Início » MPB4 em “amigo é para essas coisas” no Teatro Prudential

MPB4 em “amigo é para essas coisas” no Teatro Prudential

por Redação

Passado o segundo turno das eleições, o grupo MPB4 – que sempre acompanhou de perto os movimentos políticos brasileiros – está de volta ao Rio de Janeiro cantando o afeto e a esperança. É sempre bom lembrar que “o apreço não tem preço”. Com mais de 50 anos na estrada, o MPB4 sabe bem disso e, portanto, vem tratando de estreitar laços de cumplicidade com seu público. Desta vez, é o público carioca que recebe o grupo neste dia 1º de novembro, véspera de feriado, no Teatro Prudential. “Amigo é pra essas coisas” é um show do tipo em que a gente sente que sentou num bar para bater papo com um antigo companheiro de lutas e risadas. É conversando – e cantando – que amigos se entendem, não é mesmo? Que o digam Aquiles Reis (voz), Miltinho (voz e violão), Dalmo Medeiros (voz e viola) e Paulo Malaguti Pauleira (voz e teclado).

O repertório do show reflete o momento atual, em que é preciso refletir, resistir e lutar, mas sem perder a ternura, nem o compasso jamais.  Graças à afinidade com seu tempo e seu público ao longo de décadas, o MPB4 sabe tocar corações e mentes. Com certeza, vai fazer a plateia cantar sucessos como “Roda viva” (Chico Buarque), “A lua” (Renato Rocha), “Vira virou” (Kleiton Ramil) e, claro, a canção que dá título ao show: “Amigo é pra essas coisas” (Aldir Blanc / Silvio Silva Junior).

Mas amigos nem sempre se encontram no bar ou no palco. Às vezes, se esbarram no trânsito e trocam palavras ao mesmo tempo breves e profundas, como na letra de “Sinal fechado” (Paulinho da Viola), música que o MPB4 cantava nos anos 1970, ficou muito tempo sem cantar e voltou a cantar este ano. Fazia parte do show “Rua República do Peru”, de 1974. O nome original do espetáculo era “República do Peru”, mas foi censurado. “Sinal fechado” nunca foi gravada pelo MPB4. Ela até foi lançada no box do Marcelo Froes com gravações de shows da década de 1970, mas em disco de carreira nunca. E é um dueto Aquiles e Dalmo.

Outra canção também daquela época, que ficou muito tempo de lado e que agora também está no roteiro do show no Blue Note é “Gota d’água” (Chico Buarque). E ainda tem muito mais, como as canções de shows mais recentes: “Beco do Mota” (Milton Nascimento e Fernando Brant), “Samba do avião” (Tom Jobim), “Regra três” e “O bem amado” (Toquinho e Vinicius de Moraes).

Se já está mais do que na hora de “desinventar” a tristeza, o show do MPB4 dará sua contribuição. A arte e a cultura têm esse poder.

Serviço:

MPB4 em “Amigo é pra essas coisas”

Teatro Prudential – Rua do Russel, 804 – Glória

Dia: 1º de novembro

Horário: 20h

Ingressos:

Classificação etária: 12 anos

Duração: 70 minutos

Ingressos Sympla:https://teatroprudential.com.br/mpb4/

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via