Início » Peça Brinquedos Consertados reestreia dia 14 no Teatro XP

Peça Brinquedos Consertados reestreia dia 14 no Teatro XP

por Redação
Peça Brinquedos Consertados

Consagrado por seus trabalhos para o público adulto, Domingos Oliveira escreveu apenas duas peças infantis. Foi o desejo de se comunicar com a filha Mariana, na época com quatro anos, que motivou Domingos Oliveira a adaptar para o teatro, em 1977, a peça Os Brinquedos Consertados, escrita inicialmente para TV, em 1963. Domingos considerava o teatro infantil um grande desafio e a peça surge da sua busca em conquistar e manter a atenção das crianças, “essa gente pequena maravilhosa, fonte de toda a sabedoria humana”.

Então, neste seu primeiro texto de teatro para o público infantil, Domingos procura a inocência do olhar da criança e apresenta uma dramaturgia fortemente influenciada pelas histórias de Hans Christian Andersen, de quem sempre foi admirador. Na história, Gepeto recebe três brinquedos quebrados que fugiram da casa onde viviam e querem ser consertados.

Ele aceita a tarefa, desde que os brinquedos retornem ao seu antigo dono, um menino pobre que gostava muito deles. Porém recuperados, os brinquedos escolhem seguir com um novo dono, que os trata muito mal, provocando uma reflexão sobre o que realmente importa na vida. Com isso, os três brinquedos decidem partir e retomam a jornada em busca do amor.

Depois do sucesso de público da última temporada, o espetáculo Brinquedos Consertados, dirigido por Fernando Gomes, reestreia no dia 14 de janeiro, sábados e domingos, 16h, no Teatro XP, e fica em cartaz até 12 de fevereiro, aos sábados e domingos, às 16 horas. A montagem resgata através do universo lúdico proposto, brinquedos simples e criativos, que despertam a fantasia infantil, propondo uma experiência mais sensorial e singela nas relações, onde o afeto se sobrepõe à imagem.

O diretor conta que ao mudar de casa e vasculhar suas gavetas, encontrou o texto que lhe foi entregue por Domingos há muitos anos atrás, quando trabalhavam juntos. Tanto tempo se passou e só agora, mais de três anos após a morte de Domingos, Fernando retorna às páginas digitadas pelo mestre. “Achar esse texto, nesse momento, pareceu um sinal para realizar o projeto”, diz Fernando.

Uma equipe de amigos-discípulos de Domingos se reuniu para levar Brinquedos Consertados ao palco. Marcela Nunes (que despertou para a carreira como fã do espetáculo Confissões de adolescente), Frederico Eça (filho do maestro Luizinho Eça e Lenita Plonczynski, que, durante o casamento de Lenita com Domingos, foi criado ao lado do mestre como filho) e Moisés Bittencourt (que começou como contrarregra no Teatro do Planetário, dirigido por Domingos de 1996 a 2001, e logo virou seu assistente de direção); dentre outros, compõem o time que torna realidade a proposta sensível do pai de Maria Mariana, autor do texto, nesta montagem que estreia em 2022. O espetáculo conta também com cenário e figurinos da premiada Clívia Cohen.

Domingos Oliveira disse que a inocência, como o amor – é um estado de alma que permite ver o mundo como ele é, como Deus o fez, e que todos nós a tivemos sob nossa posse.

Será que a peça Brinquedos Consertados alcançou a inocência que Domingos tanto procurou para se comunicar com a filha? Uma coisa é certa: como tudo que Domingos escreveu, a peça fala de amor, de relações, da vida. De amor à vida! Vamos conferir? Estão todos convidados!

Sinopse
O velho Gepeto tem uma oficina de brinquedos. Em uma manhã, ao receber o leiteiro, se depara com três brinquedos quebrados na porta de sua oficina. Ao trazê-los para dentro, como num passe de mágica, os brinquedos ganham vida e contam que viviam na casa de um menino pobre e que não tinha condições de consertá-los, então fugiram de lá. Gepeto então os conserta com a condição de que eles voltem para a casa do menino, que deve estar sofrendo com o sumiço dos brinquedos. Depois de prontos, os três se negam a voltar e então são vendidos a um outro menino, este muito rico, porém sem nenhum apreço pelos brinquedos que possui. Lembrando do carinho que tinham com o menino pobre, os três resolvem fugir novamente, mas dessa vez de volta aos braços do menino pobre, que os recebe com imensa alegria na noite de Natal!

Equipe Artística e Técnica
Elenco:
Felipe Fagundes
Frederico Eça
João Miranda
Lina Mello
Miguel Venerabile
Moisés Bittencourt
Haroun Abud (stand-in)
Lara Gay (stand-in)

Texto: Domingos Oliveira

Direção: Fernando Gomes
Direção de movimento e coreografias: Ana Magdalena
Assistente de Direção: Lara Gay

Iluminação e trilha sonora original: Frederico Eça
Gravação e Execução: Sigaud Homestudio

Cenários e figurinos: Clívia Cohen
Cenógrafo Assistente: José Cohen
Figurinista Assistente: Lucila Belcic
Aderecistas: Márcia Marques, William Marcelo e Adriana Dias
Costureiros: Francisca Sabóia, Selma Mantovani e Paulo Barbosa
Cenotécnico: André Salles

Visagismo: Matheus Pasticchi

Arte Design: Thiago Ristow

Contrarregra e Pinóquio: Phael Carvalho
Diretor de palco: Bené Benevides
Operador de Luz: Kelson Santos
Operador de som: Aline Monteiro

Assessoria de Imprensa: Leila Meirelles e Marcela Nunes
Redes Sociais: Marcella Rodrigues
Fotos de Divulgação: Edu Rodrigues

Direção de Produção: Marcela Nunes e Ricardo Fernandes
Realização: Mnunes Produções Artísticas

Serviço:
Peça: Brinquedos Consertados
Reestreia da temporada: 14 de janeiro a 12 de fevereiro – sábados e domingos, 16h

Teatro: XP – Jockey Club Brasileiro – Av. Bartolomeu Mitre, 1110 – Leblon,
Telefone: (21) 3807-1110
Ingressos: R$ 70 (inteira), R$35(meia)
Venda online: Pela plataforma Sympla
Duração: 50 minutos
Gênero: infantil
Classificação indicativa: Livre

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via