Ticiana Parada abre a exposição “Sangue Latino” na Eco Gaia no próximo dia 06 de maio

A artista plástica Ticiana Parada apresenta a exposição ‘Sangue Latino’, no dia 06 de maio, na abertura do espaço Eco Gaia Design de Interiores, trazendo pinturas que traduzem esse sentido da mistura, da diversidade e das cores e da capacidade de resistir do povo latino, com curadoria de Chris Portugal.

A escolha do local tem um significado especial para Ticiana, porque introduz o conceito de estilo de vida sustentável, criativo e inteligente, de espaço saudável relacionado a uma integração de vários fatores e estratégias, visando o bem estar, inclusão e a melhoria da qualidade de vida. Assim como sua arte, cujas luzes e cores provocam experiências e emoções diversas no espectador.

Ticiana Parada é uma artista inquieta que gosta de fazer diferentes experimentos e misturar elementos. Para ela, o que importa é estar em movimento constante. Os diferentes estilos e cores são misturados e ao final de cada obra podemos ver que toda essa mistura se transforma em arte. “Quando olho para o futuro, consigo me imaginar colaborando para que a cultura e a arte brasileira sejam interpretadas de uma forma mais popular, a qual todos sejam capazes de contemplar. Espero que a arte nos guie –principalmente – agora nesses tempos tão sombrios”, explica Ticiana.

No mesmo dia, haverá um show, apresentação de trabalhos artesanais e a presença da cerveja artesanal Máfia. A exposição pode ser visitada até o dia 06 de junho, na Eco Gaia – Rua Nossa Senhora Auxiliadora, 60 – Santa Rosa/Niterói, RJ.

A exposição “Sangue Latino” celebra a “latinidade” em oposição aos sentidos negativos atribuídos aos sul-americanos por séculos. A expressão se popularizou no Brasil com o álbum dos “Secos e Molhados”, Sangue Latino, em 1973. Nele, a “latinidade” apresenta-se numa contraposição à violência étnica, cuja inspiração encontrava-se na esteira das manifestações políticas e sociais, principalmente nos movimentos antirracistas. Aos poucos, a expressão “Sangue Latino”, por meio da arte, passou a conquistar espaços mais amplos, tornando-se mais afirmativa através de memórias sociais capsuladas nos pertencimentos de uma comunidade imaginada. Desta forma, a “latinidade” desnudava-se na “singularidade do diverso”, de um modo refratário combatia os preconceitos, para inaugurar múltiplas identidades que se manifestavam através de contações de histórias, singularidades nas sonoridades, nas formas poéticas, imagéticas e cotidianas. Nas pinturas de Ticiana Parada, a expressão “Sangue Latino” comunica esses processos nos personagens apresentados. A arte pictórica evita o legado traumático para introduzir um diálogo com os processos culturais na composição, entre o antigo e o novo, que caracteriza a pluralidade. A exposição apresenta fragmentos dessas reconstruções em cenas habitadas por figuras humanas, cores fortes, objetos e gestual. Curadoria, Chris Portugal, 2023.

Ticiana Parada

Ticiana Parada nasceu na cidade do Rio de Janeiro, mas escolheu Niterói como sua cidade do coração. Artista autodidata, sempre gostou muito de desenhar e pintar, incentivada pelo seu pai que pintava nas horas vagas. Formada em Pedagogia , estudou Arte Moderna pela PUC RJ e Expografia e Projetos pela EAV Parque Lage. Trabalhou por mais de 30 anos, sempre envolvendo arte em seus projetos. Hoje a artista possui cerca de 1000 obras, entre pinturas, gravuras, cerâmicas e esculturas no Brasil e exterior.

Seu trabalho inspira-se no artesanato, na literatura e nas músicas brasileiras, refletindo, em suas obras, um retrato da vida comum e das questões sociais. Usa tinta acrílica, óleo e material reciclado, e tem como influências, Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Pablo Picasso, Käthe Kollwitz, Fayga Ostrower, entre outros.

Participou de projetos de arte e de exposições individuais e coletivas no Brasil e Exterior tais como FESTIVAL CULTURAL DO BRASIL – VIENA e ARACAJU, CASA CÂNDIDO PORTINARI – SP, SECRETARIA DE CULTURA DE VOLTA REDONDA, MUSEU CASA DOS CONTOS – OURO PRETO MG, FUNDAÇÃO CEPERJ, CCBB de BRASÍLIA, SECRETARIA DE CULTURA DE NITERÓI RJ, PINACOTECA BENEDITO CALIXTO – SANTOS SP, CASA DA ESCADA AMARELA – SANTA TERESA RJ, SOCIEDADE BRASILEIRA DE BELAS ARTES – RIO DE JANEIRO, CENTRO CULTURAL DOS CORREIOS RJ, SOLAR DO JAMBEIRO – NITERÓI, Casa da Nise – Santa Teresa/RJ, entre outras.

Suas obras podem ser encontradas em exposição permanente nas galerias Casa Calango BA, Casa Áustria Brasil em Aracaju, CEPERJ e na Secretaria de Cultura de Volta Redonda.

Email: ticianaparada70@gmail.com
Site: www.ticianaparada.com.br
Instagram: @ticiana_art

Serviço

Exposição: Sangue Latino
Artista: Ticiana Parada
Curadoria: Chris Portugal
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Show: Gabriella (voz) e Bruno Cardoso (violão)
Abertura: 06 de maio de 2023
Horário: das 10h30 às 16h
Local: Eco Gaia Design de Interiores
Rua Nossa Senhora Auxiliadora, 60 – Santa Rosa/Niterói – RJ
Visitação: 06 de maio a 06 de junho de 2023
Dias e horários: quarta a sexta, das 10h às 17h e sábados, das 10h às 16h
Gratuito. Censura livre.
Todas as obras expostas podem ser adquiridas.