Início » Dieta ‘Low Carb’, ‘Mediterrânea’, ‘Plant Based’, ‘Detox’, ‘Cetogenicas’, qual é a melhor? A Nutricionista Daniela Zuin responde, confira!

Dieta ‘Low Carb’, ‘Mediterrânea’, ‘Plant Based’, ‘Detox’, ‘Cetogenicas’, qual é a melhor? A Nutricionista Daniela Zuin responde, confira!

por Marcos Michalak

O tempo todo as redes sociais nos bombardeiam com notícias sobre as dietas maravilhosas que várias atrizes e influencers fizeram e que perderam quilos e mais quilos em um espaço curtíssimo de tempo. Mas como saber qual é a melhor dieta? Qual escolher para fazer?

Então, vamos começar esclarecendo que não existe a melhor dieta e sim a dieta certa para você, a que você consegue seguir para a construção de uma saúde forte, mas sem abrir mão de uma vida feliz. Esta sim irá trazer resultados maravilhosos, diz a nutricionista Daniela Zuin. O importante é equilibrar o que é viável com o que é necessário, conforme os objetivos de cada um, com o foco no tratamento e prevenção de doenças, desequilíbrios hormonais, desintoxicação, melhorando assim a vitalidade e consequentemente, o emagrecimento.

O objetivo do emagrecimento duradouro é um caminho único de evolução, que não visa só os resultados, mas também a alegria em comer bem. Nesses 17 anos de profissão, Daniela percebeu que o segredo para uma vida plena é se apaixonar pela alimentação e estilo de vida saudável, assim esse processo se torna natural e espontâneo, sem a necessidade de fazer dietas restritivas. O processo de reprogramação de mentalidade, a adaptação de novos hábitos, traz mais conhecimento e autoconsciência. Comer bem é um presente que damos a nós mesmos, é um processo de auto amor, pois só se nutre quem se ama. Por isso, ressalta a nutricionista, temos que ter um olhar mais profundo, mais sensível, quando analisamos nossa relação com o alimento. Muitas vezes o problema não está nas escolhas, mas na relação de dependência que desenvolvemos com a comida. O primeiro passo é sempre trabalhar isso, evitando assim a tão comum auto sabotagem.  Uma nutrição mais consciente sempre com um olhar para dentro de si, curando a sua relação com a comida e com você mesma. Esse passo é libertador para um caminho sem volta, afirma Daniela.                                                                                                                              

Daniela lista três condições fundamentais que precisamos observar para ter dieta saudável: Equilíbrio, Variedade e Moderação. O ideal é consumir alimentos variados, sempre respeitando as quantidades recomendadas, comendo sempre de “tudo um pouco”, desde carboidratos, fibras, proteínas e gorduras de boa qualidade. A moderação é algo completamente necessário, pois não se deve comer nem mais nem menos do que o recomendado, respeitando sempre a quantidade adequada do que cada corpo precisa.  Além disso, é fundamental evitar o consumo de alimentos industrializados. Na maioria das vezes, eles são compostos de substâncias que prejudicam o nosso organismo, como corantes, conservantes, sódio e açúcar em grandes quantidades. Por isso, quanto mais natural for a comida, melhor!

A nutricionista dá algumas dicas importantes para se ter uma dieta saudável:

•. Experimentar novos sabores – nunca deixando de lado algum alimento;

•. Evitar todo tipo de alimento industrializado – entretanto, se precisar comê-los, escolha porções bem pequenas;

•. Tenha a preferência por carnes magras – cozidas e sem muita gordura;

•. Escolha seus alimentos optando por aqueles que a natureza produz, evitando os superprocessados;

•. Lembre-se que o azeite de oliva extra virgem é muito benéfico e recomendado para uma alimentação saudável;

•. Beba sempre bastante água ao dia;

•. Mastigue bem os alimentos – isso facilita a digestão, absorção de nutrientes e dá uma maior saciedade;

•. Não esqueça de incluir frutas e vegetais – consumindo-os com casca e bagaço sempre que possível;

•. Evite o excesso de açúcar, massas e outros doces;

•. Evite fazer dietas que são excessivas;

•. Evite o consumo de tabaco e álcool.

•. Vigie seus pensamentos

Dieta ‘Low Carb’, ‘Mediterrânea’, ‘Plant Based’, ‘Detox’, ‘Cetogenicas’, qual é a melhor? A Nutricionista Daniela Zuin responde, confira!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via