Início » Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz leva cultura, informação e entretenimento para os moradores da Zona Oeste do Rio de Janeiro

Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz leva cultura, informação e entretenimento para os moradores da Zona Oeste do Rio de Janeiro

Projeto será realizado com crianças e jovens entre os meses de maio e junho e promete levar muita informação e cultura para os moradores de Santa Cruz e adjacências

por Redação
Professor e historiador Luiz Antonio Simas abre a Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz

Professor e historiador Luiz Antonio Simas abre a Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz. Foto: Divulgação

Entre os dias 6 de maio e 23 de junho, a Zona Oeste do Rio de Janeiro recebe a Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz, evento patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, por meio do edital FOCA-Fomento à Cultura Carioca. A realização é da Romano Produções.

O projeto consiste em levar atividades voltadas ao incentivo e promoção da leitura a crianças e jovens, favorecendo o acesso à arte como linguagem expressiva e forma de conhecimento em espaços formais e não formais de educação. As atividades serão realizadas dentro do programa educativo do Ecomuseu de Santa Cruz, museu de território e equipamento cultural da Secretaria Municipal de Cultura, localizado em Santa Cruz. O público-alvo do evento são os moradores da região, como Campo Grande, Paciência e Santa Cruz, estudantes e professores da rede pública, público geral de associações, projetos sociais, espaços comunitários e ONG´s.

A abertura do evento será livre para o público em geral (sujeito à lotação) e vai acontecer no dia 6 de maio, às 10h, no espaço SerCidadão de Santa Cruz (Rua Fernanda, número 140) com a presença do escritor Luiz Antonio Simas. Ele também é professor, historiador e compositor, além de Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Na ocasião, ele vai falar sobre Escolaridade e Educação: A Sabedoria das Ruas. Já na parte da tarde, às 14h, no mesmo local, será a vez de receber a escritora e ilustradora Marília Pirillo, especialista em literatura infantil e juvenil. Outros destaques da programação ficam por conta da presença de escritores como Ernesto Xavier, Taís Espírito Santo, Severino Honorato e Raphael Moreira, nos dias 12, 19 e 26 de maio; além de Otávio Junior e Ninfa Parreiras, nos dias 2 e 9 de junho, respectivamente.

Todo o projeto contará com práticas culturais voltadas à literatura com artistas, educadores, escritores, poetas, cordelistas e ilustradores. A ideia é que os encontros aconteçam de forma itinerante, ou seja, percorrendo diversos locais pela região, com duas atividades por semana, durante dois meses. Os participantes serão recepcionados com atividades lúdicas voltadas para a leitura e depois participarão de uma atividade literária. Cada espaço receberá também saraus literários musicais com diferentes temáticas nos dois meses que contemplam o projeto.

De acordo com Gisele Lopes, uma das responsáveis pela realização da Caravana Literária do Ecomuseu de Santa Cruz, o evento tem o compromisso de oferecer uma programação cultural gratuita de qualidade aos moradores de Santa Cruz e entorno, além de proporcionar conhecimento, cultura, entretenimento e vivências para a região. A ideia do projeto é promover práticas culturais voltadas à literatura com artistas, arte educadores, mediadores de leitura, escritores, poetas e cordelistas e ilustradores, ampliando a relação do Ecomuseu de Santa Cruz com o seu território, fortalecendo os laços entre cultura e educação no processo de formação da cidadania”, afirma.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

MAIO

06/05, sexta-feira

LocalSerCidadão (Rua Fernanda, nº 140, Santa Cruz)

Horário: 10h

Convidado: Luiz Antonio Simas

Título: Escolaridade e Educação: a sabedoria das ruas

Atividade: discutir como a educação não se restringe à escolaridade, mas está presente nas diversas formas de construção das sociabilidades das ruas. Festas, músicas, brincadeiras, terreiros, botequins, igrejas, entre outros locais, são espaços de construção dessas sociabilidades afetivas, por exemplo.

06/05, sexta-feira

Local: SerCidadão (Rua Fernanda, nº 140, Santa Cruz)

Horário: 14h

Convidada: escritora e ilustradora Marília Pirillo, especialista em literatura infantil e juvenil. Tem 12 livros publicados com os seus textos e mais de 80 com as suas ilustrações.

Título: A importância dos livros de literatura na sala de aula

Atividade: conversa sobre o que é a literatura para crianças e jovens, a diferença entre os livros literários e os livros didáticos e informativos, suas principais características, possibilidades de trabalho com os alunos e, principalmente, sobre a importância deles na sala de aula, na escola e na vida.

12/05, quinta-feira

Local: Instituto Educacional Sara Kubitschek (Avenida Manuel Caldeira de Alvarenga, número 1.203, Campo Grande

Horário: 10h

Convidado: jornalista, escritor, ator e roteirista Ernesto Xavier

Título: Vidas negras na literatura

Atividade: debate sobre a ascensão de autores negros no Brasil e o sucesso de seus livros, mostrando como há um público sedento por se enxergar nos personagens e nas temáticas. O que mudou nos últimos anos? Quem são os expoentes desse movimento? O que vem de fora e é interessante prestarmos atenção? Essas são algumas perguntas que serão levantadas durante este encontro com Ernesto.

12/05, quinta-feira

Local: SerCidadão (Rua Fernanda, número 140, Santa Cruz)

Horário: 14h

Título: Sarau Cantando Histórias

Atividade: o Sarau tem como objetivos mostrar a importância das artes, em especial da literatura, e o porquê é importante que as narrativas orais, escritas e cantadas estejam presentes na escola e nas nossas vidas.

19/05, quinta-feira

Local: Escola Municipal André Vidal de Negreiros (Rua Felipe Cardoso, número 750, Santa Cruz)

Horário: 10h

Convidada: escritora Taís Espírito Santo

Título: Por que escrevo?

Atividade: bate-papo com a escritora, assessora literária e gestora cultural sobre o seu processo criativo.

19/05, quinta-feira

Local: Escola Municipal André Vidal de Negreiros (Rua Felipe Cardoso, número 750, Santa Cruz)

Horário: 14h

Título: Sarau Mulheres Negras

Atividade: o Sarau Mulheres Negras tem como objetivo mostrar, por meio de poemas e músicas, a obra das principais escritoras e poetisas negras da língua portuguesa, bem como homenagear algumas das maiores representantes negras da música brasileira, reconhecendo o seu valor e sua importância para a construção da identidade brasileira. Embasado nas Leis 10.639/03 e 10.645/08, o Sarau Mulheres Negras, propõe uma lúdica conversa sobre o que é ser Mulher negra no Brasil atual.

26/05, quinta-feira

Local: Escola Municipal Bento do Amaral Coutinho (Estrada Vitor Dumas, Santa Cruz)

Horário: 9h

Convidado: cordelista Severino Honorato

Título: O Cordel Nosso de Cada Dia

Atividade: levar o público a descobrir que por todo trajeto percorrido no dia a dia, a poesia se faz presente; e mais, que essa poesia, até então oculta, ou ofuscada, pode ser utilizada para dizer para as pessoas o quanto gostamos delas. No caso da poesia de cordel, ela nos apresenta alguns elementos especiais, que se destacam: a métrica, a rima e a oração. Vamos conhecer?

26/05, quinta-feira 

26/5

Local: Associação Criar e Transformar (Rua Pedro Jerônimo de Souza, número 49, Paciência)

Horário: 15h

Convidado: escritor Raphael Moreira

Título: Samba Menino

Atividade: conjunto de atividades culturais e didáticas. Através do estímulo da leitura (livro), da música (contação musical da história do Samba Menino) ou da recreação educativa (Espaço Samba Menino), a ideia será trabalhar o desenvolvimento infantil de mãos dadas com a cultura.

JUNHO

02/06, quinta-feira

Local: SerCidadão (Rua Fernanda, número 140, Santa Cruz)

Horário: 10h

Título: Sarau Mulheres Negras + Sarau do livro “Cartas Para Esperança”

Atividade: o Sarau Mulheres Negras tem como objetivo mostrar, por meio de poemas e músicas, a obra das principais escritoras e poetisas negras da língua portuguesa, bem como homenagear algumas das maiores representantes negras da música brasileira, reconhecendo o seu valor e sua importância para a construção da identidade brasileira. Embasado nas Leis 10.639/03 e 10.645/08, o Sarau Mulheres Negras, propõe uma lúdica conversa sobre o que é ser Mulher negra no Brasil atual. Este sarau também vai abordar o livro “Cartas para Esperança”, que reúne cartas de mulheres negras para outras mulheres negras inspiradoras, e foi lançado no ano passado na FLUP (Festa Literária das Periferias).

02/06, quinta-feira

Local: Embaixada das Favelas (Rua Antenor Correia, número 1, Vila Aliança)

Horário: 15h

Convidado: escritor Otávio Junior

Título: Um Conto de Encantamento Ambientado na Favela

Atividade: palestra interativa para estimular o gosto pela leitura e escrita a partir das vivências de Otávio Júnior, conhecido como ” O livreiro do Alemão”, título do seu primeiro livro que narra as experiências como promotor e mediador de leitura em favelas da zona norte do RJ. O autor teve um primeiro encontro bastante inusitado com o universo do livro através de uma obra encontrada em um lixão. Depois de muitas leituras sonhando em criar as suas próprias histórias, atualmente ele atua com múltiplas possibilidades das crianças interagirem com a arte literária.

09/06, quinta-feira 

Local: CIEP 392 Mário de Andrade (Estrada Vitor Dumas, Santa Cruz)

Horário: 10h

Título: Sarau Sonhando

Atividade: sarau com poesias diversas sobre os sonhos e a importância de sonhar, além de textos que mostram a proximidade da literatura com o sonho.

09/06, quinta-feira

Local: CIEP 392 Mário de Andrade (Estrada Vitor Dumas, Santa Cruz)

Horário: 14h

Convidada: escritora, professora, psicanalista e produtora cultural Ninfa Parreiras

Título: Entre Sonhos e Palavras

Atividade: Vamos ler e contar? Venham juntos percorrer trilhas de textos em prosa e em poesia. A literatura nos aproxima dos sonhos e a palavra materializa a nossa fantasia. Lendo e contando histórias e poemas, criaremos um mundo possível que acolhe as diferenças e dialoga com as estranhezas. Com as leituras, os sentimentos afloram e vivemos memórias e reflexões.

15/06, quarta-feira

Local: Escola Municipal Bento do Amaral Coutinho

Horário: 9h

Título: Sarau Brincando

Atividade: sarau com textos e poesias diversas sobre a infância, crianças, importância do brincar e brincadeiras infantis. Além de contação de histórias, também terá a apresentação de músicas infantis dos melhores compositores da MPB.

15/6

LOCAL: Associação Criar e Transformar – Apoio Barra de Logos (Rua Pedro Jerônimo de Souza, 49, Paciência)

Título: Sarau Brincando

Atividade: Sarau com textos e poesias diversas sobre a infância e as crianças, a importância do brincar e das brincadeiras infantis. Haverá a leitura de textos intercalada com contação de histórias e músicas infantis dos melhores compositores da MPB.

HORÁRIO:15H

23/06, quinta-feira

Local: Instituto Educacional Sara Kubitschek (Avenida Manuel Caldeira de Alvarenga, número 1.203, Campo Grande)

Horário: 10h

Título: Sarau Vozes Negras

Atividade: o Sarau Vozes Negras objetiva trazer à luz um diálogo entre o analfabetismo e o negro no Brasil do século XXI, ressaltando o racismo, o preconceito e a discriminação sofrida pela população negra. Por meio de poemas e músicas, apresentarão a voz dos silenciados, que durante séculos não foram vistos por uma sociedade que não reconhece o valor e a importância do negro para a construção da identidade brasileira. Embasado nas LEIS 10.639/03 E 10.645/08, o Sarau Vozes Negras propõe uma lúdica conversa sobre o que é ser negro no Brasil.

23/06, quinta-feira

Local: Embaixada das Favelas – Rua Antenor Correia, 1, Vila Aliança

Horário: 15h

Título: Sarau Mulheres Negras

Atividade: o Sarau Mulheres Negras objetiva mostrar por meio de poemas e músicas a obra das principais escritoras e poetisas negras da língua portuguesa, bem como homenagear algumas das maiores representantes negras da música brasileira, reconhecendo o valor e a importância da mulher negra para a construção da identidade brasileira. Embasado nas LEIS 10.639/03 E 10.645/08, o Sarau Mulheres Negras propõe uma lúdica conversa sobre o que é ser negro no Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via