Início » Capita Inicial no TIM Music Noites Cariocas no dia 25 de março

Capita Inicial no TIM Music Noites Cariocas no dia 25 de março

Abertura: Paulo Ricardo – 35 anos do RPM

por Redação
Capita Inicial - TIM Music Noites Caricocas

A segunda semana do TIM Music Noites Cariocas, no Morro da Urca, promete ser eletrizante com a banda Capital Inicial, em uma grande celebração de seus quase 40 anos de carreira, com a Turnê Grandes Sucessos.

A sexta do dia 25 de março, conta ainda com abertura de Paulo Ricardo, que apresenta Rádio Pirata ao vivo – 35 anos. A turnê celebra o espetáculo que marcou o show business brasileiro. Já viu que será uma fusão de sentimentos e emoções, afinal, será pura adrenalina ouvir clássicos que embalaram gerações.

Em seus quase 40 anos de carreira o Capital Inicial conseguiu fazer o cross-over e entrar no lar dos brasileiros devido a sua relevância e a seu extenso repertório de hits – um feito bastante raro quando se trata de uma banda de rock. Por isso, talvez seja hoje a maior banda de rock nacional em atividade, gozando de respeitabilidade no meio musical, e sendo uma referência para o mercado.

O Capital Inicial foi formado pelos irmãos Fê e Flávio Lemos, em 1982, em Brasília, logo após o fim do Aborto Elétrico. Atualmente é formada por Dinho Ouro Preto (vocal), Yves Passarell (guitarra), Fê Lemos (bateria) e Flávio Lemos (baixo).

A estreia nos palcos foi em julho de 1983, com um show para poucas pessoas, na UNB, e na sequência no SESC Pompeia, em São Paulo, e no Circo Voador, no Rio de Janeiro. O primeiro contrato fonográfico aconteceu 1984, com a CBS, antiga Sony Music. Foi então que a banda deixou Brasília, foi morar em São Paulo, e lançou o compacto duplo Descendo o Rio Nilo/Leve Desespero, primeiro registro em vinil.

Já na Polygram em 1986, a banda lançou seu primeiro LP, Capital Inicial, que recebeu excelentes avaliações dos críticos e vendeu mais de 200 mil cópias. O disco reunia as faixas Veraneio Vascaína, Leve Desespero e Fátima, entre outras.

Na sequência, vieram os álbuns Independência (1987), Você Não Precisa Entender (1988) e Todos os Lados (1989). Em 1991, a banda assina com a BMG e lança o álbum “Eletricidade”, que ganhou notoriedade pela versão de The Passenger, de Iggy Pop, batizada de O Passageiro. O clipe da faixa foi destaque por sua gravação com uma câmera PXL-2000, que armazenava imagens em branco e preto, em uma fita cassete de áudio. O ano foi marcado também pela participação do grupo na segunda edição do Rock in Rio.

Depois de divergências entre os integrantes e consequente saída do vocalista Dinho Ouro Preto em 1992, a banda volta a se reunir em 1998, logo após o lançamento, pela Polygram, do álbum O Melhor do Capital Inicial. Nascia aí uma turnê em comemoração aos 15 anos da banda e 20 anos do surgimento do rock candango, que tinha no repertório alguns sucessos, faixas desconhecidas e composições de bandas que fizeram parte do cenário musical de Brasília, nos anos 80, como Plebe Rude e Legião Urbana.

No mesmo ano, o Capital assina com a hoje extinta Abril Music, e grava o disco Atrás dos Olhos, produzido por David Z, no Tennessee, nos Estados Unidos. Em 1999, surgiu a ideia de gravar um disco ao vivo, com antigos sucessos e músicas inéditas, que se transformou no Capital Inicial-Acústico MTV. Esse disco, lançado em maio de 2000, foi um divisor de águas na carreira da banda, e o Capital se popularizou e entrou no lar dos brasileiros vendendo mais de 2 milhões de cópias oficiais e o mesmo tanto de cópias pirata. O Acústico MTV do Capital Inicial foi 3 vezes disco de platina, pela ABPD.

Em 2001 a banda se apresentou novamente no Rock in Rio, para uma plateia de mais de 200 mil pessoas e foi um dos shows mais aclamados da edição, e uma referência até os dias de hoje. Em 2002, Yves Passarell assumiu a guitarra, logo após a saída de Loro Jones.

Para comemorar os 25 anos de carreira, a banda lançou, em 2008, o álbum Multishow ao Vivo: Capital Inicial em Brasília gravado na Esplanada dos Ministérios, no dia 21 de abril, aniversário da cidade, para uma plateia de mais de 1 milhão de pessoas.

Lançado em 2010, o 15º álbum do grupo, Das Kapital, conta um pouco do drama vivido por Dinho, após a queda do palco, em Patos de Minas. Segundo o próprio Dinho, que ficou internado quase um mês na UTI, o disco marca o início da terceira fase do Capital.

O álbum Acústico em NYC de 2015, é o segundo trabalho acústico da banda. Tem em seu repertório, canções gravadas após o Acústico MTV, três músicas inéditas, uma regravação dos anos 80 e covers de Legião Urbana e Charlie Brown Jr.

Em seguida veio o álbum de inéditas intitulado Sonora, produzido por Lucas Silveira, da banda Fresno em 2018. No início de 2020, o grupo anunciou a turnê Tour Acústico 2.0, para celebrar os 20 anos do disco “Acústico MTV”. Os shows começariam em agosto do mesmo ano, passariam por 20 cidades brasileiras, mas a turnê foi cancelada por conta da pandemia.

Recentemente, o Capital Inicial lançou uma versão de “Pensando em Você”, com participação de Mariana Volker e produção de Dudu Marote. A música, originalmente lançada por Paulinho Moska, ganhou um clipe que fala da saudade dos palcos e do poder e importância do show ao vivo. O próximo trabalho da banda, programado para março de 2022, é uma grande celebração de seus quase 40 anos de carreira, com direito a grande turnê, livro e exposição.

Entre os grandes sucessos da banda estão Primeiros Erros, Natasha, A Sua Maneira, Não Olhe Prá Trás, Todas as Noites, Eu Vou Estar e muitas outras que fizeram a banda ser umas das recordistas de vendas do rock nacional e somar mais de 10 milhões de fãs entre as cinco principais redes sociais e plataformas de streaming.

No Rock in Rio, além das apresentações na segunda e terceira edições, a banda se apresentou em 2011 num show histórico, e o registro Rock in Rio: Capital Inicial, foi lançado em 2012, pela Sony Music em CD e DVD -, e nos anos de 2013, 2017 e por último em 2019, quando o show foi eleito o melhor show nacional daquela sétima edição.

TIM, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria do Estado de Cultura e Economia Criativa, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, apresentam: TIM Music Noites Cariocas

O TIM Music Noites Cariocas cumprirá todos os protocolos de segurança necessários contra a Covid 19 determinados pelas autoridades competentes.

*Horário dos shows: 25 (sex): Capital Inicial (24h) – Abertura Paulo Ricardo 35 anos do RPM (22h)

SERVIÇO:     

TIM Music Noites Cariocas    
Local: Bondinho Pão de Açúcar
Endereço: Av. Pasteur, 520 – Urca, Rio de Janeiro – RJ, 22290-240
Site: www.timmusicnoitescariocas.com.br
Vendas: Lojas TIM (Botafogo Praia Shopping, Rio Sul, Shopping Leblon, New York City Center, Nova América e Norte Shopping)
Ingressos a partir de R$ 120 (meia)
Possui Acessibilidade
Capacidade: 2000
Idade mínima: 18 anos
Datas: 18/03, 19/03, 25/03, 26/03, 01/04, 02/04, 08/04 e 09/04.    
Abertura do bondinho: 21h    

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via