Espetáculo “Iyamesan” realiza temporada itinerante na Baixada Fluminense e na capital com apresentações gratuitas

Iyamesan
Iyamesan - foto de Natalia Anjos

Após curtíssima temporada no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro, o espetáculo “Iyamesan” realiza apresentações em Caxias e Mesquita entre os dias 13 de abril e 4 de maio, com entrada gratuita. Idealizado e dirigido por Luna Leal, a peça é inspirada na cultura Iorubá, “Iyamesan”, conta sobre o itan daquela que foi cortada em nove partes, a mãe dos noves filhos, a mãe dos nove céus. O Projeto foi selecionado em primeiro lugar no edital de apoio a dança – Giros, pela Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, pela Lei Paulo Gustavo e tem produção  da eLabore.Kom.

A peça conta com 9 bailarinas em cena e com uma equipe majoritariamente formada por mulheres negras, passando por todas as etapas de realização do projeto como idealização, direção, trilha sonora, bailarinas entre outros setores de produção. Luna Leal reforça a importância do espetáculo para a literatura brasileira.

“Os textos que deram origem para cada uma dessas nove mulheres, e que inspiraram depois algumas falas que aparecem no espetáculo, vão virar um livro que será lançado agora no mês de maio deste ano. É muito interessante ver isso, o projeto, o sucesso dele, que ele consegue se desdobrar numa outra linguagem, ter pernas próprias”, revela.

Historicamente as mulheres negras possuem papel fundamental na preservação da cultura, das tradições e religiões de matrizes africanas e as que mais sofrem intolerância religiosa. Situações estas, que mostram o lugar da mulher negra na resistência para manutenção da vida e sobrevivência do seu povo.

“Vamos seguir, mais um vez por mãos negras, pela Suzana Barbosa, que é uma educadora, mas também uma escritora que chega junto nesse projeto e que traz aí esse esse desdobramento, que é o livro para para somar”, celebra.

No elenco estão ainda as artistas criadoras Aline Valentim, Bellas da Silveira, Camila Dias, Dandara Abreu, Dandara Patroclo, Gheise Ângeles, Ibis Lima, Natasha Pasquini e Tatyane Amparo. A produção é da eLabore.kom.

Sinopse

O movimento que venta a palavra, a palavra que gera o movimento. Iyámesan são 9, que dançam e narram as suas histórias. É um espetáculo que fala sobre intimidade, sobre partilha. Um espetáculo que está mergulhado no lugar das memórias. Nele, contemplamos não só momentos coletivos, mas também  os individuais. É dança mas é texto. É um espetáculo que fala  sobre intimidade, sobre partilha.

“É muito bonito ver não só as nove partes, as nove mulheres em cena, mas as várias partes que esse projeto pode assumir, essas várias facetas que ele pode ter. Seja em músicas, seja em texto, seja em corpo, seja em presença e resistência, na nossa resistência de estar aí fazendo esse projeto ainda acontecer”, finaliza Luna Leal.

FICHA TÉCNICA

  • Idealização e Direção: Luna Leal
  • Direção Produção: Kirce Lima (eLabore.Kom)
  • Coordenador de Produção: Fábio França
  • Produtor executivo: Ruan Peixoto
  • Assistente de produção: Jacqueline da Silva
  • Assistente de Direção: Taís Almeida
  • Preparador Vocal: Pedro Lima
  • Artistas Criadoras: Aline Valentim, Bellas da Silveira, Camila Dias, Dandara Abreu, Dandara Patroclo, Gheise Ângeles, Ibis Lima, Natasha Pasquini, Tatyane Amparo
  • Criação Textual: Suzana Barbosa
  • Figurino: Clebson Prates e Suel Biette
  • Fotografia: Natália Anjos
  • Trilha Sonora: Mariana Serra
  • Designer: Mariana Volker
  • Assessoria de Imprensa: Alessandra Costa
  • Gestão de Mídias Sociais: Marcela Cavalcanti
  • Operador de som: Rachel Araújo
  • Operador de Câmera e editor: Diego Lima
  • Audiodescrição do video: Graciela Pozzobon
  • Roda de conversa de acessibilidade e inclusão: Simone Capella
  • Intérprete de Libras: Árvore Vicente

SERVIÇOS:

Espetáculo Iyamesan

13 de abril – Duque de Caxias

Endereço: Rua Almirante Barroso, números 5 e 6 , Centro. – Quadra da Acadêmicos do Grande Rio

27 de abril – Cavalcanti

Endereço: Rua Ingá, 52 – Frente Cavalcanti

4 de maio – Mesquita

Endereço: Rua Adolfo Albuquerque, número 108, Chatuba de Mesquita – Instituto Mundo Novo

 

Apresentações, oficina e roda de conversa sobre acessibilidade e inclusão sempre entre 14h e 17h

Entrada gratuita

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui