Início » Patrocinada pela Eletronuclear, Flip Preta Paraty 2023 começa nesta sexta-feira (21)

Patrocinada pela Eletronuclear, Flip Preta Paraty 2023 começa nesta sexta-feira (21)

Evento é responsável por gerar renda para cerca de 600 moradores da região

por Jorge Rodrigues

Cerca de três mil pessoas são esperadas durante os três dias da Feira Literária de Paraty Preta, promovida pelo Quilombo do Campinho, a partir desta sexta-feira (21). O evento, que celebra, reafirma e dá visibilidade à cultura do povo negro, recebe o patrocínio da Eletronuclear, além do apoio do Sesc e da prefeitura. Com o tema educação antirracista, a Flip Preta 2023 marca o retorno presencial do evento após a pandemia de Covid-19 com lançamento de livros de autores pretos, shows, teatro, poesia, oficinas, saraus e rodas de conversa.

A iniciativa tem papel formativo fundamental para o combate ao racismo e proporciona o fortalecimento e a manutenção das expressões culturais negras dentro e fora da comunidade. Dessa forma, quilombolas e visitantes têm acesso à produção literária e às diversas formas de conhecimento. Além disso, o evento mobiliza parte da comunidade local e gera trabalho e renda para cerca de 600 moradores.

“O patrocínio da Eletronuclear é uma das ações que a gente desenvolve buscando o diálogo com as comunidades tradicionais. É uma relação baseada no respeito e escuta ativa. Estamos dispostos a construir soluções em conjunto”, pontua a chefe da Assessoria de Responsabilidade Socioambiental da Eletronuclear, Ana Beatriz Julião.

Entre os convidados para prestigiar o encontro estão a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, e o secretário de Políticas para Quilombolas, Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana, Ronaldo dos Santos.

A primeira roda de conversa do evento será sobre a Lei 10.639, de 2003, que inclui o ensino de história e culturas africanas e afro-brasileiras no currículo das redes de ensino. Com as presenças das educadoras Marileia Almeida, Givânia Maria da Silva, Laura Santos e do filósofo Renato Nogueira, a mesa debaterá a equidade na educação.

Outras três rodas contarão com mestres e mestras da cultura quilombola. Entre as temáticas estão a tradição e importância do conhecimento compartilhado pela oralidade, saúde da população negra e diáspora africana. A programação completa está disponível no Instagram oficial do Quilombo do Campinho.

Serviço

Data: 21 a 23 de julho de 2023
Local: BR-101, KM 588. Espaço do estacionamento do restaurante e no campo de futebol do Quilombo do Campinho, em Paraty (RJ)
Programação: https://www.instagram.com/p/CuklcAyJb5W/?igshid=MTc4MmM1YmI2Ng==

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via