TIM Music Noites Cariocas – Última semana

Data:

A última semana do TIM Music Noites cariocas começa com Criolo, um dos artistas mais talentosos dos últimos anos da cena do rap nacional, que assume o palco no dia 14, na mesma noite Jonathan Ferr, e seu estilo jazz com elementos de música eletrônica, hip hop e funk e Nando Reis com a sua nova turnê ‘Nando Hits’, Nando Reis resgata seus 40 anos de carreira e encerra temporada do Noites Cariocas

TIM Music Noites Cariocas é um legítimo retorno cultural, com novos talentos e músicos consagrados em um espaço icônico, a programação começou no dia 24 de março, O palco que tanto carimbou artistas consagrados do pop rock nacional, retornou com 4 finais de semana consecutivos de apresentações imperdíveis, criando um novo capítulo da noite carioca. Não é à toa que é o festival mais longevo da história, com 43 anos (desde 1980). Virou uma referência por reunir diferentes gerações da música brasileira, incluindo artistas renomados e nomes em ascensão.

CRIOLO sobe o Morro da Urca e apresenta ‘Sobre Viver’, seu último álbum e mais sucessos da carreira. “Sobre Viver” nasce com a amplidão de um clássico. Não por ser um álbum que remeta a tempos passados e estabelecidos, onde habitam todos os clássicos que conhecemos. Menos ainda por mirar a eternidade do futuro, do que será. “Sobre Viver” nasce com essa dimensão de perenidade justamente por ser um retrato do autor e do mundo que o rodeia ostensivamente amarrado ao presente, ao hoje, ao já. Logo em uma primeira audição, é possível identificar o novo álbum de Criolo como o terceiro capítulo da trilogia aberta no – esse sim – já clássico “Nó na Orelha” (2011) e seguida no posterior “Convoque Seu Buda” (2014). Tão grandioso quanto seus antecessores, “Sobre Viver” tem o mesmo dom para fazer pontes, estabelecer encontros e propor diálogos entre o universo do rap e tantas outras quebradas da música do Brasil e do mundo. O rap é o princípio de tudo e é ele quem dá a caneta nas dez canções do álbum, mas o som e a musicalidade se desdobram em múltiplas referências, seguindo a vocação dos trabalhos que colocaram Criolo no centro do mapa da música brasileira produzida neste século. 

A maior parte das músicas ficou sob os cuidados do duo Tropkillaz, formado pelos brasileiros Zegon e Laudz, mas musicalmente, Criolo usa o álbum para expandir a equipe de produção em núcleos. Daniel Ganjaman, que formatou a sonoridade de Criolo nos trabalhos anteriores, segue no time. Ele está nas faixas “Ogum Ogum” e “Aprendendo a Sobreviver”. “Ogum Ogum” também tem as mãos de outro nome fundamental na trajetória de Criolo, Marcelo Cabral, que dividiu com Ganjaman a produção de “Nó na Orelha” (2011), “Convoque seu Buda” (2014) e “Espiral de Ilusão” (2017). O próprio Criolo bota a mão na massa em dois momentos: “Me Corte na Boca do Céu a Morte Não Pede Perdão” e “Pequenina”. 

Assim se dá o diário do caos de Criolo, transformado pela caminhada em um ensaio ultracolorido sobre a sobrevivência. 

Quem abra a noite é JONATHAN FERR, pianista carioca que está ressignificando o jazz por meio de sua deseruditização. Nascido no bairro de Madureira, no subúrbio do Rio de Janeiro, artista já se apresentou nas principais casas de jazz do mundo 

Se ao ouvir falar em jazz e piano você automaticamente pensa em músicos de figurinos clássicos e cores sóbrias, pode esquecer essa persona. E ninguém melhor para acabar com essa imagem pré-concebida do que o pianista brasileiro – e carioca – Jonathan Ferr. Ferr, aliás, é a personificação da quebra de paradigmas: estética, essencial e, claro, musicalmente falando. 

Nascido e criado em Madureira, bairro do subúrbio do Rio de Janeiro que é considerado o berço do samba e também do baile charme, o artista contrariou as expectativas, se firmando como precursor do urban jazz no Brasil, um braço do gênero musical com uma pegada mais pop, que mistura elementos de hip hop, R&B e outros ritmos, resultado em um jazz mais urbano e popular-, e é considerado um dos maiores nomes do jazz contemporâneo nacional, já tendo se apresentado em alguns dos principais festivais e casas de jazz ao redor do mundo. 

Colorido, super descolado, cheio de referências à cultura brasileira nas suas músicas e adepto do afrofuturismo – movimento que mescla tradições africanas com ficção científica e fantasia para rever o passado negro e criar novas narrativas -, que é uma das suas maiores assinaturas, Jonathan é um artista completo: além de pianista, ele dirige os próprios clipes (que são praticamente filmes, dada a linguagem cinematográfica e o esmero), e eventualmente atua e escreve.  

O artista, que já se apresentou nos principais festivais do Brasil se do mundo, apresenta as músicas do álbum, “Liberdade”. Com a proposta de ‘samplear’ a si mesmo, ou seja, as faixas do novo álbum serão músicas inéditas, a partir de samples das canções de seu álbum anterior, “Cura”, Ferr espera levar a reflexão acerca do tema que dá título ao projeto a diversas instâncias: tanto no sentido literal, do que é ser livre, quanto nas misturas musicais que propõe, além de, claro, permear o debate acerca da polêmica de liberdade criativa em torno dos samples. “Liberdade” promete seguir rompendo com estereótipos em torno da música instrumental e levar a obra de Jonathan Ferr, cada vez mais em direção ao cenário mainstream. 

NANDO REIS 

no dia 15 de abril 

Na turnê “Nando Hits”, o cantor e compositor traz à tona a magia poética de sua obra musical perpassando por sua carreira de mais de 40 anos de estrada, entre paralelos poéticos com parceiros e parceiras ao longo da vida. 

Na banda, Eduardo Schuler da banda COLOMY na bateria, se junta com os outros infernais Walter Villaça (guitarras), Felipe Cambraia (baixo) e Alex Veley (teclados). 

O roteiro do show parte da ligação pessoal de Nando Reis com a intimidade de sua música ao longo dos tempos e inclui canções como “Dois Rios”, parceria com Samuel Rosa e Lô Borges, “Onde Você Mora”, parceria com Marisa Monte, “Na Estrada”, parceria com Carlinhos Brown e Marisa Monte e “Pra Dizer Adeus, clássico dos Titãs conhecido na voz de Paulo Miklos, mas que é parceria de Nando e Tony Bellotto. 

A turnê “Nando Hits” traz como novidade a participação especial do filho de Nando, Sebastião Reis, que também integra a banda COLOMY. Em 2021, pai e filho lançaram um EP inédito de nome “Nando e Sebastião”, com arranjos e interpretações ímpares dadas pelos violões do filho às já conhecidas canções do pai. 

Com isso, Nando lança uma nova luz sob canções do seu repertório que até então não tinham tido a oportunidade de serem trabalhadas com a devida importância – ou até mesmo nunca tinham sido gravadas por ele, mas por seus parceiros.  

O conjunto de versões regravadas, somadas aos já conhecidos ‘hits’, inspiraram o repertório do show “Nando Hits” que vem percorrendo o Brasil. Não vão faltar no setlist os maiores sucessos de Nando, como “O Segundo Sol”, “Luz dos Olhos”, “Relicário”, “All Star” e tantos outros.

Embalam as Noites, a Festa Psicobrasilis, experiência audiovisual única, formada por Marcelinho da Lua e Rodrigo Senna. A ideia por trás dessa festa é celebrar a riqueza cultural do Brasil, trazendo à tona todas as suas cores, ritmos e sabores. Com Marcelinho da Lua liderando a produção musical, a festa é repleta de batidas e groove brasileiros, com uma mistura envolvente de samba, funk, jazz e hip hop. Cada música é cuidadosamente selecionada para fazer o público dançar e cantar em uma atmosfera vibrante. Rodrigo Senna é responsável pelos visuais da festa, que combinam projeções, iluminação e artes visuais para transformar a pista em uma verdadeira viagem psicodélica. Juntos e com sua mistura única de música e arte visual, a Festa Psicobrasilis é uma celebração da cultura brasileira em toda a sua glória. Então, junte-se a essa festa emocionante e prepare-se para uma noite de muita diversão e alegria.

TIM MUSIC NOITES CARIOCAS – CRIOLO + JONATHAN FERR 

Data: 14 de abril de 2023 (Sexta-Feira)

Abertura do evento: 21h

Local: Parque Bondinho Pão de Açúcar

Endereço: Av. Pasteur, 520 – Urca Rio de Janeiro – RJ

Gênero: Rock, Reggae, Samba, MPB

Classificação: 18 anos 

Capacidade: 2100 pessoas

Ingressos a partir de R$ 120,00 (lote 2)

TIM MUSIC NOITES CARIOCAS – NANDO REIS 

Data: 15 de abril de 2023 (Sábado)

Abertura do evento: 21h

Local: Parque Bondinho Pão de Açúcar

Endereço: Av. Pasteur, 520 – Urca, Rio de Janeiro – RJ

Gênero: Rock, MPB

Classificação: 18 anos 

Capacidade: 2100 pessoas

Ingressos a partir de R$ 260,00 (lote 6)

Últimas notícias

Leia também

Talvez você goste
Relacionada

Aleza Vila apresenta shows gratuitos neste final de semana no Shopping Boulevard

Neste final de semana, tem muita música na Aleza...

Grupo Trilogia esclarece polêmicas sobre a saída de Chininha e anuncia nova era com Vitinho

Na última terça-feira (11), o grupo de pagode Trilogia...

Regina Souza lança “Vista seu Santo”, primeiro single do seu novo álbum

A cantora e compositora mineira Regina Souza lança “Vista...
Compartilhe
Send this to a friend