Início » Restaurante Arab – culinária levantina comandada pela chef Vivian Arab consolida sucesso na Zona Sul do Rio

Restaurante Arab – culinária levantina comandada pela chef Vivian Arab consolida sucesso na Zona Sul do Rio

No Leblon, chef inovou com cardápio especial intitulado "Botecagem das Arábias"

por
Restaurante Arab

Chipre, Jordânia, Líbano, Israel, Iraque, Síria, Marrocos, Egito e Turquia são alguns dois 15 países que englobam a gastronomia Levantina. Você conhece?

É a culinária do Oriente Médio – culinária essa que a chef Vivian Arab (sobrenome que por coincidência do destino herdou do seu pai), do Arab, conhece como a palma de sua mão. Filha de pai sírio e mãe libanesa, possui em seu DNA essa gastronomia rica em sabores e texturas. No Arab, os comensais podem se teletransportar direto para lá através da decoração e das receitas de família. 

Por mais milenar que a culinária árabe seja, a chef desbrava o território levantino mostrando essa gastronomia de uma forma muito mais contemporânea. Como ela diz, cursou a “universidade doméstica”, foi atrás de suas heranças e pediu para que cada mulher de sua família passasse para ela os segredos dessa cozinha. Assim, durante 10 anos, foi cultivando a fome pela gastronomia milenar. Um capítulo à parte é o pão árabe artesanal: feito na hora – um a um – por um cozinheiro exclusivo sempre que o comensal pede, e detalhe – sem açúcar ou aditivos químicos. O Arab é assim: gastronomia perfeita para todos os semitas.

“Botecagem das Arábias” 

O restaurante Arab apresenta um menu descontraído através de uma seleção de petiscos típicos da culinária árabe perfeitos para comer com a mão, como as bem temperadas linguicinhas de cordeiro acebolada (R$47), as fofinhas  burekas de queijo (R$44), os deliciosos bolinhos de peixe que surpreendem com raiz forte (R$52). Já as Varenikes é uma massa levinha e saborosa cozida e recheada com batata, molho de creme de leite fresco e cebolas fritas (R$59). O crocante pastel de carne (R$36,50) é perfeito para o happy hour, assim como as deliciosas sardinhas marinadas com creme e cebola (R$45); já os mini quibes tradicionais de carne ou carne catupiry (R$37) chegam à mesa quentinhos, a exemplo das mini esfihas abertas folheadas de carne ou ricota (R$37), além da opção com carneiro (R$46) e as Kaftas de cordeiro (R$23), de frango (R$18) e de picanha (R$20?). Em clima de descontração carioca, a botecagem das arábias fica mais especial, com os drinks da casa, cerveja e chope.

Restaurante Arab

Restaurante Arab

Sanduíches das arábias: Um capítulo à parte 

Também perfeitos para comer com as mãos no melhor estilo botecagem, os sanduíches do Arab são um capítulo à parte. Vale ressaltar que todos são feitos no legítimo pão pita sem açúcar. Intitulados com nomes divertidos, são 10 opções:

O leve Mil e uma noites leva quibe cru, pasta de coalhada seca, pasta de grão de bico e tabule (R$42). Um dos grandes sucessos da casa é o inusitado Cheese Kafta, feiro com pão pita no forno recheado com kafta de carne ou frango e muçarela de búfala (R$43).

Já o Faixa de Gaza é feito com carneiro ao molho enrolado em pão pita com tomate, hortelã e cebola ao forno (R$44) e o Bagdá em Chamas com filé mignon com tomate, cebola, mussarela de búfala grelhada com molho de tahine no pão pita ao forno (R$43).

Entre as opções vegs estão o Jardim do Edem feito com falafel (bolinhos de grão de bico com especiarias), alface, tomate, hommus e molho tahine (R$43) e o refrescante Falafel que também leva o bolinho de grão de bico, pastas de grão de bico, tabbule e molho taratur (R$42).  Todos de comer rezando!

Café da Manhã: Autêntico e saboroso
Servidos todos os dias das 9h às 11h30 através de combos, sanduíches e sugestões à la carte. São oferecidos desde o Laban – coalhada síria com mel (R$18), Labne – iogurte sírio (R$22), Manoushe de carne, frango com catupiry e mussarela de búfala – esfiha aberta (R$12), Bureka de queijo – pequenos pastéis feitos no forno (R$5) e Chambusak – esfiha tradicionais de carne (R$4,50) até combinados, como o Café Turco, que chega à mesa com  café, leite ou chá, coalhada com frutas secas, bureka, chambusak e pita artesanal (R$38), o Café Bagdá, composto por café, leite, suco de laranja, manoushe grande aberta, coalhada e pita com záhtar (R$37), além de outros combos.  

Uma dica: não deixe de degustar esse delicioso café da manhã das arábias!

Almoço 

Durante o almoço, uma experiência Levantina de verdade! Afinal são mais de 100 receitas que comprovam toda a riqueza dessa culinária – disponíveis no buffet, mantendo a tradição da legítima mesa árabe. Dentre as opções estão: Mussak – Berinjela grelhada com carne e molho de couve-flor, kibe cru, arroz de aletria, frango defumado com damasco, Pilaf: arroz de cordeiro, hortelã, canela e grão de bico, maçãs assadas com damasco, esfihas variadas e muitas outras.

Mezzes 

No à la carte o menu é variado com pratos tradicionais e autorais – a comida levantina é a estrela principal. O comensal pode optar por cordeiro, carnes, peixes, kebbabs, mehches (recheados) e os mezzés (a partir de R$76), que são pratos para serem compartilhados em grupo, além de pratos da culinária Judaica, Sírio-libanesa e Marroquina. Destaque para as saladas, com 3 opções: Fattouch da casa – Alface, pepino, cebola, tomate, queijo feta, azeitonas pretas no alho e limão com torradas de pão pita (R$38), Tabbule de couscous marroquino – Sêmola, açafrão, tomate, hortelã e damasco (R$39) e Tabbulle à moda antióquia – trigo, pimentão cebola, salsa e cebolinha (R$39). Levíssimas, são excelentes opções de acompanhamento. 

Doces 

A viagem pelo Oriente Médio continua nas opções de sobremesa do menu! Os doces são feitos na casa, assim como os folhados e todo o tipo de massa. Destaque para o Kneife de nozes e tâmara (R$15), Massa folhada, damasco e queijo de cabra charolais (R$15) e Kneif de figos frescos com queijo cabra e sorvete de pistache (R$25). Vale ressaltar que alguns doces contam com a versão diet. 

Sobre a Chef Vivian Arab   

Chef Vivian Arab

Chef Vivian Arab

Ela carrega com orgulho o sobrenome do pai, tanto que o emprestou para o seu tradicional restaurante de cozinha árabe – o Arab. Filha de pai sírio, que chegou ao Brasil com a mãe

e mais dois irmãos fugidos da guerra – e mãe libanesa, Vivian Arab leva na veia a aptidão para os negócios e para a culinária, já que o pai era comerciante e sua mãe cozinheira.

No auge dos seus 70 anos – com 25 dedicados a psicanálise e 27 à gastronomia – ela se prepara para mudar de ares. No primeiro semestre deste ano leva seu tradicional Arab da Lagoa para uma localização mais charmosa, dessa vez no Corte do Cantagalo, com direito a churrasqueira à carvão de onde sairão seus apetitosos espetinhos.

Tudo começou em 1996, quando abriu seu primeiro restaurante em Ipanema – eram apenas três mesinhas onde já servia em esquema de buffet. Logo precisou de um espaço maior e se mudou para a Av. Atlântica, em Copacabana. Em 2000 foi para a Lagoa, onde foi pioneira, e em 2022, a loja da Atlântica foi para o Leblon. Em ambos os endereços permaneceu por mais de duas décadas.

Serviço: 

Restaurante Arab 

Avenida Ataulfo de Paiva,1060 – Leblon.
Tel: (21) 2235-6698

(21) 2235-1884

Horário de funcionamento: 
Segunda-feira a Domingo, das 09h à 23:30h.

IG: @restaurantearab

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via