Início » ‘Onde a História Termina’ fala sobre os dilemas da Geração X

‘Onde a História Termina’ fala sobre os dilemas da Geração X

por Redação
Marcos Felipe Delfino

Quatro jovens profissionais, em início de carreira, projetando grandes realizações enquanto se enredam em tramas passionais, ao mesmo tempo complicadas e divertidas, seguindo trajetórias diversas de autoengano e autodescoberta. Esse é o enredo do livro “Onde A História Termina”, de Marcos Delfino, lançado recentemente pela editora Maxie. A obra, a primeira do autor na ficção, é baseada em um roteiro para filme de longa-metragem escrito no final da década de 90. Uma “dramédia” romântica que retrata a Geração X com humor sarcástico, toques de fantasia e ironia. Os leitores têm a oportunidade de acompanhar as aventuras e desventuras de Rafael, Marina, Marcelo e Fernanda, que passam por uma das fases mais marcantes da vida: quando os sonhos nunca parecem impossíveis.

“Essa história começou a ser escrita no fim do século passado em formato de roteiro quando eu comecei a ter a ingênua pretensão de fazer cinema no Brasil. O título foi tomado emprestado da fantástica canção “Here’s Where the Story Ends”, da banda britânica The Sundays. Desde a primeira vez em que a ouvi, ficou evidente que ela deveria ser a música para os créditos finais. O filme, obviamente, nunca foi produzido. Mas o primeiro e único título do projeto manteve-se perfeito mesmo após 24 anos e, assim, resolvi iniciar os créditos finais do livro citando a música e ao mesmo tempo imaginando que filme maneiro seria”, diz Marcos. 

A respeito do tema que o livro aborda sobre os dilemas da Geração X, o autor afirma que os personagens estão correndo atrás de pagar as contas, como quase todo mundo. “A personagem que vive isso de forma mais dolorosa é Marina. Ela tinha acertado um patrocínio modesto para encenar uma peça teatral de sua autoria, mas o patrocínio cai. Como consequência, ela é obrigada a cancelar a peça. Esse contratempo tem um papel importante no relacionamento entre ela e Rafael, que também enfrenta dificuldades profissionais. Ele é um diretor de cena cujo principal interesse é realizar seus filmes. Mas seu ganha-pão é dirigir comerciais sem qualquer glamour e, pior do que qualquer outra coisa, filmar propaganda política. O que eu quero mostrar com essas histórias é que por mais que os personagens possam ser visto como privilegiados (um é diretor, outro é músico, uma é artista plástica e outra é de teatro), na verdade estão correndo atrás de pagar as contas como todos nós”, revela. 

Onde a História Termina

Segundo Marcos, uma das grandes reflexões que o livro propõe é do ser humano se colocar no lugar do outro. “Por mais que essa a mesma tecla já tenha sido batida infinitas vezes, o comportamento humano parece imutável nesse aspecto: temos imensa dificuldade em observar uma situação sob a ótica do outro. Essa é a origem de todas as brigas inconciliáveis. Dizemos que fulano e ciclano se tornaram incompatíveis. Mas isso não se dá por visões de mundo diferentes ou mesmo por opiniões divergentes. Isso todo mundo tem e sempre irá ter. O problema real é enxergar o problema exclusivamente pela ótica do seu umbigo”, diz. 

Comparando os dilemas da Geração X com os problemas das gerações mais recentes, o autor afirma que a geração atual está cada vez mais se aproximando do que está sendo chamado de “geração canguru”, ou seja, grupo de jovens entre 25 e 34 anos, que estão retardando a saída da casa dos pais. Para ele, essa situação permite que os novos jovens possam experimentar oportunidades sem a mesma pressão financeira vivenciada por quem não está mais vivendo com os pais.

O autor conta que a história está longe de ser baseada em fatos reais, mas experiências de fato vividas compuseram boa parte da matéria-prima que dá vida aos personagens. “Algumas das experiências foram vividas por mim e por outros dois amigos, o Marcial Renato e Daniel Mattos, fundamentais e indispensáveis desde meados dos anos 1990, quando começaram nossas alucinadas maluquices artísticas, que acompanharam capítulo a capítulo a redação desse romance”, conclui. 

Livro: “Onde a História Termina” (Editora Maxie)
Autor: Marcos Delfino 
Número de páginas: 224
Valores: R$ 21,99 (Versão Kindle) / Versão capa comum: R$ 39,90 
Vendas exclusivamente pela Amazon: https://bityli.com/cmByBB

O autor

Marcos Felipe Delfino possui graduação em Radialismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialização em Roteiro para Cinema pela Universidade Estácio de Sá. Já foi diretor artístico da produtora Demian e diretor de cena na Cinerama Brasilis. Atualmente, é Especialista em Regulação da Atividade Cinematográfica e o Audiovisual na Agência Nacional do Cinema  (ANCINE). Em 2012, lançou o filme de longa-metragem “Dia de Preto”, escrito, produzido e dirigido em parceria com Daniel Mattos e Marcial Renato de Campos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via