Início » Thaísa Costa faz sucesso na web com makes com materiais inusitados

Thaísa Costa faz sucesso na web com makes com materiais inusitados

por Redação
Thaísa Costa

Com mais de 600 mil seguidores no Instagram, Thaísa Costa colhe frutos de uma vasta trajetória na maquiagem. Aos 20 anos e natural de Parnaíba, no Piauí, a jovem atraiu seguidores realizando produções irreverentes: no lugar de pinceis, utiliza objetos do dia a dia como copos, talheres e sapatos. E o que, à primeira vista, parece não dar certo, tem resultados surpreendentes.

O começo

Ainda pequena, aos 7 anos, Thaísa já gostava das paletas de sombras e batons coloridos, e com isso, pediu um kit de presente para a madrinha. Anos depois, aos 13, sua mãe lhe deu um jogo maior, que foi o seu começo na área.

– Decidi que seria com isso que eu trabalharia. O kit custou 300 reais, o que era muito dinheiro para minha mãe, à época. Comecei a chamar minhas amigas para serem minhas modelos, pedia maquiagens emprestadas para complementar com o pouco que eu tinha e ia recriando o que eu assistia no YouTube – conta.

Mesmo com as dificuldades, a piauiense sempre persistiu no sonho de ser uma grande maquiadora. Apesar de ser autodidata, ela acredita que teria sido mais fácil se tivesse tido a oportunidade de fazer cursos que tivessem valores mais acessíveis. Porém, correu atrás e estudou através de tutoriais online ou fotos em redes sociais.

O início de um sonho…

Thaísa Costa

Thaísa Costa

Aos 16 anos, quando começou a estudar Design de Sobrancelhas, a ajuda da família mais uma vez foi fundamental para o seu crescimento.

– Minha irmã me aconselhou a divulgar o que eu fazia no Instagram, para conseguir clientes. Eu só queria uma graninha extra, não tinha intenções de crescimento na rede. Aí postava fotos dos trabalhos, alguns vídeos, nada muito elaborado. Até que essas publicações começaram a fazer sucesso em outras páginas, além de Facebook e Tik Tok. Quatro anos depois muitos ainda rendem boas visualizações.

A irreverência e os tipos musicais utilizados em seus vídeos, como o brega funk, tradicional do Nordeste, acabou conquistando seus espectadores. E mesmo com alguns comentários negativos, Thaísa não se rende e busca ampliar cada vez mais seus conhecimentos.

– Nunca me limitei ao ler coisas negativas, muito pelo contrário, hoje sei que há pessoas se inspiram no que eu faço. Os “haters” fazem parte do processo, mas ignoro e sigo produzindo conteúdos – completa.

Além disso, outro fator é o incômodo ao receber comentários desnecessários por ser lgbtqia+ assumida. Muitas vezes, no meio de comentários com reais dúvidas sobre técnicas de maquiagem, a homofobia se mostra presente, porém Thaisa não deixa que esse tipo de abordagem a deixe para baixo.

– Surgem perguntas de cunho pessoal e coisas do tipo: “Mas você é tão bonita pra ser lésbica!”, e fico muito indignada! Por outro lado, creio que por falar abertamente sobre minha orientação sexual, acabo por inspirar outras pessoas que gostariam de seguir no meio, mas não os fazem, por medo de se assumirem – relata.

Deu tudo certo!

Depois de tanto tempo investindo na área, finalmente, os frutos começaram a surgir. Além do trabalho sendo reconhecido publicamente, a jovem criou um curso de automaquiagem que, atualmente, conta com mais de 12 mil alunas, à distância. Com inspirações que vão de Letícia de Paula (maquiadora e empresária no ramo de cosméticos) ao humorista Carlinhos Maia, ela garante que quer alcançar novos voos.

– É muito gratificante ver que o que faço é aprovado pelas minhas alunas e seguidores, mas não pretendo parar por aqui. Pretendo lançar uma linha de maquiagem, assinada por mim, e espero que esse seja um sonho a se realizar brevemente – finaliza.

Mais informações no https://www.instagram.com/thaisacosta/

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via