Restaurantes do Rio investem em cardápio típico da roça até o final de julho

Camarão crocante com salada de manga -

Junho é um mês para lá de especial! Mais uma de nossas heranças portuguesas, a Festa Junina é um dos momentos mais aguardados do ano pelos brasileiros. Recheada de comes e bebes mais que apetitosos, a festividade é marcada por quitutes ideais para esquentar o corpo e a alma. Talvez por isso haja motivos para comemorar durante o mês todo e até mesmo fazer uma farra tardia. Pensando nisso, alguns dos principais restaurantes do Rio entram no clima do arraiá e investem no cardápio típico da roça para o carioca de fartar até o final de julho.
 
No Terra Brasilis, por exemplo, charmosamente localiz ado na Praia Vermelha, com vista frontal para dois dos cartões postais mais famosos do Rio, o Bondinho e o Pão de Açúcar, o talentoso chef Gamarra Souza, que assina com maestria tanto o buffet de almoço quanto o à la carte da casa, capricha na preparação da irresistível combinação da macia Carne de sol de contra filé acebolada, puxada na manteiga de garrafa e acompanhada de crocantes cubos de aipim frito e queijo coalho douradinho (foto) (R$40). Hum…
 
Seguindo o percurso, entra em cena o tradicional Adega do Cesare, em Copacabana há 53 anos, reduto de boa culinária e ponto de encontro de famílias, que frequentam o restaurante há gerações. Por lá, a dupla de chefs João Ribeiro e José Alcantara prepararam com maestria a suculenta Dobradinha (R$46) ( foto), o prato de origem portuguesa é feito com uma criteriosa seleção de carnes, feijão branco e temperos, escoltada por arroz branco soltinho; o delicioso sabor de interior também está presente na clássica mistura da tenra Carne seca dessalgada e bem temperada com purê de abóbora (R$55) (foto), servida com arroz branco e farofa douradinha; e na brasileiríssima Rabada (R$76), suculento guisado ao qual se adicionam verduras e legumes, como tomate, cebola e pimentão, juntamente com temperos frescos e secos, guarnecido de com agrião e cremosa polenta. Dos deuses!
 
Já em Benfica, o Zinho Bier, com tradição desde 1998 em servir cortes na brasa, como a consagrada costela no bafo, a confortável e espaçosa casa de dois andares, conta com um cardápio bastante variado, surpreende preparando a Vaca atolada, um delicioso creme de aipim preparado com a costela de boi da casa servido com torradas (R$22) (foto). O restaurante também oferece a saborosa Carne seca desfiada com cebola acompanhada de crocante aipim frito da casa (R$50) e o dourado queijo coalho temperado com orégano (R$23,50) (foto). Ambas as iguarias são servidas estalando na pedra.

 
Partindo para um lugar mais intimista na cidade, na bucólica Fonte da Saudade, Lagoa, o oásis da boa gastronomia franco-brasileira, Guy Restaur ante, sob o comando chef Jefferson Pacheco, entra no clima festivo servindo o surpreendente Gaspacho de queijos brasileiros defumados (R$48) (foto) , que traz delicioso mix de queijos com tomates-cereja e marcante sorvete de tomate e manjericão. Sem palavras!
 
E quando o assunto é restaurante japonês, não pense que eles ficarão de fora da festa. No Yumê, por exemplo, considerado um dos melhores do Rio e que ocupa um belíssimo casarão no Jardim Botânico, a sugestão da dupla de chefs Raimundo Fernandes e José Pontes é o Camarão crocante com salada de manga (R$26) (foto), irresistível camarão empanado em nozes, amendoim e flocos de milho. Delícia!
 
Enquanto isso no Azumi, um dos mais tradicionais do Rio e que imprime toda uma cultura familiar japonesa, a sugestão da família Ohara é o Natto ae (R$25 / R$35), uma delicada homenagem à uma festa tão tipicamente brasileira. Uma fonte vital de nutrição no Japão feudal, a entrada à base de quiabo e soja fermentada é rica em proteínas. Para alguns, o natto é único devido ao seu poderoso cheiro, sabor forte e consistência viscosa.
São tantas opções que só de pensar dá água na boca!
 
Serviços:
 
Terra Brasilis
Praça General Tibúrcio s/n, Urca – 2275-4651
Quilo: Seg à sex, das 11h30m às 15h30m. Sáb, dom e feriados, do meio-dia às 16h. À La Carte: Seg à dom, das 11h30m às 00h.
Seguir: @restauranteterrabrasilis

Adega do Cesare
Rua Joaquim Nabuco 44, Copacabana – 2523-1429 / 2523-0467
Seg à dom, das 11h às 01h. 
Seguir: @adegadocesare

Zinho Bier
Rua São Luis Gonzaga, 2330/2334 – Benfica – (21) 3890-1704
Seg. das 11h às 16h; Ter. a qui. das 11h às 22h; Sex. e Sáb. das 11h às 01h; Dom. das 11h às 21h.
Seguir: @restaurantezinhobier

Guy Restaurante
Rua Fonte da Saudade 187, Lagoa – 3549-8307 / 3529-8640
Seg à quin, das 11h às 23h. Sex, das 11h à meia-noite. Sáb e feriados, das 8h à meia -noite. Dom, das 8h às 21h. 
Seguir: @guyrestaurante 

Yumê
Rua Pacheco Leão 758, Jardim Botânico – 3205-7321.
Seg, do meio-dia às 15h30m; e das 18h à meia-noite. Ter a quin, do meio-dia às 15h30m; e das 18h à 1h. Sex e sáb, do meio-dia às 2h. Dom, do meio-dia à meia-noite.
Seguir: @restauranteyume

Azumi
Rua Ministro Viveiros de Castro 127, Copacabana – 2295-1098
Dom a quin, do meio-dia às 15h; e das 19h à meia-noite. Sex e sáb, do meio-dia às 15h; e das 19h à 1h.
Seguir: @azumirestaurante

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here