Início » Estudante de escola pública conquista primeiro milhão aos 21 anos

Estudante de escola pública conquista primeiro milhão aos 21 anos

por Rafael Gomes

Nascido na periferia de Belém, Douglas Ferreira chegou a ser vendedor de canetas

Foi na periferia de Belém que nasceu um jovem visionário: Douglas Ferreira, que alcançou seu primeiro milhão aos 21 anos de idade. O jovem já veio ao mundo sabendo muito bem o que queria: quando, na infância, lhe faziam a clássica pergunta “o que você quer ser quando crescer?”, ele surpreendia os adultos respondendo que queria ser empresário. E foi o que ele fez.

Ele não perdeu tempo: aos 10 anos começou a vender canetas. Esse foi seu primeiro passo no empreendedorismo, e daí em diante ele não parou mais: até seus 19 anos, vendeu roupas, sapatos e bijuterias. Aos 14, ingressou no mercado de trabalho como aprendiz numa empresa de transporte. O contrato era de dois anos, mas fez tão bom trabalho que foi contratado por mais dois. Mas ele nunca abandonou as vendas. “Sempre fui apaixonado por empreendedorismo, desde cedo, isso tá na minha veia”, diz Douglas. 

Vindo de um berço humilde, filho de uma mãe dona de casa e de um pai ausente, aluno de escola pública durante toda a infância, Douglas Ferreira nunca viu obstáculos para a concretização de seus sonhos. Aos 15 anos, foi um dos três alunos aprovados para uma bolsa de 70% em um colégio particular. Ele pagou a mensalidade com seu próprio salário.

Aos 20 anos começou a cursar administração de empresas, mas logo percebeu que o curso não era para ele: autodidata, Douglas já conhecia boa parte dos assuntos abordados em sala, e não encontrou compatibilidade com seus colegas: eles pensavam pequeno demais e ele não era dado a vôos rasos. Decidiu abandonar a faculdade e dedicar-se 100% ao próprio negócio.

Hoje, aos 26 anos, o jovem milionário dedicado ao mercado digital já atingiu sua liberdade financeira. Viaja pelo mundo e pode ajudar sua família, cuidando de sua mãe e de seu amado avô, a quem ele chama de pai.

Dono de vários empreendimentos, Douglas tem um espírito dinâmico e não pensa em parar nem tão cedo: dono da DermoSec, uma marca de dermocosméticos comercializada em seu e-commerce e em marketplaces, já leva seu produto para fora do Brasil, e está expandindo a marca com novos produtos da linha.

Recentemente criou o Yetbank, um novo banco digital, com a companhia de dois sócios, e segue criando e investindo em outros segmentos de negócios digitais.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via