Início » Me cante uma história

Me cante uma história

Jards Macalé é o convidado da cantora e compositora Natália Boere em mais um “Me Cante uma História” no Teatro Prudential, em 17 de janeiro

por Redação
Natália Boere e Jards Macalé

Irreverente, inventivo e insubordinado. Assim é Jards Macalé, convidado da vez da cantora e compositora Natália Boere em mais uma edição do “Me cante uma história” no renomado Teatro Prudential, na Glória. O projeto, que proporciona ao público assistir a apresentações musicais intimistas com uma espécie de tecla SAP em cada música, revelando as histórias por trás delas, receberá o genial Jards Anet da Silva em 17 de janeiro, às 20h.

Um dos artistas mais genuínos que a música brasileira já produziu e prestes a completar 80 anos, Jards Macalé cantará e contará causos impagáveis por trás de grandes sucessos dele, como “Vapor barato”, “78 rotações”, “Soluços”, “Revendo amigos” e “Farinha do desprezo”, compostas em parceria com nomes como Waly Salomão e Capinan.

Jards comemora 50 anos de seu álbum de estreia, homônimo, e ainda repercute o lançamento do celebrado “Besta Fera”, indicado ao Grammy Latino como Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. “Síntese do Lance”, elogiado disco de inéditas feito com o amigo João Donato, também foi indicado ao Grammy Latino na mesma categoria.

O “Me cante uma história” nasceu em maio de 2020, no auge da pandemia, como uma série de lives sobre composição no Instagram de Natália (@nataliaboere). Em julho deste ano, estreou no Manouche com Paulinho Moska e Tom Karabachian. Sandra de Sá também participou do projeto, que encerrou sua passagem pela casa no Jockey com Ney Matogrosso.

A estreia no Teatro Prudential, em dezembro, foi em grande estilo: com Teresa Cristina e participação especial de Zé Renato. Entre os artistas que participaram das lives estão nomes como João Bosco, Fernanda Takai, Alceu Valença, Teresa Cristina, Lellê, Xande de Pilares, Roberto Menescal, Marcos Valle, Jards Macalé, Lobão e Supla.

– Tive a felicidade de dividir com o público histórias de clássicos da música brasileira, como “O bêbado e o equilibrista”, de João Bosco, e “La Belle de Jour”, de Alceu Valença. Agora, seguirei contando e compartilhando histórias num palco onde sempre almejei estar, com artistas que tanto admiro – diz Natália, idealizadora do projeto e repórter do jornal O Globo.

SOBRE NATÁLIA BOERE: Desde 2020, a cantora, compositora e jornalista baiana está à frente do “Me cante uma história”, projeto sobre composição que começou em maio de 2020 como lives, estreou no Manouche em julho de 2022 e ganhou o palco do Teatro Prudential em dezembro. A iniciativa foi contemplada no edital “Retomada cultural”, da lei Aldir Blanc: em novembro de 2021, virou um show no Solar de Botafogo, com participações de Zé Renato, Pedro Miranda e Padre Omar, direção de Suely Mesquita e projeções de Batman Zavareze. Natália também se apresentou no palco do Aterro do Flamengo no Réveillon do Rio 2019, além de em casas como o Teatro Ipanema, o Beco das Garrafas, o Teatro Café Pequeno, o Centro da Música Carioca Artur da Távola e o Forte de Copacabana. Foi uma das vocalistas da segunda formação da banda “O espírito da coisa”. Possui formação em teatro pelo Lee Strasberg Theatre and Film Institute e em canto pela Juilliard School, em Nova York.

FICHA TÉCNICA:

  • Me cante uma história
  • Idealização e direção artística: Natália Boere
  • Participação: Jards Macalé
  • Direção de cena: Henrique Alqualo
  • Produção executiva: Cintia Fevereiro
  • Figurino: Fernando Viana
  • Maquiagem: Ju Rocha
  • Fotos: Ney Coelho
  • Direção artística e curadoria do Teatro Prudential: Maria Siman

SERVIÇO – SHOW:

Me cante uma história – Natália Boere recebe Jards Macalé

  • Data: 17 de janeiro de 2023
  • Horário: 20h
  • Local: Teatro Prudential (Rua do Russel 804, Glória)
  • Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), à venda pelo Sympla
  • Duração: 75 min
  • Classificação: Livre

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via