Pescados na Brasa: tem carimbó neste domingo

Pescados na Brasa - Adriana no Carimbó
Pescados na Brasa - Adriana no Carimbó - Foto: Berg Silva

O bar e restaurante paraense Pescados na Brasa, no Riachuelo, zona norte do Rio, promove neste domingo, dia 21 de maio, a partir das 13h, o já clássico carimbó na rua, que acontece uma vez por mês. Quem se apresenta nesta edição é o cantor Ton Rodrigues e o grupo regional Afroribeirinhos, com participação de DJ Letto. Saias de chita, tradicionalmente usadas na dança, ficam à disposição dos clientes que se animam para entrar na roda. A dica é chegar cedo – a casa abre às 11h –  para pegar mesa e poder aproveitar as delícias do cardápio. Enche!

Adriana Veloso
Adriana Veloso – Foto: Fabio Rossi

Além dos peixes na brasa e comidas típicas – vatapá paraense (com azeite de dendê, farinha de trigo, camarão seco e leite de coco, R$ 31,90), maniçoba (preparado com a folha da maniva e defumados de uma feijoada tradicional, servida com arroz e farinha de mandioca, a “feijoada paraense” – R$ 32,90), tacacá (tradicional tacacá, feito com tucupi, jambu, camarão seco, goma de tapioca, R$ 31,90) e açaí, que também podem vir juntos em pequenas porções no menu degustação (R$ 94,90) – a Piramoqueca Pai D’égua é outra maravilha preparada pela cozinheira Adriana Veloso. Se trata de lombo de pirarucu com molho de moqueca de camarão e banana da terra frita na manteiga, servido com arroz de coco e farofa (R$ 159,90 – para duas pessoas).

De entrada, sai da brasa um mix de camarão, lula, polvo e legumes na brasa com tempero especial do Seu Zé (R$ 29,90). Para a sobremesa, a torta de bacuri (feita com massa de biscoito, creme de bacuri e ganache de chocolate branco, finalizada com castanha do Pará – R$ 24,90, a fatia) e o pudim de cupuaçu com castanha do Pará (R$ 15,90, a fatia) são pedidas obrigatórias.

Para beber, tem cerveja, chope, vinho e uma carta de coquetéis cheia de ingredientes típicos, “para deixar de pavulagem”, desenvolvida pelo mixologista Thiago Teixeira. São cinco sabores arretados de caipirinhas, como tangerina, taperebá e pimenta de tucupi, batizado de No tucupi é refresco; limão e rapadura; maracujá e graviola; e cachaça de jambu, limão e tintura de priprioca (R$ 24,90, cada).

Entre os drinques autorais, destaque para o cupuaçu amigo (gim, suco de cupuaçu, limão e doce de cupuaçu – para comer ou misturar de colher, R$ 29,90), uma releitura do clássico caju amigo, e para o refrescante Treme Treme, uma mistura de cachaça de jambu com limão e água tônica (R$ 27,90), que tem ainda a dormência das folhas de jambu. O taperebá também virou gim tônica No Pitiú: gim, xarope de taperebá, água tônica e espuma de gengibre com páprica picante (R$ 35). E o Carimbó, leva gim, xarope de açaí, água tônica e espuma de gengibre com hibisco em pó (R$ 35).

Pescados na Brasa - Menu Degustação
Pescados na Brasa – Menu Degustação – Foto: Berg Silva

Um sábado por mês, a casa promove um super café da manhã regional, com tapioca, cuscuz, bolos e tortas (R$ 59,90 por pessoa, buffet livre), das 8h às 11h. A data é divulgada nas redes sociais (@pescadosnabrasa) na semana do evento.

Pescados na Brasa: Rua Vitor Meireles, 92 – Riachuelo. Tel.: 2239-9540 / 99359-4753. De terça a sábado, das 11h às 21h30. Domingo, das 11h às 18h. Aceita todos os cartões. Delivery próprio e iFood. https://pescados-na-brasa.goomer.app/menu

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui