Início » Informação que afirma que “WhatsApp será bloqueado em 48 horas” é falsa

Informação que afirma que “WhatsApp será bloqueado em 48 horas” é falsa

por Redação
WhatsApp

Circula em algumas redes sociais um vídeo de um telejornal que afirmaria que o “WhatsApp seria bloqueado em até 48 horas”. O vídeo atribuído ao canal SPTV – uma das filiais da Rede Globo em São Paulo – o apresentador Carlos Tramontina afirma que o app será bloqueado por esse período a partir da meia noite de “hoje”, sem especificar qual seria o dia em que isso ocorreria.

Mas, esse vídeo compartilhado em grupos de WhatsApp e do TikTok se trata de uma notícia falsa, conforme apurou a redação em diversos sites jornalísticos que investigaram a fundo o assunto, como a Agência Lupa. O site verificou junto à administradora do sistema que a informação não é verdadeira. De acordo com a assessoria de imprensa do WhatsApp, não existe qualquer pedido de bloqueio do aplicativo no ano de 2021.

Esse vídeo é mais um exemplo de como os propagadores de fake News utilizam das próprias ferramentas proporcionadas pelo aplicativo para disseminar informações que prestam um desserviço público.Por isso, são motivo de implementação de medidas mais rígidas de fiscalização por parte da administradora com o intuito de evitar disparos em massa.

Veja nesse artigo mais informações sobre o assunto (e algumas situações reais em que o aplicativo realmente parou de funcionar, seja por decisão judicial ou por problemas técnicos).

O que diz o vídeo sobre o WhatsApp bloqueado

A gravação possui duração de 26 segundos e mostra apresentador Carlos Tramontina declarando que o aplicativo WhatsApp será bloqueado por 48 horas a partir da meia noite de “hoje” — sem especificar nenhuma data.

Além disso, ele ainda afirma que isso ocorreu em função de um pedido judicial para que fossem retiradas do ar as prestadoras de serviço de telefonia móvel (o que também não procede).

 Reais pedidos de suspensão do WhatsApp

 Desde que foi lançado no Brasil, foram efetuados pelo menos quatro pedidos de suspensão do serviço. Mas nenhum deles foi feito em 2021. Confira as duas que mais causaram impacto à população:

Queda do WhatsApp

Mas a suspensão dos serviços do aplicativo – caso ela efetivamente parta de uma informação oficial – não ocorre somente por decisões judiciais. Foi o que evidenciou a recente queda das plataformas WhatsApp, Facebook e Instagram por algumas horas no dia 4 de outubro de 2021. A interrupção do serviço ocorreu por problemas no servidor e provocou impactos para mais de 2,7 bilhões de usuários em todo o mundo.

Em um comunicado oficial, o Facebook (proprietário do WhatsApp) se desculpou aos usuários pela instabilidade. A rede afirmou que ocorreram em função de modificações nas configurações que desconectaram a comunicação com os servidores da empresa. Ainda de acordo com o comunicado, a queda não aconteceu devido a qualquer ato criminoso ou malicioso.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via