Início » Encontro com Ivanir dos Santos, Martha Rocha e Bandeira de Mello

Encontro com Ivanir dos Santos, Martha Rocha e Bandeira de Mello

por Redação
Equipe política com Martha, Bandeira e Ivanir dos Santos

Equipe politica com Martha, Bandeira e Ivanir dos Santos

Um novo governo assumirá o comando do país, em tempos atuais é preciso unir pares, orientar e ouvir para uma análise de conjuntura política mais efetiva, considerar o que se deve partir da teoria política e acima de tudo, por em prática. Essas avaliações deram o norte da encontro com Ivanir dos Santos, Martha Rocha e Bandeira de Mello. O bate papo das lideranças permeou sobre construções e ações que possam fundamentar políticas públicas antirracistas.

Afinal, discutir e compreender os atravessamentos do racismo estrutural na sociedade brasileira e seus impactos são necessários e muito importantes. A Deputada Estadual reeleita Martha Rocha (PDT), foi a primeira mulher na história a chefiar a Polícia Civil do Rio de Janeiro, presidiu na Alerj a CPI da Intolerância Religiosa. O Deputado Federal eleito Eduardo Bandeira de Mello (PSB), foi gestor do BNDES e é ex-Presidente do Flamengo. O ex-dirigente coloca a educação infantil entre suas prioridades.

Já Ivanir dos Santos, reverenciado internacionalmente, atua incansavelmente há mais de 40 anos em causas de direitos e na luta contra o racismo e a intolerância religiosa, é Babalawô, Dr. Prof. do Programa de pós-graduação em História Comparada da Universidade Federal do RJ, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) e Fundador do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP).

O bate papo descontraído foi selado com um banquete – “Almoço com amigos que a política me deu”, segundo a delegada Martha. Para Bandeira – “Podemos sim, articular algo em conjunto”

“Importante saber que temos dois aliados na luta pela justiça social e os direitos humanos aqui no Rio de Janeiro”, declarou Ivanir dos Santos. O encontro aconteceu na casa do sacerdote, na Mangueira, lançou desafios e perspectivas na implementação de políticas públicas antirracistas para 2023.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via