Início » Eu, Pessoa: um experimento cênico

Eu, Pessoa: um experimento cênico

por Redação

A palavra atravessou o mar salgado nas asas do poeta e aportou no coração do Brasil. Assim nasceu “Eu, Pessoa”, que transmite de forma lúdica, a riqueza da obra poética desse mestre da literatura portuguesa e universal, para espectadores das mais diversas camadas sociais.

A exibição mostra o ser humano Pessoa, independentemente de sua qualidade de gênio, ligado à natureza, numa ânsia de buscar o significado da sua existência. Em cena, Fernando Pessoa e seus heterônimos, Alberto Caeiro e Álvaro de Campos, interpretados e caracterizados num clima de lirismo e de forte emoção. Fernando Pessoa (1888-1935) foi um dos mais importantes poetas da língua portuguesa e figura central do Modernismo português. Ele cultivou uma poesia voltada aos temas tradicionais de Portugal e ao seu lirismo saudosista, que expressa reflexões sobre seu “eu profundo”, suas inquietações, sua solidão e seu tédio.

Na apresentação, com duração aproximada de 23 minutos, o ator e diretor Júlio Luz, acredita que o mérito do seu projeto é unir a literatura e o teatro para que juntas façam o público se questionar, ao mesmo tempo que passa as emoções vividas pelo poeta lusitano, para melhor compreensão da vida desse gênio literário.

O projeto Eu, Pessoa – Um Experimento Cênico, tem o patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através do Edital Cultura Presente nas Redes 2.

Ficha Técnica

  • Textos: Fernando Pessoa
  • Concepção, direção e atuação: Júlio Luz
  • Programação Visual: Josué Ribeiro
  • Captação de imagens e edição: Renato Bacellar
  • Produção: Lamparina Produções Culturais

Serviço

Eu, Pessoa: um experimento Cênico

Sábado, 26/11/2022.

Horário – 18h

Transmissão pelo Youtube

https://youtu.be/wuqRHM4LruI

Duração: 30 minutos

Classificação: Livre

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via