Início » Rock in Rio 2022: Encontro de gerações conecta 1985 a 2022

Rock in Rio 2022: Encontro de gerações conecta 1985 a 2022

por Redação
Capital Inicial

Festival tem reunido público de diversas idades, que dividem memórias marcantes entre as 22 edições realizadas até hoje

The Town tem ação realizada na Cidade do Rock, com participação do Prefeito de São Paulo e anuncia nova data

Um grande encontro de gerações. Assim tem sido esta edição do Rock in Rio, que reúne pessoas de todas as idades e muitas famílias, realizando o sonho de estarem juntas no maior festival de música e entretenimento do mundo. Seja para assistir aos shows ou aproveitar as inúmeras atrações da Cidade do Rock, quem passa por aqui tem a garantia de colecionar momentos que vão marcar a memória para o resto da vida. As apresentações não decepcionaram quem chegou cedo para curtir o dia. No Sunset, uma homenagem à edição de 1985 reuniu artistas como Alceu Valença, Blitz, Elba Ramalho, Ivan Lins e Pepeu Gomes. Jão também passou pelo espaço com um show histórico e tributo ao Cazuza, com participação de Lucinha Araújo, além da esperada Avril Lavigne.

No Palco Mundo, Capital Inicial fez o primeiro show com a energia que sempre levanta o público da Cidade do Rock. Uma das atrações mais aguardadas da noite, o headliner Green Day entregou uma apresentação icônica logo em sua estreia no Rock in Rio, com a participação de fãs sortudos que foram convidados a subirem ao palco no decorrer do setlist da banda americana. O New Dance Order foi outro destaque do dia. O palco dedicado à música dançante trouxe nomes importantes do cenário eletrônico como Rica Amaral, o pioneiro do psy trance no Brasil.

New Dance Order é destaque no Rock in Rio

Durante todo o dia, o palco apresentou uma conversa entre os diversos estilos da eletrônica, começando com o progressivo e o house, passando pelo classicismo e aumentando os BPMs com Rica Amaral, Vegas e Paranormal Attack, e Blazy, todos do universo de trance, gênero que originou a música eletrônica no Brasil. “Fizemos uma noite deste gênero em 2019 e agora em 2022, e os fãs têm devolvido muito bem esse espaço que o Rock in Rio tem aberto”, conta Cláudio Miranda, diretor artístico do palco.

Para ele, os pontos altos do palco nos primeiros cinco dias de festival foram as apresentações dos DJs Ben Böhmer, Adriatique e Lost Frequencies. “O Ben Böhmer era um artista com muita expectativa e ele entregou incrivelmente, não tem como não destacá-lo”, revelou. Além disso, outro ponto marcante foi o corpo de bailarinos que compõem os shows da noite. Segundo ele, “com o corpo de bailarinos do Espaço Tápias, presente em diversos momentos como no show de encerramento, mostramos muita diversidade, muito talento e, sem sombra de dúvida, muita dança”. Ao todo, são 16 bailarinos que se apresentam durante os shows da noite.

Esta noite, o destaque foi o Dj Rica Amaral. Um dos grandes nomes do psy trance no Brasil falou um pouco sobre sua expectativa de retornar ao palco do Rock in Rio. “É muita emoção e muita honra também de ter sido convidado. É muita satisfação poder olhar para trás e ver que, nesses 20 anos, eu consegui me manter com a minha arte, com a música”, celebra. O artista se apresentou com um setlist intenso com as fortes batidas típicas de seu repertório.

Para os próximos dias, o público pode esperar um dos três nomes mais aguardados de todo o festival – o DJ Kaskade, que vem se mantendo no topo da música eletrônica há muitos anos e se apresenta neste sábado (10). O New Dance Order também estará envolvido na ação deste domingo, que trará apenas mulheres em todos os palcos. Comandando a parte eletrônica do dia, se apresentarão nomes como Blondish, Anna e Aline Rocha. Para Cláudio, “esse dia vai ser muito marcante e especial. Então pode vir que vai ter muita festa no New Dance Order!”.

Encontro de gerações marcam esta edição do Rock in Rio

A marca Rock in Rio desperta muitos sentimentos e lembranças no público e, este ano, tem sido comum ver pessoas que têm uma história em comum com o festival. Marcia Gomes de Paulo, 56, historiadora, esteve em todas as edições do festival. “Para mim, estar aqui é uma grande viagem para 1985, quando vi o primeiro show de rock da minha vida. É muito emocionante e ainda me dá a possibilidade de conhecer artistas novos, como foi o caso do Jão que eu achei sensacional — principalmente quando ele fez a homenagem ao Cazuza”, conta. Já André Przewodowski, 62, representante de vendas, que começou a namorar a atual esposa no Rock in Rio de 85 e hoje retorna para assistir ao show do Billy Idol. “A estrutura de hoje em dia é muito diferente daquela época. O festival é bem maior, com diversos palcos. Está sendo uma experiência muito legal voltar depois de tanto tempo. É uma pena que minha mulher não tenha conseguido vir comigo hoje para relembrarmos os velhos tempos”, diz.

As famílias também têm comparecido em peso ao festival. Carolina de Jesus Brugnera, 22 anos, fotógrafa e estudante do curso de design de moda; Patrícia Cristina de Jesus, 42 anos, bancária; e Jorge Luís Brugnera, 68 anos, administrador e advogado, são da Cidade Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, e estão no Rock in Rio Brasil pela segunda vez. “Somos amigos e nós passeamos muito e, inclusive, estudávamos na mesma faculdade no Rio Grande do Sul. Ela moda e eu o curso de direito”, contou Jorge Luís. Já a mãe, Carolina, diz que a aposta da filha hoje é o show do Fall Out Boy. “Ela sempre escolhe o dia e as atrações e nós fazemos questão de acompanhá-la, pois gostamos de música e entretenimento, comenta.

Sunset tem homenagem à edição de 1985, show histórico de Jão e a headliner Avril Lavigne

Os fãs mais antigos do Rock in Rio receberam um grande presente no início da noite de hoje. Da lama para a grama, o Sunset foi palco do show “1985: A homenagem”, com artistas que se apresentaram na lendária primeira edição e novos nomes da música — representando a mistura de gerações tão presente no festival. Alceu Valença empolgou o público com clássicos como “Morena Tropicana” e “Anunciação”. Andreas Kisser, do Sepultura, tocou com Evandro Mesquita e a Blitz, dando uma roupagem mais rock n’ roll à música “Você não soube me amar”. Agnes Nunes dividiu o palco com Elba Ramalho em “Chão de Giz”. O encerramento ficou por conta de Luísa Sonza que, acompanhada por Andreas Kisser, reproduziu a icônica apresentação do Queen com “Love of my life”. O show foi acompanhado de perto pelo criador e presidente do Rock in Rio, Roberto Medina, que começou assistindo as apresentações de cima do palco e, logo na sequencia, foi para a parte da frente ao lado de Zé Ricardo.

A grande surpresa do dia ficou por conta de Jão e seu show que será lembrado por muito tempo. O artista e uma orquestra formada por cerca de 20 músicos se dividiram em plataformas que ficaram suspensas para um tributo ao Cazuza que teve início com “Exagerado” e seguiu por “Codinome Beija-flor”, “O tempo não para” e “Pro dia nascer feliz”. Quem também surgiu no palco foi Lucinha Araujo, mãe de Cazuza”, que recebeu todo carinho e aplausos do público. Os fãs que esperavam um espetáculo repleto de hits não se decepcionaram e cantaram junto em “Idiota” e “Essa promessa eu fiz para o nosso amor”.

Uma das apresentações mais aguardadas do Palco Sunset nesta edição de 2022, a headliner da noite, Avril Lavigne, arrastou uma multidão de fãs para um show repleto de hits. A canadense mesclou músicas mais recentes, como “Bite Me” e “Love It When You Hate Me”, com grandes sucessos de sua carreira, como “Complicated” e “Sk8ter Boy”. Ovacionada pelos fãs que a aguardavam ansiosos desde as aberturas dos portões, Avril encantou toda a plateia que lotava o espaço.

Também subiram ao palco hoje Di Ferreiro e Vitor Kley, que abriram os trabalhos no Sunset com sucessos das carreiras dos dois artistas, que juntos gravaram a música “Intensamente”, lançada em fevereiro deste ano.

Palco Mundo recebe grandes nomes rock mundial

Capital Inicial foi a primeira banda a se apresentar na noite de hoje no Palco Mundo. Com uma energia contagiante, o vocalista Dinho Ouro Preto mais uma vez dominou o público da Cidade do Rock. O setlist repleto de sucessos da banda faz parte da turnê comemorativa dos 40 anos de carreira da banda, que colocou todo mundo para cantar junto com som de “Primeiros erros”, “Que país é esse” e “Fátima”, entre muitos sucessos. Em seguida, do veterano Billy Idol se apresentar. Conhecido como o “avô do emo”, o inglês de 66 anos que comemora 46 de carreira, trouxe muita nostalgia ao festival com canções como “Wedding”, “Dancing with myself” e “Rebel Yell”.

Um ícone hardcore melódico, Fall Out Boy se apresentou pela segunda vez no Palco Mundo. Um dos mais tradicionais grupos do pop emo dos anos 2000, a banda americana que tem Patrick Stump como um dos vocalistas, cantou sucessos de seus sete álbuns e empolgou o público. Ao fim do show, com o calor da apresentação, o baixista Pete Wentz se jogou na plateia e agitou os fãs que estavam na grade.

Super à vontade no Palco Mundo, os britânicos do Green Day entregaram uma apresentação marcante com sucessos que fizeram parte da trilha sonora de toda uma geração e seguem contagiando o público. Ao longo do show, os músicos convidaram uma fã para dividir o microfone com eles e cantar “Know Your Enemy” para a multidão que acompanhava atentamente os headliners da noite. Outro momento emblemático, foi quando o empolgado vocalista Billie Joe Armstrong chamou um casal para subir ao palco para realizar um pedido de casamento. Incansável em sua estreia no Rock in Rio, Green Day fechou a noite do dia 9 de setembro com chave de ouro.

GamePlay Arena recebe o streamer Casimiro

O dia foi animado na Gameplay Arena. O espaço, que foi palco da grande final do CBCS Master Festival 1XBET, reuniu fãs dos eSports que acompanharam de perto a disputa. A equipe Arctic levou a melhor contra o Daotsu VEBT, vencendo por dois mapas a um.

Nesta sexta-feira, o segundo maior streamer do Brasil, Casimiro Miguel, esteve presente na GamePlay Arena, na streaming zone, e contou com a participação dos seus amigos, que também curtiram o festival. Os influenciadores Chicoin, Beltrão, Pig e Maciel mostraram conteúdos feitos diretamente do maior festival de música do mundo.

Roberto Medina e prefeito de São Paulo participam de coletiva sobre festival The Town

Em clima de muita celebração nesta sexta-feira, o Rock in Rio também foi marcado pela coletiva de imprensa de The Town, novo festival de música, arte, cultura e entretenimento inspirado na grande São Paulo. No encontro, Roberto Medina, presidente dos festivais do Rio e de São Paulo, recebeu o Prefeito paulista Ricardo Nunes para uma simbólica “passagem de bastão” no Domo de The Town, localizado dentro da Cidade do Rock. Entre as novidades, está a alteração de uma de suas datas para se adequar ao calendário da cidade, antes marcado para o dia 8, o festival passa para o feriado de 7 de setembro. Com isso, o evento passa a acontecer dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro de 2023, no Autódromo de Interlagos. No encontro, Roberto Medina, presidente dos festivais do Rio e de São Paulo, recebeu o Prefeito paulista Ricardo Nunes para uma simbólica “passagem de bastão” no Domo de The Town, localizado dentro da Cidade do Rock. The Town já conta com Iza e Criolo como atrações confirmadas no line-up. Serão mais de 235 horas de música e mais de 550 artistas na primeira edição de The Town.

Durante a coletiva, Roberto Medina, criador e fundador de Rock in Rio e The Town, compartilhou da sua alegria com este novo momento. “Esse ano está sendo muito especial, emocionante para mim. Coloquei a primeira semente desse sonho lá atrás. Quando vejo as pessoas emocionadas, eu vejo que esse é o Brasil de verdade. E a música tem um papel extraordinário nisso – a música une. Isso aqui é de longe o maior projeto de música, junto com o Rock in Rio, e me orgulha ver este sonho se tornar realidade mais uma vez”, comenta Roberto Medina, criador e fundador do Rock in Rio e do The Town.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, também destacou a importância do evento para a cidade de São Paulo e parceria com os organizadores do Rock in Rio. “Queremos transformar o Brasil no país do entretenimento, realizar o maior volume de eventos e alta qualidade. Tenho certeza de que todos estarão em São Paulo ano que vem vivendo momentos de muita emoção e muita alegria. São Paulo agradece e está comprometida com esse país”, afirma Nunes.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via