Meus Cabelos de Baobá: Uma jornada de autoestima e negritude com audiodescrição

Meus Cabelos de Baobá
Meus Cabelos de Baobá - Foto: Cyntia Sales

O Instituto Benjamin Constant, referência em ensino para pessoas com deficiência visual, convida o público em geral para uma experiência única: a peça “Meus cabelos de baobá” com audiodescrição. A sessão gratuita acontece nesta quarta-feira (06/03), às 11h, no teatro da escola na Urca.

Escrita por Fernanda Dias e dirigida por Vilma Melo, a montagem gira em torno dos diálogos da Rainha Dandaluanda com um baobá, árvore milenar de origem africana. A árvore ensina à rainha os valores africanos e desperta sua autoestima: primeiro como menina, depois como mulher e, finalmente, como rainha, consciente da importância da negritude e da beleza singular de sua etnia.

“Esta é uma obra necessária para fomentar o pensamento sobre a importância da negritude brasileira partindo do olhar feminino”, destaca Fernanda. “Escolhemos o Instituto Benjamin Constant porque acreditamos ser fundamental levarmos a peça a públicos diversos, e fazer isso com audiodescrição garante esse acesso”, completa.

Acessibilidade para todos

A audiodescrição é uma técnica que permite que pessoas com deficiência visual “vejam” o que está acontecendo em um espetáculo através da narração detalhada dos elementos visuais. A iniciativa do Instituto Benjamin Constant demonstra o compromisso da instituição com a inclusão e a democratização da arte.

“Garantir acessibilidade é também um compromisso da arte”, frisa Fernanda. “A experiência da audiodescrição vai além de permitir que pessoas com deficiência visual assistam à peça. É uma oportunidade para todos de se conectarem com a história de uma forma ainda mais profunda e sensorial.”

Serviço:

Espetáculo: Meus cabelos de baobá
Data: Quarta-feira, 06 de março de 2024
Horário: 11h
Local: Teatro do Instituto Benjamin Constant – Rua Murtinho Nobre, 93 – Urca, Rio de Janeiro
Entrada: Gratuita
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Livre

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui