Teatro Imperator – Dia Internacional das Mulheres – Espetáculo com clássicos de Elis Regina, Gal Costa, Alcione, Rita Lee, Marisa Monte, entre outras

OSJ Chiquinha - Turnê Portugal e Espanha
OSJ Chiquinha - Turnê Portugal e Espanha - Foto Rafael Ribeiro

Um espetáculo musical com alguns dos maiores sucessos de Elis Regina, Gal Costa, Alcione, Rita Lee, Marisa Monte, Dalva de Oliveira, Marlene e Emilinha deve ser classificado como imperdível. Então pode reservar na sua agenda a data de 8/3, às 19h, quando será apresentado “Divas: elas são uma festa” no Teatro Imperator, no Meier, com o objetivo de homenagear grandes cantoras e compositoras da MPB no Dia Internacional das Mulheres.

Com ingressos a preços populares: R$10 e R$5 (meia entrada) e participação especial da atriz Malu Mader, este será um grande festival de estrelas que mostra o poder das mulheres na nossa cultura. No palco, estarão 45 integrantes da Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga, composta apenas por meninas e cantoras potentes (Mona Vilardo, Ella Cath, Ana Neri e Vall Coutinho) fazendo performances das nossas divas. A regência é da consagrada Priscila Bomfim, que faz parte dos quadros do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

No repertório estarão clássicos como “Vivendo e aprendendo a jogar”, composição de Guilherme Arantes e consagrada na voz de Gal Costa, “Não deixe o samba morrer”, de Aloísio Silva e Edson Conceição e imortalizada na voz de Alcione, “Chega mais” e “Mania de você”, de Rita Lee e Roberto de Carvalho, “Olhos Coloridos”, composição de Macau e voz de Sandra de Sá.

As jovens integrantes da Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga, que fizeram recentemente turnês internacionais passando por Espanha, Portugal e Suíça, tocarão instrumentos como violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico, flauta transversal, clarineta, trompete, trombone, trompa, fagote e percussão.

O patrocínio do evento é do Santander Brasil, Zurich Santander, Petrogal Brasil e Joint Venture Galp/Sinopec, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Com apoio institucional da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e Teatro Imperator.

Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga

Com o intuito de ampliar a representatividade das instrumentistas femininas, a Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga nasceu em 2021, formada exclusivamente por meninas–alunas da rede pública de ensino do Rio de Janeiro. Sob a batuta da regente Priscila Bomfim, o grupo, com 45 integrantes, estreou em junho de 2021 em um concerto que teve participação especial da cantora Elba Ramalho. De lá pra cá, as integrantes já passaram por palcos como Teatro Imperator, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Casa França-Brasil, entre outros locais do Brasil e Europa, além de dividirem o palco com outros grandes artistas, como Toni Garrido, Paula Lima, Carla Caramujo, Angelica de la Riva, Maria Gadú e Mel Lisboa.

“O grupo simboliza a luta feminina e incentiva a reflexão sobre questões de equidade de gênero. O repertório da orquestra passeia por obras nacionais e internacionais. A Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga tem o patrocínio do Santander Brasil, Zurich Santander e da Petrogal Brasil, Joint Venture Galp/Sinopec, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, que nos permitiu a realização de turnês internacionais. Começamos passando por dois países da Europa:  Cascais e Braga, em Portugal, e em Madrid, na Espanha, em concertos que levaram muita música brasileira para os palcos internacionais. Em novembro de 2023, o grupo fez a segunda turnê internacional, dessa vez na Suíça, com o concerto Aquarela Brasileira, levando música brasileira para cidades como Zurich, Biel, Solothurn, Basileia e Genebra”, comenta a diretora Moana Martins.

REPERTÓRIO

Solistas: Mona Vilardo, Ella Cath, Ana Neri e Vall Coutinho

Rainhas do Rádio

Dalva de Oliveira / Arranjo: Marcelo Caldi – Ave Maria no Morro (Solista: Mona Vilardo)

Marlene / Arranjo: Marcelo Caldi – Lata d’água (Solista: Mona Vilardo)

Elis Regina

Guilherme Arantes / Arranjo: Vinicius Louzada – Vivendo e aprendendo a jogar (Solista: Ella Cath)

Gal Costa

Caetano Veloso / Arranjo: Mateus Araújo – Força estranha (Solista: Ella Cath)

Ed Wilson e Ronaldo Bastos / Arranjo: Vinicius Louzada – Chuva de Prata

Elza Soares

Seu Jorge, Marcelo Yuka e Ulisses Cappeletti / Arranjo: Vinícius Louzada – A Carne (Solista: Ana Neri)

Alcione

Aloísio Silva e Edson Conceição / Arranjo: Vinícius Louzada – Não deixe o samba morrer

Rita Lee

Rita Lee e Roberto de Carvalho / Arranjo: Vinicius Louzada – Chega mais

Rita Lee e Roberto de Carvalho / Arranjo: Gustavo Fernandes – Mania de Você

Rita Lee e Roberto de Carvalho / Arranjo: Gustavo Fernandes e Vinicius Louzada – Medley: Lança Perfume, Saúde e Flagra (Solista: Ana Neri)

Marisa Monte

Marisa Monte, Nando Reis e Carlinhos Brown / Arranjo: Mateus Araújo – Na estrada (Solista: Ella Cath)

Sandra de Sá

Michael Sullivan e Paulo Massadas / Arranjo: Vinicius Louzada – Joga Fora (Solista: Vall Coutinho)

Macau / Arranjo: Vinicius Louzada – Olhos Coloridos (Solista: Vall Coutinho)

SERVIÇO

Espetáculo musical “Divas: elas são uma festa”

Homenagem ao Dia Internacional das Mulheres

Com Orquestra Sinfônica Juvenil Chiquinha Gonzaga – 45 componentes

Participação: Malu Mader

Cantoras convidadas – Mona Vilardo, Ella Cath, Ana Neri e Vall Coutinho

Regente – Priscila Bomfim

DIA – 8/3/2024, às 19h

Teatro Imperator – Centro Cultural João Nogueira – Rua Dias da Cruz, 170 – Méier

CAPACIDADE – 751

Classificação Livre

Ingresso: R$ 10 (com direito a meia entrada por R$ 5)

Pode ser comprado na bilheteria

Patrocínio: Santander Brasil, Zurich Santander e Petrogal Brasil e Petrogal Brasil, Joint Venture Galp/Sinopec, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura

Apoio Institucional: Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e Teatro Imperator

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui