Início » FUNARJ distribui mais de R$ 720 mil em editais para apoio ao setor cultural no RJ

FUNARJ distribui mais de R$ 720 mil em editais para apoio ao setor cultural no RJ

Estão abertas as inscrições para os editais Ondas da Cultura 2022 e Circulação Teatral 2022; Fundação investirá quase R$ 44 milhões este ano no setor

por Redação

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (FUNARJ), está com inscrições abertas para dois editais voltados para o setor cultural, que juntos vão distribuir aos vencedores mais de R$ 720 mil. Os detalhes estão no site da FUNARJ.

O edital de Circulação Teatral premiará 10 projetos de teatro não inéditos com o valor R$ 60 mil para cada um dos 6 projetos destinados ao público adulto. E, R$ 40 mil para cada um dos 4 projetos destinados ao público infantil. O valor total de investimento é de R$ 520 mil.

Poderão inscrever suas propostas produtoras culturais, grupos, ou companhias, pessoas jurídicas, inclusive MEI, sediadas no estado do Rio de Janeiro ou que desenvolvam ações e/ou projetos culturais nos territórios fluminenses, para apresentações nos equipamentos culturais desta Fundação, são eles: Teatro Arthur Azevedo, em Campo Grande, Teatro Armando Gonzaga, em Marechal Hermes, e Teatro Mário Lago, em Vila Kennedy; como objetivo de desenvolver a economia criativa, estimular a formação de plateia e democratizar a cultura fluminense. O prazo para se inscrever termina no dia 3 de abril.

Em sua segunda edição, o edital Ondas da Cultura premia trabalhos inéditos dos segmentos de artes cênicas, música e dança, apresentados no canal do YouTube da FUNARJ. Serão premiados 80 projetos, sendo 20 iniciativas em cada uma das quatro categorias, totalizando R$ 200 mil. 

As inscrições terminam no dia 31 de março e podem ser realizadas por pessoas jurídicas, incluindo MEI, ou pessoas físicas sediadas ou domiciliadas no estado do Rio de Janeiro. A premiação será da seguinte forma: R$ 3 mil para artes cênicas; R$ 3 mil para música; R$ 1 mil para solo musical; e R$ 3 mil para dança ou oficina de dança.

FUNARJ investirá R$ 44 milhões em 2022

As iniciativas da FUNARJ para 2022 não se limitam aos editais abertos. Este ano serão investidos quase R$ 44 milhões em estímulo à Cultura, entre projetos culturais, editais de fomento e obras. A medida foi anunciada por José Roberto Gifford, presidente da FUNARJ, e tem como objetivo acelerar o desenvolvimento da economia criativa e gerar oportunidades de trabalho na busca de minimizar os impactos da pandemia entre os fazedores de cultura.

José Roberto detalhou o orçamento para 2022. Serão mais de R$ 19 milhões destinados ao estímulo de produção de projetos culturais. Sendo que deste valor, mais de R$ 7 milhões são só em editais até março. O orçamento aprovado para as obras é de mais de R$ 24 milhões, que será para novos restauros, modernizações e também conclusões de reformas iniciadas no ano passado nos espaços da FUNARJ.

“A atividade cultural é fundamental para o estado do Rio de Janeiro e deve ser reconhecida como tal. A gente trabalha na parte de fomento criando oportunidades. Além disso, é importante que possamos, de alguma maneira, multiplicar as ações de forma a melhorar a economia da cadeia criativa e criar emprego”, pontua Gifford.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a FUNARJ atuou para que as pessoas pudessem ter oportunidade de trabalho. O presidente da Fundação destaca que não é só o artista que parou de trabalhar. Iluminadores, técnicos de som e tantos outros ficaram sem o seu ofício e muitos deles mudaram de profissão.

“Criamos a plataforma digital de streaming FUNARJ EM CASA (funarjemcasa.yazo.com.br), vencedora de prêmio e que é única no país. Nela, as pessoas podem comprar os ingressos dos espetáculos que estão lá, gravadas nos espaços da FUNARJ, e assim criar oportunidade e receita para esses produtores. Nós reduzimos as taxas de 15% para 5%. O produtor fica com 95% e baixamos ao mínimo a nossa margem. Além disso, lançamos uma série de editais, que serviram para criar oportunidade de trabalho”, destaca José Roberto.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via