Início » Inglês e cultura de mãos dadas no Rio

Inglês e cultura de mãos dadas no Rio

por Waleria de Carvalho
Jackson Viapiana, (Máquina Cohn Wolfe), CEO Marcos Noll Barboza, Jonathan Luke Hannay (Conselho), Jorge Rodrigues (Sopa Cultural) e Helena Savioli (Comunicação Interna e Marketing da CI)

A noite de quarta-feira (4 de maio) foi de festa e muita satisfação para a cultura carioca. Foi lançado, pela primeira vez, no Rio de Janeiro, o Cultura Inglesa Festival (CIF), que já existe há 25 anos em São Paulo. O evento, realizado no Museu de Arte do Rio (MAR), marcou a mudança de identidade visual da marca da Cultura Inglesa: as atuais setinhas são substituídas pela tradicional logomarca do leão. A mudança faz parte do processo de unificação da Cultura Inglesa nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Bahia, Tocantins e no Distrito Federal, iniciado em 2021.

Apresentada pela atriz Monica Martelli, a comemoração reuniu empresários e o público em geral, animado com o show da banda Yoùn. E os festejos não param por ai. Neste sábado (7 de maio), das 15h30 às 21h, a Arena Carioca Fernando Torres, no Parque Madureira, será palco de uma série de atividades para públicos de todas as idades, incluindo uma oficina de grafite com Dona Bomba, um encontro do Bailinho da Crespinhos, um show de reggae com a banda Coffee Shop Boys, show do DJ Michell, uma batalha de slam, um baile charme e um aulão gratuito de inglês. O evento terá como mestre de cerimônias o comediante e videomaker Big Jaum.

Neste ano, o CIF também chega, pela primeira vez, na capital baiana, onde realizará apresentações do espetáculo inédito “A Desafortunada História de Julieta e Romeu”, dirigida pelo professor, dramaturgo e diretor artístico da ATeliê voadOR Teatro de Salvador, Djalma Thurler. Com temporada de 19/05 a 12/06 e transmissão ao vivo pela plataforma do festival no dia 02/06, às 20h, a peça, indicada para maiores de 14 anos, será montada no Teatro Castro Alves (TCA).

Vale ressaltar que a Cultura Inglesa tem 120 unidades em todo o país e oferece cursos nos formatos presencial e remoto, com aulas ao vivo pela internet. De acordo com o CEO Marcos Noll Barboza o importante é que o curso atende a demanda de todos. “Híbrido é presente. Cada pessoa aprende de uma forma. Tem gente que prefere o online e outras o presencial. Quem não tem disciplina não quer o online. Já tem gente que acha o presencial engessado. A Cultura Inglesa oferece opções para o que a pessoa quer’’.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via