Início » O Método Grönholm, com direção de Lázaro Ramos e Tatiana Tibúrcio, estreia no Rio de Janeiro no Teatro Copacabana Palace

O Método Grönholm, com direção de Lázaro Ramos e Tatiana Tibúrcio, estreia no Rio de Janeiro no Teatro Copacabana Palace

por Redação
Método Grönholm

Até onde você é capaz de ir na disputa pelo emprego dos sonhos? É essa provocação cheia de ironia que os diretores Lázaro Ramos Tatiana Tibúrcio fazem ao público na comédia O Método Grönholm, que, depois de uma temporada em sucesso em São Paulo, finalmente chega ao Rio de Janeiro. O espetáculo pode ser conferido no Teatro Copacabana Palace, entre 6 de janeiro e 5 de fevereiro de 2023, às sextas e aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 18h.

No elenco, Luis LobiancoRaphael LogamGeorge Sauma Anna Sophia Folch vivem a irresistível história de quatro executivos ambiciosos que disputam uma única vaga de emprego. Confinados em uma sala e observados como que em um reality, eles são submetidos a provas pouco convencionais.

A um passo de alcançarem a tão desejada posição, eles vão sendo envolvidos em situações tão surpreendentes quanto constrangedoras, sempre recheadas de revelações. Ao passo que se envolvem com o jogo, a verdadeira natureza de cada participante é exposta. Em clima de crescente tensão e recheada de humor ácido e ironia, o espetáculo traz diversas reviravoltas, despistando o público e revelando o lado mais ridículo do ser humano.

Este é o mote da aclamada obra escrita em 2002 pelo catalão Jordi Galcerán, que, de forma muito inteligente e divertida, conta as dificuldades que muita gente enfrenta na busca por uma boa vaga de trabalho e tudo aquilo que as pessoas fazem para conseguir seus objetivos. A comédia é um sucesso ao redor do mundo há 20 anos, tendo originado o filme espanhol El Método, dirigido por Marcelo Piñeyro, em 2005, e lançado no Brasil com o título “O que você Faria?”.

“O texto do Jordi Galcerán fala sobre métodos pouco ortodoxos para selecionar um profissional para uma empresa, fazendo deliciosas provocações sobre os comportamentos reais das pessoas em momentos como este, em que um processo de seleção vira um combate. Assim que o grupo se reúne para a avaliação, aparece a informação de que um deles é um funcionário infiltrado na empresa”, adianta o diretor Lázaro Ramos, que, em 2007, encarnou um dos candidatos da primeira versão brasileira de O Método, ao lado Taís Araújo, Ângelo Paes Leme e Edmilson Barros.

O fictício Método Grönholm, imaginado por Galcerán, consiste em um rígido processo de seleção do perfil mais adequado a uma vaga de emprego, fazendo com que os próprios candidatos que foram selecionados para a última fase eliminem quem eles mesmos julgam como menos aptos à função. Confinados por vontade própria em um ambiente controlado, os candidatos devem obedecer a instruções e encarar desafios, idealizados de modo a que surjam conflitos e desconfianças entre o grupo, ao mesmo tempo em que segredos sejam revelados.

Com mais de 30 espetáculos como ator, Lázaro Ramos reitera com O Método sua paixão também pela direção: no teatro já assinou as peças “Antes do Ano Que Vem” (estrelada por Mariana Xavier), “Namíbia, Não”, “Campos de Batalha”, “O Jornal” e “O Topo Da Montanha”. No cinema, Lázaro dirigiu seu primeiro longa-mentragem de ficção “Medida Provisória”, ainda em cartaz nos cinemas, e, ao lado de Thiago Gomes, o documentário “Bando, um filme de”, sobre o Bando de Teatro Olodum. Na codireção do espetáculo, está a atriz, preparadora de elenco e diretora Tatiana Tibúrcio que tem no currículo três novelas na Rede Globo, cinco peças, uma indicação ao Prêmio Shell de melhor atriz, além de trabalhos como pesquisadora e diretora de tv, teatro e cinema.

Sobre o elenco

Anna Sophia é atriz, diretora e produtora. Com 17 anos de carreira, coleciona trabalhos importantes. No cinema, protagonizou ao lado de José Wilker o filme “O maior amor do mundo”, de Carlos Diegues. Na TV, integrou o elenco das novelas globais “Ciranda de Pedra” e “Lado a Lado” e protagonizou, ao lado de Fernanda Young, a série “Surtadas na Yoga”, no GNT. Anna ficou em cartaz por mais de cinco anos com a peça “A Confissão”, com direção de Walter Lima Junior. Seu último trabalho no teatro foi ao lado de Vera Fischer e Tato Gabus Mendes na peça do inglês Allan Ayckbourn. Atualmente está no ar na série Detetives do Prédio Azul do Gloob.

George Sauma é músico, ator e sapateador, começou a tocar piano e fazer sapateado aos 4 anos. Entrou para O Tablado em 2003 e, a partir de então, atuou em inúmeras peças, longas-metragens e em programas de TV. No teatro, ganhou o prêmio APTR de “Melhor Ator Coadjuvante” com a peça “A Importância de Ser Perfeito”; e os prêmios CBTIJ e Zilka Salaberry de “Melhor Ator” com a peça “Pedro Malazarte e a Arara Gigante”, de Jorge Furtado, dirigida por Débora Lamm. No cinema, destaca-se sua atuação no filme “Tim Maia” (2014), de Mauro Lima, e “Rasga Coração” (2018), de Jorge Futado. Na televisão, ficou conhecido por seu personagem Tatalo em “Toma Lá, Dá Cá”, seguido por papeis em “Lado a Lado”, “Mister Brau”, “Zorra” e “Pais de Primeira”, de Antonio Prata, ao lado de Renata Gaspar.

Luis Lobianco é ator e nasceu no Rio de Janeiro em 13 de janeiro de 1982. Começou o trabalho no teatro em 1994, na Cia Histoiarte. Formou-se profissionalmente na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), em 2003. Criador da Cia Buraco Show desde 2012, com seis espetáculos de repertório – Prêmio Arco-Íris Artes Cênicas em 2014 e Prêmio do Humor Especial de Criação em 2016 pelo show Rival Rebolado. É também ator da primeira formação do coletivo Porta dos Fundos de 2012 a 2017. Com a cocriação da peça “Portátil” e o registro da turnê para o canal Comedy Central, foi indicado ao Emmy Internacional 2017 na categoria Melhor Programa de Arte. Estreou o monólogo “Gisberta”, em 2017. Contratado da Rede Globo desde 2018, integrou o elenco da novela Segundo Sol, da série Shippados e na série Fora de Hora. Lobianco já atuou em 28 espetáculos, 13 longas-metragens e 17 produções para TV, entre novelas, séries e programas de variedades. Além de autor de teatro, é roteirista, produtor e criador.

Raphael Logam, 20 anos de carreira, foi indicado duas vezes consecutivas, 2019 e 2020 ao Emmy Internacional de Melhor Ator por seu trabalho como protagonista da série “Impuros”, da Fox. Carioca. Sua trajetória começou aos 14 anos na peça “O Despertar da primavera”, com direção de Luisa Thiré, Carlos Arthur Thiré e Cadú Fávero. Em 2012, ganhou projeção ao ser indicado ao Prêmio Zilka Salaberry de Melhor Ator, com o espetáculo “Macunaíma uma história de amor”. No cinema, participou dos filmes “Irma Vap – O Retorno”, de Carla Camuratti, “Última parada 174”, de Bruno Barreto, “Pacified”, de Pax Winter (uma produção Brasil/EUA que ganhou, em setembro de 2019, o prêmio de Melhor Filme do Festival de San Sebastian, na Espanha), “Doidas e Santas”, de Paulo Thiago, e “M8. Quando a morte socorre a vida”, de Jeferson De. Na TV, atuou em projetos como as séries “A Turma do Pererê”, da TV Brasil, “A Lei e o Crime”, da Record, e “Questão de Família”, do GNT. Raphael também protagoniza “Homens”, do Comedy Central, ao lado de Fábio Porchat, Gabriel Godoy e Gabriel Louchard.

Sinopse

Quatro candidatos a uma vaga de executivo de uma multinacional se encontram para a fase final de testes seletivos. Enquanto aguardam, descobrem que estão sendo observados e que, na verdade, o teste já começou. Ao decorrer do tempo, vão sendo enviadas provas para que eles realizem em conjunto. A disputa vai ficando acirrada ao passo em que eles avançam. A competição é inevitável e expõe a verdadeira natureza de cada participante. O Método Grönholm é uma peça de diálogos extremamente inteligentes e ágeis, que explora o humor a partir do quão ridículo pode ser o ser humano em um ambiente competitivo.

Ficha Técnica 

Autor: Jordi Galceran

Tradução e Direção:

Lá

zaro Ramo

s

Cod

ireção:

Tati

ana Tibúrcio

Elen

co:

Luis Lobianco, George Sauma, Raphael Logam e Anna Sophia Folch

Figurino:

Tereza Nabuco

Direção de Arte:

M

auro Vicente Ferreira

Assistentes: Rogério Chieza e João Vithor de Carli

D

esign de Luz:

Ana Luzia Molinari de Simoni

Operador de Luz e Som: Hermes Ericeira

Operador de Som: Emerson Mendes

Fotos: Chico Cerchiaro

Fotos de cena: João Caldas

Tratamento de Imagem: Marisa Tomas

Vídeo:

Camisa Preta Filmes

Assistente de Produção:

Thais Pinheiro

Assessoria de Imprensa: Douglas Picchetti e Helô Cintra – Pombo Correio

Assessoria de comunicação: Evandro Rius

Produção Executiva:

Viviane Procópio

Direção de Produção:

Rada

més Bruno

Coor

denação Geral:

Anna Sophia Folch

Produção:

Cu

rumim Produções, LPLAZ Produções, e BR Produtora

Ideali

zação e Realização:

Lázar

o Ramos e Anna Sophia Folc

h

Serviço

O Método Grönholm, de

Jordi Galceran

Temporada: 6 de janeiro a 5 de fevereiro de 2023, às sextas e aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 18h

Teatro Copacabana Palace

– Av. Nossa Sra. de Copacabana, 261, Copacabana, Rio de Janeiro, RJ

Ingressos: Setor 1 – R$180 | Setor 2 – R$160 | Setor 3 – R$100*

*Meia-entrada disponível para todos os setores

Vendas online na plataforma Sympla

Gênero: Comédia

Classificação: 12 anos

Duração: 70 minutos

Capacidade: 332 lugares

Acessibilidade: espaço possui acessibilidade para pessoas com deficiências e mobilidade reduzida.

Redes sociais da peça (Twitter, Facebook, Instagram): @ometodogronholm

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via