Início » Sozinha no palco, Simone chora e canta parabéns para Simaria

Sozinha no palco, Simone chora e canta parabéns para Simaria

por Higor Garcia

A primeira apresentação após afastamento de Simaria foi na Festa do Tomate, em Paty do Alferes

O aniversário de Simaria não passou em branco, apesar de ela não estar presente no palco ao lado da irmã, após ter sido afastada por motivos médicos. A coluna LeoDias esteve na apresentação em Paty do Alferes na última quinta-feira (16/6), onde Simone falou sobre a data após cantar cerca de dez músicas.

“Hoje é o dia oficial do aniversário dela. E nós gostaríamos de fazer uma homenagem pra ela. Traz o bolo da Simaria pra mim, vai”, pediu a cantora. Enquanto sua equipe trazia um bolo, que continha uma miniatura de Simaria de vestido vermelho, ela seguiu com o discurso e ficou emocionada.

“Vocês não imaginam como é difícil. Você sabe o que é passar a vida inteira desde os seus seis anos de idade cantando com a metade da sua vida? Você sabe o que é Deus preparar o ventre de uma mulher, chamada dona Mara e Deus abençoar com o dom de ter duas meninas, que saíram do interior e moravam em barraco de lona pra ir buscar o sonho de cantar, de viver?”, desabafou.

“E chegar numa altura dessa da nossa história e por motivos de saúde ter que ficar sem a minha metade é muito difícil.”

O fim do discurso veio com uma mensagem direta para Simaria: “Mas eu quero deixar esse dia do seu aniversário, minha irmã, registrado. Que independente das nossas diferenças, você é a coisa mais importante da minha vida. O amor que eu tenho pela sua vida é tão grande, mas tão grande que eu sou capaz de dar a minha vida por sua vida. Eu espero nesse momento que você esteja vendo esse vídeo, que você receba o meu amor de longe e o amor dessas pessoas lindas aqui desse evento lindo pra cantar nesse dia pra você. Vamos cantar com alegria agora? Chega de chorar, né?”.

Logo em seguida, Simone puxou um parabéns para Simaria com o público.

“Parabéns, minha veinha. Deus te abençoe, te encha de paz e alegria. E já, já eu tô voltando pra casa pra te encher de beijo, de amor e carinho”.

Reportagem de Adalberto Neto e fotografias de Leonardo Marinho.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via