Paulinho da Viola festeja 80 anos no palco do Qualistage

Data:

Paulinho da Viola canta samba porque só assim ele se sente contente. E assim, ao som da arte que defende há seis décadas, Paulo César Batista de Faria celebrará seus 80 anos, no dia 11 de novembro (o aniversário é no dia 12), no palco do Qualistage, na Barra.

Como assim 80 anos?

Pois é, o tempo passa como um rio na vida de Paulinho. O ano de 1942, que deu à MPB nomes como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Milton Nascimento, antes de chegar ao fim viu nascer o menino de Botafogo (porém vascaíno, é claro), filho do violonista e chorão César Faria e de dona Paulina, que cresceu ouvindo o conjunto Época de Ouro, integrado por Seu César, e conheceu o samba na União de Jacarepaguá, antes de chegar à Portela.

A soma do batuque sambista com a elegância do choro, além da companhia de bambas como Monarco, Nelson Cavaquinho, Manacéa, Elton Medeiros e Walter Alfaiate, rendeu uma obra com pérolas como “Argumento”, “Coração leviano”, “Para um amor no Recife”, “Para ver as meninas”, “Eu canto samba”, “Timoneiro” e muitas outras, sempre entoadas pela voz leve, quase sussurrada – eventualmente emprestada a canções de outros autores, como na clássica versão de “Nervos de aço”, de Lupicínio Rodrigues –, do cantor e mestre no violão e no cavaquinho. Ao lado de companheiros de banda históricos como Celsinho Silva (pandeiro e voz) e Hércules (percussão), além dos filhos João Rabello e Beatriz Rabello, Paulinho comemora 80 anos dando um presente ao Rio de Janeiro.

Últimas notícias

Leia também

Talvez você goste
Relacionada

Rock in Rio Lisboa começa hoje com edição especial que celebra os 20 anos de história

Faltam poucas horas para o início da histórica edição...

Vivo na Praia de volta a Ipanema

O projeto Vivo na Praia, promovido pela Vivo, está de...
Compartilhe
Send this to a friend