Luiz Carlos Sá lança single com a música “Mato e Morro” nesta sexta, dia 14/04

Luiz Carlos Sá
Luiz Carlos Sá

Na próxima sexta-feira, 14/04, o compositor e cantor carioca Luiz Carlos SÁ lança em todas as plataformas de streaming seu novo single “Mato e Morro” (Luiz Carlos SÁ), que integra o CD “Solo e Bem Acompanhado” (Mills Records) que terá turnê nacional a partir de maio no Teatro Rival Refit, no Rio de Janeiro. Para fazer o pré-save da música, basta acessar o link: https://mills-records.lnk.to/Mato-Morro.

Outras duas faixas do CD – “A Ilha” (Sá – Guarabyra), com participação de Roberto Frejat no vocal e guitarra slide, e “Caçador de Mim” (Sergio Magrão – Sá), com a participação do Roupa Nova, também já estão disponíveis em streaming.

A respeito da inspiração do single, o precursor do rock rural, ao lado de Zé Rodrix e Guarabyra, adianta: “É uma música para apaixonados não correspondidos, mas que mesmo sem muitas chances continuam apaixonados”.

O lançamento do CD vai ganhar uma turnê nacional que começa pelo Rio de Janeiro no mês de maio. No dia 19/05, sexta-feira, no Teatro Rival Refit, Luiz Carlos Sá se apresenta com sua banda. O CD tem doze músicas, sendo 9 delas inéditas.

A faixa Mato e Morro foi produzida por Vinicius Sá com a coprodução de Felipe Freire e Lourival Franco e mixado na Cia. dos Técnicos por Flavio Senna.

Sobre Luiz Carlos Sá

O cantor, compositor e instrumentista Luiz Carlos Pereira de SÁ nasceu em Vila IsabelRio de Janeiro.  Começou sua carreira profissional em 1965, tendo suas primeiras músicas gravadas por Pery Ribeiro, Luhli, Nara Leão, MPB4, Leny Andrade, Milton Banana Trio e outros. No ano seguinte fez sua estreia nos palcos, participando do musical “Samba Pede Passagem”, do Grupo Opinião, ao lado de Sidney Miller, Paulo Thiago, Sonia Ferreira (Ex -Quarteto em Cy), Baden Powell, Aracy de Almeida, Ismael Silva e outros ícones do samba de raiz. Depois de concorrer a alguns festivais, gravar seu primeiro compacto (“Inaiá” e “Canto do Quilombo”) pela RCA e ter várias músicas incluídas em trilhas de novelas, formou em 1972 com Zé Rodrix e Guarabyra o trio Sá, Rodrix & Guarabyra – que seguiu em dupla, a partir de 1974, após a saída de Rodrix (que depois voltou de 2001 a 2009)  emplacando dezenas de sucessos como “Primeira Canção da Estrada”, “O Pó da Estrada”, “Hoje Ainda é Dia de Rock”, “Mestre Jonas”, “Sobradinho”, “Espanhola”, “Cheiro Mineiro de Flor” e “Jesus Numa Moto”. Alguns dos sucessos da dupla foram em novelas referenciais da TV brasileira, como “Roque Santeiro” – com as músicas “Roque Santeiro”, “Verdades e Mentiras” e “Dona” – e “Pantanal”, que teve “Estrela Natureza” e “Quem Saberia Perder”.  Recentemente, Luiz Carlos Sá chegou a estar presente simultaneamente, como coautor, em três músicas incluídas em novelas:

 “Pantanal” (com “Noites de Tempestade”, parceria e interpretação de Gabriel Sater), “Cara e Coragem” (com “Saltei de Banda”, parceria com Zé Rodrix e interpretação de Elza Soares) e “Mar do Sertão”, na abertura com “Sobradinho”, parceria com Guarabyra e Interpretação de Chico Cesar.

Músicos:

Filipe Freire – arranjos de base e violão de aço/ Piero Grandi – guitarras /Miguel Sá e André Agra, violões de aço/ Eugenio Dale, violão de nylon/ Luiz Otávio e Márcio Pombo – teclados e pianos acústicos/ Pedrão Baldanza (in memorian), Alexandre Cavallo, Arthur Maia (in memorian), Marcelinho Mariano e Pedro Moraez– baixos/ Jurim Moreira,  Christiano Galvão, Cláudio Infante e Carlos César – baterias/ Beto Saroldi – saxofones/ Zero Telles e Armando Marçal– percussão/ Ricardo Gomes – apoio vocal e Paulinho (Roupa Nova), (in memorian).

Serviço Show Teatro Rival Refit

Dia 19/05, 6ª, às 19h30

End: Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia

Link pré-venda de ingressos:

https://www.teatrorivalrefit.com.br/luiz-carlos-sa-solo-e-bem-acompanhad/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui