Dois mortos e a morte e outras histórias

Uma criatura que consegue farejar suicidas, uma mãe que precisa proteger a filha assassina, um fantasma que, diante do mar, rememora a sua morte. Esses são alguns dos personagens que passeiam pelas páginas de Dois mortos e a morte e outras histórias, livro que o advogado e escritor paraense Fernando Gurjão Sampaio, também chamado de Tanto Tupiassu, lança pela Rocco.

Tanto, já conhecido no Twitter por suas narrativas de terror e de horror, reúne, nesta que é a sua segunda coletânea de contos, 16 textos, quase todos inéditos. Neles, constrói habilmente cenas sobrenaturais e explora os infortúnios da vida cotidiana. Com a tiragem inicial esgotada ainda durante a pré-venda, Dois mortos e a morte ganhou a primeira reimpressão antes mesmo de chegar às livrarias.

Invocando um tom de contador de casos, o autor parece narrar na obra situações que viveu, presenciou ou ouviu. Em “Morrer cansa”, por exemplo, um homem se depara com um vulto impreciso que, casualmente, bebe água em sua cozinha. Em “O dentista”, uma cirurgia para retirar os sisos ganha ares de pesadelo. Já em “Triste vingança”, uma cidade do interior é invadida por investidores do agronegócio. Com a chegada dos novos moradores, o lugar acaba dividido e se torna palco de uma história de racismo que gera desgraças e aflições.

Às vezes engraçados e curiosos, às vezes simplesmente devastadores, os contos de Dois mortos e a morte já receberam elogios de Aline Valek, Rosa Amanda Strausz, Ilana Casoy, Luisa Geisler e Gregorio Duvivier. Recheadas de mistérios, as criações do autor prometem assombrar não só os fãs de temas sobrenaturais, mas todos aqueles que sabem apreciar uma boa leitura.

Fernando Gurjão Sampaio nasceu em 1978, em Belém do Pará, cidade onde vive e de onde não pretende sair. Seu primeiro livro, Ladir vai ao parque e outras histórias, foi premiado e publicado pela Fundação Cultural do Pará. - Foto do autor: Breno Barros)
Fernando Gurjão Sampaio nasceu em 1978, em Belém do Pará, cidade onde vive e de onde não pretende sair. Seu primeiro livro, Ladir vai ao parque e outras histórias, foi premiado e publicado pela Fundação Cultural do Pará. – Foto do autor: Breno Barros)

NOITE DE AUTÓGRAFOS DE TANTO TUPIASSU EM BELÉM
Quando: quinta-feira, 18 de maio, às 19h
Onde: Livraria Leitura do Shopping Pátio Belém
(Tv. Padre Eutíquio, 1078 – Batista Campos)