Folhas de outono, de John Nicholson

John Nicholson - Sem titulo - 2023 -Aquarela e acrilica sobre papel - 40cm X 30cm-
John Nicholson - Sem titulo - 2023 -Aquarela e acrilica sobre papel - 40cm X 30cm-

A Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Lage anuncia Folhas de outono, mostra individual do norte-americano John Nicholson, que ocupa as Cavalariças a partir do dia 11 de abril. Sob a curadoria de Zenon Valcacer, a exposição reúne cerca de 30 trabalhos da produção recente do artista, sendo oito pinturas abstratas de grandes dimensões e uma série de 23 telas figurativas inspirada na obra do francês Henri Matisse (1869-1954).

“John Nicholson foi professor do Parque Lage durante muitos anos e contribuiu para a formação de vários de nossos artistas, como Chico Cunha e Cristina Canale. Apresentar sua exposição nas Cavalariças é uma oportunidade de acompanharmos sua produção”, diz Alberto Saraiva, diretor da instituição.

John Vincent Nicholson (Comanche, Estados Unidos, 1951) mudou-se para o Rio de Janeiro em 1977, depois de estudar Belas Artes nas Universidades de Houston e do Texas. Inicialmente figurativa, sua pintura se transforma a partir da chegada ao Brasil e da convivência com o artista carioca Luiz Aquila, ex-professor e ex-diretor da EAV. Ambos dividiram ateliê durante anos e Aquila passou a apoiar o norte-americano na corrente abstrata. Da nova fase, surgiu a superposição de planos e das cores fortes da pop art e do expressionismo abstrato.

Em 1980, John entra para o corpo docente da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde deu aulas de modelo vivo, pintura pós-moderna e desenho de observação. Tornou-se um dos mestres da chamada Geração 80, também influenciado por expoentes da pintura internacional, como Frank Stella, Sam Francis e Richard Diebenkorn, além de Matisse. 

“Inicialmente muito influenciado pelo expressionismo abstrato americano, passando também pela figuração e, posteriormente, pela abstração lírica à qual se dedica até hoje, Nicholson chega ao outono de sua carreira com completo domínio gestual. Sua paleta de cores puras parece evocar o sutil limite entre a transcendência onírica e o chamamento radical da realidade”, avalia o curador.

A mostra fica em cartaz até 10 de junho, com visitação gratuita de quinta a terça, das 10h às 17h (não abre às quartas).

EAV Parque Lage

A Escola de Artes Visuais foi criada em 1975, pelo artista Rubens Gerchman, para substituir o Instituto de Belas Artes (IBA). Seu surgimento acontece em plena Guerra Fria na América Latina, durante o período de forte censura e repressão militar no Brasil. A EAV afirma-se historicamente por seu caráter de vanguarda, como marco da não conformidade às fronteiras e categorias, e propõe regularmente perguntas à sociedade por meio da valorização do pensamento artístico.

Alguns exemplos marcantes da história do Parque Lage são a utilização do palacete como sede do governo da cidade de Alecrim em Terra em Transe, dirigido por Glauber Rocha em 1967; e a exposição “Como Vai Você, Geração 80?”, que reuniu 123 jovens artistas de diferentes tendências na mostra que celebrou a liberdade e o fim do regime militar. O palacete em estilo eclético foi também palco de “Sonhos de uma noite de verão”, clássico shakespeariano, e serviu como locação para Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade.

A EAV está voltada prioritariamente para o campo das artes visuais contemporâneas, com ênfase em seus aspectos interdisciplinares e transversais. Abrange outros campos de expressão artística (música, dança, cinema, teatro), em suas relações com a visualidade. As atividades da EAV contemplam tanto as práticas artísticas como seus fundamentos conceituais.

A EAV Parque Lage configura-se como centro educacional aberto de formação de artistas e profissionais do campo da arte contemporânea. Como referência nacional, busca criar mecanismos internos e linhas de atuação externa que permitam um diálogo produtivo com a cidade e com os circuitos de arte nacional e internacional. A instituição integra a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado do Rio de Janeiro.

Serviço:

Folhas de outono, de John Nicholson
Curadoria: Zenon Valcacer

Inauguração: quinta-feira, 11 de abril de 2024, às 19h
Encerramento: 10 de junho de 2024

Local: Cavalariças | Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Endereço: Rua Jardim Botânico, 414
Rio de Janeiro | RJ
Tel: (21) 2216-8505

Visitação: de quinta a terça, das 10h às 17h (a exposição não abre às quartas)

Gratuito | aberto ao público | classificação livre

Website: http://eavparquelage.rj.gov.br/
Instagram: @parquelage

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui