Vida de professor - Diogo Almeida - São Francisco de Itabapoana

Teatro Raul Cortez, em Caxias, recebe sessão extra do Festival Literário Energia para Ler

por Redação

O Festival Literário Energia para Ler percorreu 10 municípios do interior fluminense em 2023. O movimento de educação e cultura, que reúne artistas do cenário nacional e regional, agitou 25 cidades do estado desde 2021 e fará uma sessão extra na próxima quarta-feira (6), no Teatro Raul Cortez, em Duque de Caxias. Desta vez, o evento será exclusivo para 400 profissionais da rede municipal de educação, com o espetáculo “Savana Pedagógica”, estrelado pelo ator e humorista Diogo Almeida.

“Diogo Almeida esteve conosco na estrada em diversas cidades. Este espetáculo retrata o cotidiano dos professores de forma bem-humorada. Assim como aconteceu por onde passamos, tenho certeza de que os profissionais da educação serão impactados. O Energia para Ler é transformador, incentiva o gosto pela leitura de quem participa e também busca valorizar os profissionais de educação que são fundamentais neste processo”, explica Flávio Valadares, um dos produtores da Motivos Produções.

Em 80 minutos de show, o comediante faz um retrato do cotidiano da vida dos professores e de quem convive com eles. Relata, de maneira inusitada e engraçada, as situações que envolvem os docentes e os demais profissionais ligados à educação. Tipos de professor, tipos de aluno, a sala dos professores como ambiente de interação, os pais dos alunos, relação entre os professores e a coordenação pedagógica, entre outros assuntos.

Este evento celebra ainda a reabertura do Teatro Raul Cortez, na cidade de Duque de Caxias, que passou recentemente por uma ampla reforma e reabriu as suas portas ao público em outubro como um importante equipamento cultural para a região.

O Energia para Ler é um movimento artístico e educacional patrocinado pela Enel Distribuição Rio, em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, e realizado pela Motivos Produções. Nos últimos três anos, o festival já visitou 25 municípios do estado do Rio de Janeiro, com uma programação que durou de três a cinco dias em cada cidade.

Você pode gostar

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceito Leia mais

Share via