Orquestra Sinfônica Jovem do RJ receberá Antonio Meneses no Theatro Municipal

Um dos maiores nomes da música clássica contemporânea e considerado um dos melhores violoncelistas do mundo, o brasileiro Antonio Meneses é o convidado especial da Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro (OSJRJ), para o próximo concerto da Temporada 2023, que acontecerá no dia 24 de maio, quarta, às 19h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Antonio será o solista da apresentação, que contará com a regência de Claudio Cruz. Amigos de longa data, eles também vão celebrar a constante parceria em concertos dentro e fora do país.

No repertório, a “Abertura Festiva”, de Dmitri Shostakovich; o “Concerto para Violoncelo No. 1 em Dó Maior”, de Joseph Haydn; e a “Sinfonia No 5 em Mi Menor, Op. 64”, de Tchaikovsky. Os ingressos custam R$40 (plateia e balcão nobre), R$30 (balcão superior) e R$20 (galeria) e estão à venda no site do Theatro Municipal.

A OSJRJ, que também é residente da PUC-Rio, é formada por 55 jovens do Rio de Janeiro, em sua maioria moradores de comunidades, integrantes do projeto Ação Social pela Música do Brasil (ASMB). Esta é a primeira vez que a Orquestra se apresenta ao lado de Antonio Meneses.

“Será uma grande oportunidade, um verdadeiro sonho, para os 55 jovens que compõem a Orquestra de tocar ao lado de um dos maiores nomes da música clássica atual. Certamente, o público vai se emocionar com o concerto”, afirma Fiorella Solares, diretora da ASMB.

Radicado na Suíça, Antonio Meneses se dedica ao violoncelo há mais de 45 anos, tendo se apresentado com orquestras como a Filarmônica de Berlin, Concertgebouw Amsterdam, Sinfônica de Londres, Sinfônica da BBC, Israel, Nova York e São Petersburgo, e dividido o palco com maestros renomados, entre eles H. von Karajan, C. Abbado, R. Muti, R. Chailly, Mariss Jansons e Mstislav Rostropovich.

Repertório traz três dos maiores compositores de todos os tempos

A emoção vai tomar conta do público do Theatro Municipal com três aclamadas obras que serão executadas ao longo da noite. A primeira é a “Abertura Festiva”, de Dmitri Shostakovich (1906-1975), composta em 1954 em uma celebração soviética pela Revolução de Outubro. Com uma energia pulsante em tom de comemoração, a peça musical requer uma alta habilidade orquestral.

Em seguida, o “Concerto para Violoncelo No. 1 em Dó Maior”, de Joseph Haydn (1732–1809) aparece em destaque. Chamado por Mozart de “o pai de todos os compositores”, Haydn é um dos expoentes da tradição musical. A ele se atribui o estabelecimento do quarteto de cordas e da sinfonia clássica, por exemplo. A obra data de 1765 e sua partitura foi reconstituída a partir das partes orquestrais encontradas por um bibliotecário, em Praga, em 1961.

Já a imponente “Sinfonia No 5 em Mi Menor, Op. 64” foi composta por Tchaikovsky (1840 – 1893) entre maio e agosto de 1888 e estreou em novembro do mesmo ano, em São Petersburgo, sob a regência do próprio músico. O segundo movimento – com seu célebre solo de trompa – é um dos mais aclamados momentos da obra do compositor russo.

Programa:

DMITRI SHOSTAKOVICH (1906-1975)

Abertura Festiva

JOSEPH HAYDN (1732 – 1809)

Concerto para Violoncelo No. 1 em Dó Maior

I. Moderato

II. Adagio

III. Allegro Molto

Solista: Antonio Meneses (violoncelo)

PIOTR ILITCH TCHAIKOVSKY (1840 – 1893)

Sinfonia No 5 em Mi Menor, Op. 64

I. Andante – Allegro con anima

II. Andante cantabile, con alcuna licenza

III. Valse, Allegro moderato

IV.Finale, Andante maestoso – Allegro vivace

SERVIÇO:

Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro convida Antonio Meneses

Regente: Claudio Cruz

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/nº – Centro, Rio de Janeiro)

Data/Horário: 24 de maio de 2023 (quarta-feira)

Horário: 19h

Duração: 90 minutos

Valor: R$40,00 (plateia e balcão nobre), $30,00 (balcão superior) e $20,00 (galeria)

Ingressos antecipados: http://theatromunicipal.rj.gov.br/