Meus Cabelos de Baobá: Desvendando a beleza da ancestralidade negra

Meus Cabelos de Baobá crédito Valmyr Ferreira - Viagem Teatral SESI SP
Meus Cabelos de Baobá - Foto: Valmyr Ferreira - Viagem Teatral SESI SP

Em dez apresentações gratuitas e emocionantes, a peça “Meus Cabelos de Baobá” convida o público a mergulhar em uma jornada poética e transformadora pela ancestralidade afro-brasileira. Através da história da Rainha Dandaluanda e sua conexão com a árvore milenar Baobá, a obra celebra a cultura negra e explora temas como identidade, autoestima e a importância de desafiar os padrões de beleza eurocêntricos.

Inspirada nas ideias de Simone Ricco e nas obras de Conceição Evaristo, a peça incorpora danças africanas de origem negra de Germaine Acogny, criando uma estética única que celebra a diáspora africana. Ao longo da trama, acompanhamos a Rainha Dandaluanda em sua jornada de autodescoberta, desde a infância até a maturidade, aprendendo com o Baobá sobre a força de sua ancestralidade e a beleza de sua identidade.

Meus Cabelos de Baobá
Meus Cabelos de Baobá – Foto: Cyntia Sales

Em uma cena marcante, Dandaluanda, ainda menina, questiona seus cabelos crespos e volumosos, buscando alisar-os para se encaixar nos padrões de beleza eurocêntricos. O Baobá, sábio e ancestral, a acolhe e a guia em um processo de autoaceitação e empoderamento, ensinando-lhe sobre a beleza e a história de seus cabelos, símbolos da força e da resistência da cultura afro-brasileira.

“Meus Cabelos de Baobá” é mais do que um espetáculo teatral. É um convite à reflexão sobre o racismo estrutural e à valorização da cultura afro-brasileira. A peça oferece ao público a chance de enxergar além do que é explicitamente apresentado, conectando-se com a força e a beleza da ancestralidade negra, e desafiando os estereótipos e preconceitos que ainda persistem na sociedade.

Não perca a oportunidade de assistir a essa experiência artística transformadora!

Serviço:

Datas e horários:

  • 13/03 (quarta-feira): 15h30 – Sociedade Musical e Dramática Rio Bonitense (Rio Bonito)
  • 14/03 (quinta-feira): 19h (intérprete de libras) – Fundação Cultural e Filantrópica Lea Pentagna (Valença)
  • 15/03 (sexta-feira): 19h – Areninha Cultural Herbert Vianna (Maré)
  • 19/03 (terça-feira): 19h – Centro Cultural Cazuza (Vassouras)
  • 20/03 (quarta-feira): 19h (audiodescrição e intérprete de libras) – Lona Cultural Gilberto Gil (Realengo)
  • 21/03 (quinta-feira): 19h – Areninha Carioca Sandra Sá (Santa Cruz)
  • 22/03 (sexta-feira): 19h (intérprete de libras) – Arena Carioca Jovelina Pérola Negra (Pavuna)

Locais: Rio de Janeiro, Vassouras, Valença e Rio Bonito.
Ingressos: Gratuitos.
Instagram: https://www.instagram.com/meuscabelosbaoba/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui