Início » Presença Festival, momento de celebrar a diversidade, equidade e inclusão com arte

Presença Festival, momento de celebrar a diversidade, equidade e inclusão com arte

por Sarah Santana

O evento, que acontece nos dias 29 e 30 de abril e 01 de maio, conta com artistas de grupos
minorizados na cultura e na arte. Como sabemos, a cultura tem o conceito de “conjunto de conhecimentos, costumes,
crenças, padrões de comportamento, adquiridos e transmitidos socialmente, que
caracterizam um grupo social”. No Presença Festival, esse significado ganha um novo
simbolismo e se torna uma grande celebração à diversidade, equidade e inclusão.

“Desde os shows musicais, até às oficinas e bate-papos, o tema da diversidade permeia todo
o festival, que surgiu de uma inquietação pessoal em sentir que precisava contribuir de
alguma forma para o fim do preconceito contra quem é LGBTQIA+. Percebi que precisava
fazer a minha parte por uma sociedade menos preconceituosa e mais respeitosa. Não só com
a comunidade LGBTQIA+, mas com pessoas pretas, com mulheres em geral, com pessoas
com deficiências e outros grupos e pessoas minorizadas socialmente. Eu encontrei na arte e
na cultura o meu lugar de contribuição”
, explica José Menna Barreto, idealizador do Presença
Festival.

O Evento

Evento, que tem a curadoria dos artistas Dandara Mariana e
Caio Braz, é idealizado pelo publicitário e produtor cultural José Menna Barreto e pela Araucária Agência Cultural. O Presença Festival acontece nos dias 29 e 30 de abril e 01 demaio, em três locais: Circo Voador, Teatro Rival Refit e Centro
de Movimento Deborah Colke.

A atriz Dandara Mariana, uma das curadoras do projeto, explica como será sua participação:
“Vamos trazer para o Presença Festival uma quantidade enorme de artistas pretos e de
artistas mulheres, que são comprometidos e comprometidas contra o racismo e contra o
machismo. É importante para sociedade realizarmos um festival como esse, conscientizador
”,
esclarece a artista.

Dia 29/4: Uma programação de respeito!


A programação do Presença Festival começa em 29 de abril, no Circo Voador, a partir das
21h. Neste dia, há um line-up cuidadosamente definido pelos curadores, com artistas
renomados do eixo Rio-São Paulo e comprometidos com mensagens conscientizadoras.
A DJ Tamy Reis, expoente da cultura black music carioca, abre o Presença Festival. Em
seguida, a cantora baiana Larissa Luz faz o Headliner da noite, o cantor Rincon Sapiência mostrará o seu novo trabalho
“O Peso das Barras”.

A rapper Tássia Reis fará uma participação especial no show de Rincon Sapiência.
O encerramento da noite será com o grupo Samba Que Elas Querem, roda organizada por
mulheres musicistas que nasceu de um desejo de protagonizar o sexo feminino no cenário
do samba carioca. O show terá participação especial das atrizes Dandara Mariana e Jéssica
Ellen.
Nos intervalos dos shows, o coletivo artístico-literário Slam das Minas fará apresentações de
batalha de poesia autoral. Além da música, os frequentadores do Circo Voador poderão
conferir a exposição de fotografias do “Projeto Identidade”, apresentado pelo BNY Mellon.

Dia 30/4: Glamour e conscientização


No dia de 30 de abril é a vez da celebração à cultura Ballroom carioca, mostrando que essa é
bem mais que uma cultura de performances underground, mas um ato político de
resistência e celebração da diversidade. O Teatro Rival Refit será o local que receberá o
Presença Ferve Ballroom, que tem o apoio da HellBall e da House of Cazul, com o tema Disco
Elegance Mainstream Ball.
Os performers da Ball competirão entre si em diversas categorias, como Vogue, Runway,
Body, entre outras, em busca de premiações e títulos. Além das performances, haverá
também apresentações dos DJs Gui Serrano, Fernanda Fox e Pambelli. Junto com esse
timaço de DJs, uma diva underground também se apresentará. Urias será o show principal
da noite, e trará toda sua irreverência e sonoridade únicas para o Teatro Rival Refit.


Dia 01/5: Diversidade e arte para todos!


O Presença Festival será encerrado no dia 01 de maio com o Mundo Presença, no Centro de
Movimento Deborah Colker, na Gávea. Neste dia, haverá oficinas gratuitas de dança (Afro,
Stiletto, Vogue), música (Carimbó, Xequerê e Ganzá), literatura, entre outras, além de uma
feira de gastronomia e arte, assinada pelo Mercado Livre.
Uma exposição também será montada, onde trabalhos de artes visuais de artistas da
vanguarda da arte carioca serão apresentados, entre eles Edu Ribeiro, Rafa Moreira e Clara
Rio Branco.
Profissionais mulheres renomadas e representativas estarão entre as ministrantes das
atividades, como na Oficina de Roteiro com Luh Maza, a primeira roteirista trans negra da
TV brasileira, e no Masterclass Cinema Negro Feminino, a ser dado por Rosa Miranda,
primeira mulher negra, no Brasil, a se formar em licenciatura no curso Cinema & Audiovisual
da Universidade Federal Fluminense.
O dia também terá a exibição dos curtas-metragens “Simples Assim”, de Felipe Cabral,
diretor e idealizador do FESTU (Festival de Teatro Universitário), “Sem Asas”, com direção de
Renata Martins, e “Tea for two”, de Julia Katharine. O roteirista e as duas diretoras irão se
reunir para um bate-papo cujo tema é “Cinema e Representatividade” para falarem sobre a
importância da representatividade no mercado audiovisual.

Quem levar um quilo de alimento não perecível terá ingresso solidário, de acordo com o valor de cada lote. Os
alimentos que forem arrecadados serão doados para a Casa Nem, casa carioca de acolhimento LGBTQIA+.

O comunicador e influenciador Caio Braz faz coro com Menna e Dandara sobre a importância
de uma curadoria que dê visibilidade aos grupos minorizados:

Eu sou um homem gay nordestino, sei bem as camadas que o preconceito pode adentrar e machucar. Estamos em
pleno 2022 e ainda vemos casos graves de violência contra pessoas LGBTQIA+, contra
pessoas pretas, contra mulheres. O Brasil é o país que mais mata travestis e pessoas trans no
mundo. As pessoas ainda morrem por serem quem são. Precisamos de mais caminhos
conscientizadores na sociedade, para que essas coisas não aconteçam mais, e a cultura é um
dos principais deles”,
sinaliza Caio.


Mais informações sobre o Presença Festival podem ser obtidas no site
www.presencafestival.com.br

Serviços e Valores

De: 29, 30 de abril e 01 de maio

Dia 29/04 – R$50 ( haverá ingresso solidário )

Dia 30/04 – R$ 20

Dia 01/05 – GRATUITO ( Sujeito a lotação do espaço, devendo ser retirados também no site do festival .)


Ingressos: www.eventim.com.br e www.presencafestival.com.br


Locais:
Dia 29/4 – Circo Voador (Rua dos Arcos, s/n — Lapa)
Dia 30/4 – Teatro Rival Refit (Rua Álvaro Alvim, 33 — Cinelândia)
Dia 01/5 – Centro de Movimento Deborah Colker (Praça Santos Dumont, 2 — Gávea)
Informações: www.presencafestival.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via