeiro álbum “O Choro e a Praça” e entrou para o calendário oficial da Prefeitura do Rio de Janeiro, pois desde 2010, o grupo se reúne todo sábado de manhã na tradicional feira da General Glicério, em Laranjeiras, também conhecida como Praça do Choro.

No outro sábado, dia 11 de junho, quem se apresenta é o Regional Subindo a Serra. O grupo de choro tem formação regional clássica, seguindo a tradição da época de ouro do choro, com melodias consagradas por grandes mestres desse gênero musical. O grupo vai apresentar ao público um show vibrante, fazendo uma leitura clássica que engloba gêneros musicais bastante admirados durante a fase de consolidação da música instrumental brasileira, como a Polca, o Maxixe, Valsa, Schotisch e o chamado Tango Brasileiro. Entre os compositores mais presentes no repertório, destacam-se Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth, ao lado de uma gama de outros chorões ainda hoje referenciados, embora menos conhecidos do grande público, como Juventino Maciel, Toco Preto e Manoel Moraes.

Já no dia 18 de junho, quem se apresenta é Nadia Maron e Trio, com o projeto Samba Bossa jazz. A cantora e compositora Nádia, com quatro décadas de trabalho solo e com artistas consagrados como Marcos e Paulo Sérgio Valle, atualmente está voltada para os clássicos da MPB com forte influência da bossa nova, samba e jazz. Nadia Maron e Trio, fundado por ela (voz e violão) em 2018, é formado por Adauto Guerra (violão e guitarra), Fábio Brasil (baixo) e Miguel Maron (bateria e pandeiro). O show Samba Bossa Jazz tem em seu roteiro clássicos consagrados de João Donato, Caetano Veloso, Tom e Vinicius, além de outros clássicos do jazz americano, do samba e da MPB. “Fundamental é mesmo a música, é impossível viver sem cantar e tocar os corações”, Nádia Maron.

No último sábado, dia 25, quem se apresenta é Mayra Itaborahy com o show “O Samba da Mayra”, roda de samba da cantora e compositora que peregrina pelos bares e espaços da cidade. Com repertório que vai de Nelson Cavaquinho a Arlindo Cruz, a roda será formada só por mulheres, com Mayra na voz e no violão. Uma curiosidade é que Mayra, que também é compositora, compôs, no ano 2000, um choro intitulado “Lavradio, 100”, que está em seu primeiro álbum “Quem Convidou” (em todas as plataformas). ” “Lavradio, 100” foi uma homenagem feita ao famoso endereço onde os novos bambas que revitalizaram a Lapa costumavam se apresentar. “Por isso, sempre que toco nesta Rua, o coração bate mais forte”, conta a cantora e compositora.

A cada sábado, um gênero musical diferente vai levar a boa música brasileira ou internacional, fomentando a arte, o lazer e a economia criativa.

Lavradio Literário 

Com atrações culturais diversas, a programação vai das 10h às 18h, na Praça Emilinha Borba. Nesta edição, alunos do Instituto de Artes da UERJ apresentam a intervenção artística “Planta”. Na série “Quais Línguas a Feira do Lavradio Tem?”, a professora Bianca Graziela apresenta “O Árabe no Lavradio Literário”. Cada sábado do mês, especialistas organizam palestras sobre os idiomas que não costumamos ter contato ou pouco conhecemos, como latim, grego, japonês, copta, hebraico e egípicio, mas que de alguma forma fazem parte das nossas vidas. Haverá sorteios de livros, bolsas e kits de cervejas, além de degustação gratuita de cervejas Ferdinander.

Entre os lançamentos de livros, estão “Uma bibliotecária maluquinha”, de Zetó (Editora: Malê); “Antônia Quer Dormir”, “Antônia Quer Passear” e “Antônia Quer Brincar”, de Sônia Rosa (Editora: Pallas); “Orí: A Cabeça como Divindade”, “EWE: A Chave do Portal”, “Yorùbá: Vocabulário Temático do Candomblé” e “NKÓ YORÙBÁ: Aprendendo e Ensinando Yorùbá, Gramática, Tradução e Conversação”, de Márcio de Jagun (Editora: Litteris). Participam ainda as Editoras Vozes, Aruanda, Nós, Relicário, Pallas, Malê, Oficina Raquel, Autêntica e Mórula, e as livrarias Machado & Cia, Letras Virtuais, Gambiarra e Maskat, com a curadoria de Marta Lemos e apoio da Associação Polo Novo Rio Antigo.

A Feira Rio Antigo vai das 10h às 19h, com barracas que oferecem produtos diversos, de móveis a roupas e acessórios até objetos de decoração. E o clima fica ainda mais descontraído com a exposição dos lojistas, antiquários, expositores e dos bares e restaurantes locais – onde o público pode aproveitar para tomar uma caipirinha, petiscar ou almoçar –, que colocam mesas e cadeiras ao ar livre. Vale ressaltar, em tempo de pandemia, que todos estão obedecendo as Regras de Ouro da Prefeitura do Rio.

A feira acontecia todo primeiro sábado de cada mês, enchendo as ruas da Lapa de turistas, moradores e passantes para aproveitar o dia no local, passeando pelas barracas e bares. Devido a pandemia, e com o intuito de seguir as medidas protetivas de combate à covid, a associação responsável conseguiu junto à Prefeitura a autorização para realizar a feira semanalmente. Agora, todos os sábados a Rua do Lavradio recebe a Feira Rio Antigo, com o intuito de espaçar o público e diminuir o número de expositores. A rua centenária, que abriga casarões históricos, bares, antiquários e casas de shows, oferece uma programação descontraída para quem quer conhecer a história da cidade e se divertir sem gastar nada.

Serviço:

Feira Rio Antigo
Rua do Lavradio
Todos os sábados, das 10h às 19h
Tel.: 98207-0222

Programação completa: 

LAVRADIO LITERÁRIO

Sábado, 4 de junho – das 10h às 18h

Praça Emilinha Borba

10h às 18h:

Intervenção Artística “Planta”, segunda edição – Artistas: Creuza Figueira, Fê Lima, Graziele Araújo, Laura Jeunon e Lucas Casemiro, alunos do Instituto de Artes da UERJ.

10h às 12h: Quais Línguas a Feira do Lavradio Tem?: “O Árabe no Lavradio Literário”, com a professora Bianca Graziela. Todo primeiro sábado de cada mês, no Lavradio Literário, haverá apresentação sobre outros idiomas, como japonês, copta, hebraico, egípcio e hindi.

Haverá sorteios de Kits de livros e cervejas, além de degustação gratuita de cervejas Ferdinander.

15h – Lançamentos de livros e autógrafos:

“Uma bibliotecária maluquinha”, de Zetó (Editora: Malê)

“Antônia Quer Dormir”, “Antônia Quer Passear” e “Antônia Quer Brincar”, de Sônia Rosa (Editora: Pallas)

“Orí: A Cabeça como Divindade”, “EWE: A Chave do Portal”, “Yorùbá: Vocabulário Temático do Candomblé” e “NKÓ YORÙBÁ: Aprendendo e Ensinando Yorùbá, Gramática, Tradução e Conversação”, de Márcio de Jagun (Editora: Litteris)

LAVRADIO MUSICAL

Junho 2022

Das 16h às 17h15

04/11: Choro com Pixin Bodega

11/06: Choro com Regional Subindo a Serra

18/06: Samba, Bossa e Jazz com Nadia Maron e Trio

25/06: Roda de Samba com Mayra Itaborahy

Projeto Lavradio Musical

O evento Lavradio Musical é gratuito e visa levar boa música e fomentar a cultura no Centro do Rio. O projeto é uma parceria de Mônica Silva, CEO do Palcos do Rio e sócia do Pub Panqss, uma pequena casa de arte que promove seções de Jazz em Botafogo, em parceria com Plinio Froés, diretor do Polo Novo Rio Antigo, empresário, produtor cultural e sócio de casas como Rio Scenarium, Santo Scenarium e Mangue Seco, conhecidas mundialmente pela boa música, gastronomia e cenários incríveis. “Lavradio Musical é um projeto incrível que dará voz a músicos cariocas e de outros estados, levando a boa música e o entretenimento ao Centro do Rio”, conta Mônica Silva.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via