Início » Anísio e a Devoradora de Livros: Espetáculo infantil que homenageia Anísio Teixeira estreia dia 10/9 no Sesc Tijuca e incentiva a leitura

Anísio e a Devoradora de Livros: Espetáculo infantil que homenageia Anísio Teixeira estreia dia 10/9 no Sesc Tijuca e incentiva a leitura

A peça é de João Sant’Anna e Leila Meirelles e tem músicas de George Sauma; Durante a temporada serão recolhidos livros infantis para serem doados à Biblioteca Mundo da Lua, na comunidade dos Tabajaras

por Redação
Anísio e a Devoradora de Livros

A paixão pelos livros e a importância da leitura também são lições que se aprendem no teatro. Homenageando um dos maiores expoentes da educação brasileira, Anísio Teixeira, estreia dia 10 de setembro de 2022, no Sesc Tijuca, o espetáculo infantil “Anísio e a Devoradora de Livros”. Com direção de João Sant’Anna, que também assina o texto ao lado de Leila Meirelles, a peça conta a história do menino Anísio, de 9 anos, que vive em Caetité, interior da Bahia, e que é um verdadeiro devorador de histórias. Um dia, um misterioso desaparecimento de livros em sua cidade vai levar Anísio, seu irmão Jaime, a amiga arara e a professora a viverem grandes aventuras para desvendar esse mistério, combater o inimigo e salvar o conhecimento.

O espetáculo segue em cartaz até 9 de outubro, sábados às 16h; e domingos, em duas sessões: às 11h e às 16h. Compõem o elenco Rafael Saraiva como Anísio, Vitor Hugo Guimarães como Jaime, Madu Araújo como a professora, Gabriela Ruppert como a arara e Nedira Campos como a traça Silverfish. Uma atriz convidada fará uma participação especial como a voz da pitangueira e a supervisão artística é de Cacá Mourthé, diretora do teatro O Tablado. As canções originais do espetáculo são assinadas por George Sauma, em sua primeira criação de trilha sonora para o teatro, sob a direção musical de Pedro Nêgo.

CAMPANHA DE LIVROS INFANTIS: Durante toda a temporada, também vai acontecer uma campanha em parceria com a Lua Oliveira, da Biblioteca Mundo da Lua, da comunidade dos Tabajaras. Lua é uma menina de 13 anos, apaixonada por livros e que, ao perceber que muitas crianças não tinham acesso à leitura, decidiu alterar essa realidade. Criou uma biblioteca na comunidade em 2019, que cresceu, ganhou uma sede própria e hoje ela envia livros para o Brasil inteiro. Já foram mais de 150 mil livros recolhidos. Para estimular a troca de conhecimento, receberemos doações de livros infantis durante a temporada, que serão enviados posteriormente ao projeto.

Uma aventura que também traz uma lição: a importância da leitura

“Anísio e a Devoradora de Livros” é uma fábula teatral, lúdica e cheia de sensibilidade, livremente inspirada no livro “Menino Movimento”, das educadoras do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), Sandra Santos e Denise Calasans. O livro foi lançado em 2018 para apresentar às crianças a infância de Anísio Teixeira, professor baiano considerado um dos responsáveis por desenhar o sistema educacional brasileiro, gestor público da educação, criador da Universidade de Brasília, entre tantos outros feitos.

“Anísio Teixeira foi um dos maiores nomes da educação brasileira, e não é tão lembrado quanto Paulo Freire ou Darcy Ribeiro, por exemplo. A peça vem, então, fazer esse resgate, homenageando e apresentando essa figura de um jeito lúdico e delicado. Também convidamos o público a se apaixonar pela leitura por meio da imaginação fértil desse menino que ama os livros e a literatura”, conta Leila Meirelles.

A música também será um grande motor desta jornada. “Estamos falando de imaginação, de criatividade, de leitura… Então, a música, assim como o teatro, também tem o papel de educar e de instigar o público. Vamos proporcionar um espetáculo delicado, e que respeite a sensibilidade e a inteligência do público infantil”, completa o diretor João Sant’Anna.

Com um elenco formado por crias do Teatro O Tablado e com a supervisão de Cacá Mourthé, “Anísio e a Devoradora de Livros” ainda contará com a participação de uma atriz convidada que fará a voz da Pitangueira, uma personagem que surge num momento inesperado para ajudar Anísio a desvendar o mistério.

“Montar esta peça é possibilitar a uma nova geração conhecer um educador como Anísio Teixeira. E não o Anísio adulto, que conduziu um sólido trabalho pela educação do Brasil, mas o Anísio criança, que adora brincar e aprender, um menino que não separa a diversão e o saber e que vê nos livros, grandes amigos”, conclui Leila.

“Anísio e a Devoradora de Livros” é um convite a olhar o mundo de forma mais generosa, entendendo que dividir pode ser somar, e que todo mundo tem algo a aprender e a ensinar, especialmente as crianças. É um espetáculo para crianças e para os adultos que conservam a sua criança.

Quem foi Anísio Teixeira

Nascido em Caetité, interior da Bahia, em 1900, o professor e jurista Anísio Teixeira é um dos maiores nomes da educação no Brasil e defensor da universalização do ensino gratuito. Oriundo de uma família latifundiária, foi na educação que ele encontrou sua paixão, difundindo os pressupostos do movimento da Escola Nova, que tinha como princípio o desenvolvimento do intelecto e a criação de consciência crítica.

Anísio Teixeira foi inspetor de educação, na década de 1920, na Bahia. No plano estadual, também criou o Centro Educacional Carneiro Ribeiro (Escola Parque), que serviu de modelo para os Cieps, que Darcy Ribeiro construiu no Rio de Janeiro. Na Era Vargas, foi perseguido pelo governo, mas, em 1950, com Vargas eleito, volta a trabalhar sob o comando do político que o havia perseguido, assumindo a superintendência da Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Continuou na gestão pública até assumir o cargo de reitor da Universidade de Brasília, que ajudou a criar e a implantar, e onde permaneceu até 1964, quando houve o golpe de estado. Anísio faleceu em 1971, caindo num buraco de elevador, quando ia visitar o amigo Sérgio Buarque de Holanda, numa morte até hoje tida como suspeita.

Em 2020, na ocasião dos 120 anos de seu nascimento, o governo do Estado da Bahia decretou o Ano Anísio Teixeira da Educação, com uma série de ações previstas para homenagear o intelectual.

SINOPSE: Anísio é um menino de 9 anos, que vive em Caetité, interior da Bahia, e que é apaixonado por livros. Seu irmão Jaime é seu grande companheiro. Certo dia, os livros começam a desaparecer misteriosamente e os dois partem numa aventura fantástica, musical e repleta de conhecimento para descobrir o que aconteceu. Personagens extraordinários cruzarão o caminho desta dupla, que contará com a ajuda da arara e da professora para desvendar esse mistério.

FICHA TÉCNICA

  • TEXTO: Leila Meirelles e João Sant’Anna
  • DIREÇÃO: João Sant’Anna
  • ELENCO: Gabriela Ruppert, Madu Araújo, Nedira Campos, Rafael Saraiva e Vitor Hugo Guimarães
  • LUZ: Felipe Lourenço
  • CENOGRAFIA: Julia Marina
  • BONECOS: Alexandre Guimarães
  • SUPERVISĀO DE CENOGRAFIA: Lídia Kosovski
  • FIGURINO: Elisa Faulhaber
  • MÚSICAS: George Sauma
  • DIRETOR MUSICAL: Pedro Nêgo
  • DIREÇÃO DE MOVIMENTO: Kallanda Caetana
  • ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO: Hernane Cardoso
  • PREPARAÇÃO VOCAL: Tati Alvim
  • REDES SOCIAIS: Elisa Nunes
  • ASSESSORIA DE IMPRENSA: Mario Camelo
  • SUPERVISÃO ARTÍSTICA: Cacá Mourthé
  • PRODUÇÃO: Maria Inês Vale e Luana Manuel
  • REALIZAÇÃO: Araúna Produções

SERVIÇO

Anísio e a Devoradora de Livros 

  • SESC Tijuca – Teatro I
  • Estreia: 10 de setembro de 2022.
  • Temporada: de 10 de setembro a 9 de outubro.
  • Horários: sábados, às 16h; e domingos, às 11h e às 16h.
  • Endereço: Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca.
  • Bilheteria – Horário de Funcionamento: De terça a domingo, das 9h às 19h.
  • Duração: 60 minutos.
  • Telefone: (21) 4020-2101
  • Valores: Grátis (PCG), R$ 2 (Credencial Plena), R$ 5 (meia entrada) e R$ 10 (inteira)
  • Livre.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via