“Ava Gardner nunca disse te amei”, terceiro livro de contos do escritor pernambucano Marcelo Peixoto, será lançado na livraria Argumento do Leblon

Ava Gardner nunca disse te ameiAva Gardner nunca disse te amei é o terceiro livro de contos de Marcelo Peixoto,  que será lançado dia 23 de maio, na livraria Argumento do Leblon e dia 19/09 em Recife. 

Dividido em 4 estações, o livro reúne dezesseis contos gays escritos a partir de fragmentos de memórias e muitas referências dos anos 1960 e 1970. Os personagens transitam entre engenhos, praias, centros e periferias, entre o glamour pretendido ou perdido, e a decadência, entre o conservadorismo pernambucano e a ousadia do Rio de Janeiro, New York e Paris. 

O livro nos coloca em contato com um mosaico de personagens unidos por desejos condenados, seres exilados na própria sociedade, em busca de vidas dignas ou mesmo de sobrevivência, onde os mais frágeis sucumbem, às vezes literalmente, os mais duros driblam, mas ninguém consegue sair da margem.

Diferentemente do que pode parecer, a atmosfera nem sempre é pesada. Nas estruturas das histórias, a ironia é um elemento marcante, e o autor parece se mover entre a dureza e o humor mordaz, usando a linguagem concisa como sua aliada. A quase total ausência de preposições, advérbios, artigos cria uma simbiose entre os cortes do texto e as estocadas sofridas pelos personagens.

Ava Gardner nunca disse te amei pode ser lido como uma crítica social a valores aristocráticos e burgueses e ao machismo, nas diversas nuances definidas pelas estações climáticas. Este livro é também uma denúncia das violências morais ou físicas alimentadas pelo preconceito contra a comunidade LGBTQIA+. Em tempos em que se impõe descultivar o ódio e recuperar humanidades, a literatura é um potente instrumento de protesto e luta pelo respeito aos diferentes corpos.

Segundo o escritor Raimundo Carrero, “para Marcelo, o conto não é apenas uma história, mas também uma experiência de linguagem. Ganha uma conotação inteiramente diferente, com mudanças, sobretudo, nas sintaxes. Sujeito, verbo e predicado, ele os altera para haver, por assim dizer, uma sensação nova, uma vontade nova, uma visão nova no leitor. O leitor que tiver o cuidado e o tempo de se dedicar a esse tipo de conto, verificará que uma espécie de luz, uma espécie de assombro, surge ao final de cada história, porque não está ali apenas o que se deve contar”.

O AUTOR:

Marcelo Peixoto
Marcelo Peixoto

Marcelo Peixoto nasceu em Recife – PE, cursou sociologia e política pela UFPE. Depois morou no Rio por 10 anos na década de 70 onde se apaixonou pela cidade.

É autor dos livros: Pastor da solidão (Poesia), Ai quem me dera beijar os lábios de Dorothy Lamour (contos), Cemitério Canários (contos) e “Solidão Quebrada”(poesia).

Trabalhou com audiovisual na Massangana Multimídia da Fundação Joaquim Nabuco, onde tem diversos documentários culturais disponibilizados no acervo da instituição. Segundo o escritor Jomard Muniz de Brito, “Marcelo com sua sensibilidade e linguagem singular, é um dos maiores escritores da nossa Pernambucanidade”.

SERVIÇO

Livro de contos “Ava Gardner nunca disse te amei”

AUTOR: Marcelo Peixoto

LOCAL: Livraria Argumento – Rua Dias Ferreira, 417, Leblon – Rio de Janeiro 

Tel: (21) 2239-5294

DATA DO LANÇAMENTO – Dia 23 de maio de 2023.

HORÁRIO: das 19h às 21 h. 

Editora Mirada

Preço do livro: R$ 40,00

Páginas – 157

ASSESSORIA DE IMPRENSA:

Maria Fernanda Gurgel  (21) 99999-9263

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui