InícioGeralFestival TOCA celebra Dona Ivone Lara e ocupa Centro do Rio de...

Postagens relacionadas

Festival TOCA celebra Dona Ivone Lara e ocupa Centro do Rio de Janeiro com programação majoritariamente feminina e multigeracional

Shows, mesas de debate, mostra de filmes e intervenções fazem parte do projeto, que conta ainda com o Prêmio TOCA, destinado exclusivamente para compositoras brasileiras

4º FESTIVAL TOCA – De 15 a 23 de agosto – Rio de Janeiro

 (Praça Mauá, Pilotis do MAR, CCBB RJ, Teatro João Caetano, Firjan e Imperator)

Criado para valorizar a diversidade da nossa música, o Festival Toca, chega ao seu quarto ano com a missão de colocar a compositora brasileira no centro da cena e garantir que a representatividade esteja presente em todos os seus muitos eventos. Entre 15 e 23 de agosto, shows, mesas de debate, mostra de filmes e intervenções receberão artistas em uma programação majoritariamente formada por mulheres, com muitas atrações gratuitas e a preços populares.

Nesta edição especial, que também marca a volta presencial do Toca (a última foi em (2018), a grande homenageada não poderia ser outra: Dona Ivone Lara, nome incontornável ao se pensar na história das mulheres na música e na cultura do Brasil. O seu legado estará presente em muitos dos shows e das artistas convidadas, como Leci Brandão, Teresa Cristina, Nilze Carvalho, Áurea Martins, Cátia de França, Zezé Motta, Maíra Freitas, entre muitas outras. [programação completa no final do texto]

‘É muito importante realizar o Toca neste momento em que estamos retomando as ruas, os eventos e a democracia. E ainda mais importante ocupar o Centro do Rio e a Pequena África, perímetro da cidade que é um dos berços da música brasileira e um patrimônio histórico. A gente propõe ainda uma homenagem a esta grande rainha que foi a Dona Ivone Lara para poder abranger este universo feminino da música brasileira, além de apresentar cantoras, musicistas e cantoautoras’, reflete Andréa Alves, da Sarau Cultura Brasileira, idealizadora do Toca.

Para incentivar ainda mais as compositoras, o Prêmio Toca também está de volta, com um concurso responsável por premiar cinco canções vencedoras em dinheiro, que estimula novas composições (instrumentais e com letras), relembrando a tradição dos populares concursos da canção que despertavam paixões em décadas passadas.

Uma novidade do Prêmio Toca neste ano é que a premiação será totalmente destinada para mulheres (cis, trans e travestis). Após analisarem as inscrições dos últimos três concursos, os organizadores perceberam que o número de homens inscritos era quase três vezes maior do que o número de mulheres.

E justamente por ser uma iniciativa que valoriza a diversidade, inclusão e geração de valor, a Shell é a patrocinadora master do Festival.  “O Toca celebra toda diversidade da música brasileira com uma programação que valoriza a tradição, estimula o novo e promove a troca de conhecimento, contribuindo com um dos compromissos da companhia com a sociedade que é o desenvolvimento da cidadania através da cultura” – afirma Glauco Paiva, gerente executivo de Comunicação e Responsabilidade Social da Shell Brasil. Atualmente, a companhia é a segunda maior patrocinadora de cultura do país por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

O Festival Toca e o Prêmio Toca são idealizados e produzidos pela Sarau Cultura Brasileira e tem na curadoria um time formado por Alfredo Del-Penho, Aline Gonçalves, André Brasileiro, Andréa Alves, Michelle Mury e Vivi Borges.

OS SHOWS

Pré-estreia e encerramento com Leci Brandão:

A pré-estreia do Toca acontece no dia 15 de agosto com toda a força de Leci Brandão, em um show especial no projeto Fim de Tarde, no Teatro João Caetano. Se Dona Ivone Lara foi a primeira mulher a compor um samba enredo – e criou vários, mas sem poder assinar muitos por conta das tradições da época –, Leci faz parte da geração seguinte, pioneira e desbravadora da presença feminina no universo do samba. A apresentação também encerra o Toca no Imperator, no dia 23 de agosto.

Praça Mauá em festa:

A Praça Mauá vai concentrar a maior parte dos shows do Toca em dois palcos: o Palco Toca Firjan Sesi, localizado nos pilotis do MAR, e o Palco Toca, criado especialmente para o evento, na própria praça. Toda a programação ali será gratuita.

No sábado, dia 19 de agosto, o Palco Toca receberá a grande homenagem a Dona Ivone Lara com Maíra Freitas e Jazz das Minas, Teresa Cristina (com o show ‘Pagode Preta’) e um show inédito em que Zezé Motta, Marina Íris, Slam das Minas e Anelis Assumpção serão convidadas especiais.

Já o Palco TOCA Firjan Sesi contará com a programação de sexta a domingo (18 a 20 de agosto), com a presença de Amaro Freitas trio, Gaia Wilmer com Jaques Morelembaum (sex), Áurea Martins com Orquestra Lunar e Nilze Carvalho (sáb) e Cátia de França (dom), em um show feito especialmente para o Festival.

Toca Autoral – mostra de mulheres compositoras:

O Centro Cultural Banco do Brasil será palco da Toca Autoral, a mostra de mulheres compositoras, com foco na música instrumental, de quinta a domingo, 17 a 20 de agosto. Entre as atrações, estão o Quarteto Toca Emmbra (qui), que faz lançamento de songbook, Joana Queiroz Quarteto (sex), Duo Gisbranco, Carol Panesi (sáb) e a Cais Quarteto, que lança o álbum ‘Entre Rios’ (dom).

OS ENCONTROS

Toca de Ideias

O Toca de Ideias promoverá uma série de encontros que pretende refletir sobre a participação da mulher nos espaços ligados à economia criativa, para desenvolver e ampliar a participação feminina no setor. A programação será formada por palestras, debates e intervenções.

Entre os nomes confirmados, estão Teresa Cristina (abertura com o tema ‘A artista plural, os espaços e a criação’), Beatriz Freire e Evelyn Bastos (no encontro ‘Carnaval, mercado e protagonismo da mulher’), Bia Paes Leme e Verônica Pessoa (no encontro ‘Criadoras de músicas e ambientes musicais), Andréa Alves, Eulícia Esteves e Leonardo Edde (‘Os caminhos para a internacionalização da música) e Vitória Rodrigues (‘Poetisas Pensadoras’), Priscila Bonfim, Moana Martins e Claudia Ernest Dias (‘Educação popular brasileira), Ana Costa e Manu da Cuica (‘Mulheres sambistas e compositoras’), Maíra Freitas e Laila Aurore (‘Novas Práticas, Novos Espaços, Novos Coletivos) e Viviane Mosé e Julie Wein (‘O encontro entre poesia, pensamento e música, e os desafios de mulheres plurais, com atuações diversas).

A mostra de filmes

O Toca recebe ainda a CinemaToca In-Edit, mostra de filmes inéditos em circuito comercial, com curadoria de Marcelo Aliche, diretor artístico do festival In-Edit Brasil. Na seleção, estão seis longas metragens que exaltam a música instrumental, a diversidade e a memória da cultura brasileira, em títulos como ‘A Música Natureza de Léa Freire’, de Lucas Weglinski, e ‘Dom Salvador and Abolition’, de Artur Ratton e Lilka Hara.

Festival Toca > programação completa (ordem cronológica)

Terça-feira, 15 de agosto

Pré-estreia com Leci Brandão

18h30 – Leci Brandão – Fim de Tarde no João Caetano

Quinta, 17 de agosto

Toca de Ideias – Firjan

10h – Abertura: “A artista plural, os espaços e a criação”, com Teresa Cristina

Encontro: “Carnaval, mercado e protagonismo da mulher”, com Beatriz Freire e Evelyn Bastos

Intervenções – Firjan

12h30 – Banda Um Amô

Toca de Ideias – Firjan

14h – Encontro: “Criadoras de músicas e ambientes musicais” com Bia Paes Leme e Verônica Pessoa

CinemaToca In-Édit – CCBB 

14h – A Música Natureza de Léa Freire (2022 – Lucas Weglinski – 99 min – Livre – inédito)

16h – Dom Salvador and Abolition (2020 – Artur Ratton e Lilka Hara – 88 min – Livre – inédito)

18h – Toada para José Siqueira (2021 – Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques – 131 min – Livre – inédito)

Toca Autoral, mostra mulheres compositoras – CCBB

19h30 – Quarteto Toca Emmbra

Sexta, 18 de agosto

Toca de ideais – Firjan 

10h – Encontro: “Os caminhos para a internacionalização da música”, com Andréa Alves, Eulícia Esteves e Leonardo Edde

14h – Encontro: “Poetisas pensadoras”, com Vitória Rodrigues

CinemaToca In-Edit – CCBB 

14h – Terruá Pará (2023 – Jorane de Castro – 100 min – Livre – inédito)

16h – Famoudou Konaté – O rei do djembe (2023 – André Piruka, Billy Konate – 78 min – Livre – inédito)

18h – Manguebit (2022 – Jura Capela – 101 min – Livre)

Intervenções – CCBB

17h – Som da Vida

Toca Autoral, mostra mulheres compositoras – CCBB

19h30 – Joana Queiroz (Quarteto)

Palco Toca Firjan/Sesi – MAR 

19h30 – Amaro Freitas (trio)

21h – Gaia Wilmer e Jaques Morelembaum – “Trem das cores, uma viagem pela música de Caetano Veloso”

Sábado, 19 de agosto

Toca de ideais – CCBB

10h – Encontro: “Educação popular brasileira, com Priscila Bonfim, Moana Martins e Claudia Ernest Dias

14h – Encontro: “Mulheres sambistas e compositoras”, com Ana Costa e Manu da Cuica

Intervenções – CCBB

12h30 – Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga

CinemaToca In-Edit – CCBB 

14h – A Música Natureza de Léa Freire (2022 – Lucas Weglinski – 99 min – Livre- inédito)

16h – Dom Salvador and Abolition (2020 – Artur Ratton e Lilka Hara – 88 min – Livre – inédito)

18h – Toada para José Siqueira (2021 – Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques – 131 min – Livre – inédito)

Palco Toca Firjan Sesi – MAR

15h – Áurea Martins e Orquestra Lunar – “Tempos Mulheres”

17h – Nilze Carvalho “Verde Amarelo Negro Anil”

 

Toca Autoral, mostra mulheres compositoras – CCBB

18h – Duo Gisbranco

19h30 – Carol Panesi – “Natureza é Casa”

Palco Toca, Homenagem à Dona Ivone Lara – Palco na Praça Mauá

A partir de 19h

= Maíra Freitas e Jazz das Minas

= Maíra Freitas e Jazz das Minas – Homenagem D. Ivone Lara (convidadas: Zezé Motta + Marina Iris + Slam das Minas + Anelis Assumpção)

= Teresa Cristina – “Pagode Preta”

Domingo, 20 de agosto

Toca de ideais – CCBB

10h – Encontro: O encontro entre poesia, pensamento e música, e os desafios de mulheres plurais, com atuações diversas. Com Viviane Mosé e Julie Wein

14h – Encontro: “Novas práticas, novos espaços, novos coletivos, com: Maíra Freitas e Laila Aurore

 

 

Cinema Toca, Mostra de cinema In-Edit – CCBB 

14h – Terruá Pará (2023 – Jorane de Castro – 100 min – Livre – inédito)

16h – Famoudou Konaté – O rei do djembe (2023 – André Piruka, Billy Konate – 78 min – Livre – inédito)

18h – Manguebit (2022 – Jura Capela – 101 min – Livre)

Intervenções – Praça Mauá

16h – Cyclophonica

Intervenções – CCBB

13h – Gigantes Sonhadoras

17h – Octeto Feminino do Brasil

Palco Toca Firjan Sesi – MAR

17h – Cátia de França – 50 anos de Pisada (Instrumental)

Toca Autoral, mostra mulheres compositoras – CCBB

18h – cAis – “Entre Rios”

Quarta, 23 de agosto

Fim de Tarde – Imperator

18h30 – Leci Brandão

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

 

SERVIÇO

 

Shows

 

Pré-lançamento com Leci Brandão

Local: Teatro João Caetano

Endereço: Praça Tiradentes s/nº – Centro, Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia-entrada)

 

Palco Toca

Local: Praça Mauá – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita.

 

Palco Toca Firjan Sesi

Local: Pilotis – Museu de Arte do Rio (MAR)

Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita.

 

Palco Toca Autoral

Local: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ – Teatro 1) Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada). À venda na bilheteria do CCBB ou pelo site bb.com.br/cultura

 

Encerramento

Local: Imperator

Endereço: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier, Rio de Janeiro/RJ

Ingressos: R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia-entrada)

 

CinemaToca In-Edit

 

Local: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ – Cinema 1) Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita. Retire o seu ingresso na bilheteria do CCBB ou pelo site bb.com.br/cultura

 

Toca de Ideias

 

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ – 3º andar) Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita. Retire o seu ingresso na bilheteria do CCBB ou pelo site bb.com.br/cultura, 1h antes do evento.

Firjan

Endereço: Av. Graça Aranha, 1 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita. Retire o seu ingresso na Sympla.

 

Intervenções

 

Firjan

Endereço: Av. Graça Aranha, 1 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuito.

 

Centro Cultural Banco do Brasil

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita

 

Praça Mauá

Centro, Rio de Janeiro/RJ Ingressos: Entrada Gratuita.

Últimas postagens

Compartilhe
Send this to a friend