Exposição itinerante ‘Andada do Uçá’ é umas das atrações do evento ‘Futuros da Baía de Guanabara’ em Botafogo

Data:

A cada dia, se torna mais urgente a participação ativa dos cidadãos na luta pela conservação da natureza. É com o propósito de engajar mais pessoas nessa causa, disseminando informações e boas práticas ambientais, que o Projeto UÇÁ se une ao Fórum de Ciência e Cultura (FCC) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), neste dia 13/5. O Projeto — iniciativa da ONG Guardiões do Mar, com o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental — levará a exposição itinerante ‘Andada do UÇÁ’ para o evento ‘Futuros da Baía de Guanabara: Inovação e Democracia Climática’, realizado na Casa da Ciência da UFRJ, em Botafogo.

Com atividades para todas as idades, a ‘Andada do UÇÁ’ proporciona, de maneira lúdica e interativa, uma reflexão sobre a biodiversidade costeira e marinha. O público poderá conferir uma coleção de animais marinhos in vitro, modelos táteis de árvores de mangue e do caranguejo-uçá e se divertir com o jogo Caminhos do UÇÁ. Além disso, os participantes poderão observar larvas de caranguejo e outros seres vivos planctônicos por meio de um microscópio.

É uma grande satisfação apresentarmos a ‘Andada do UÇÁ’ na mostra ‘Futuros da Baía de Guanabara’. Acreditamos que iniciativas como essa realmente podem fazer a diferença, ao sensibilizar o público, de forma imersiva, sobre as questões socioambientais que atingem a nossa querida Baía”, destaca a coordenadora de Educação Ambiental do Projeto UÇÁ, Larissa Gouvêa.

Saídas para o futuro da Baía

A mostra ‘Futuros da Baía de Guanabara: Inovação e Democracia Climática’ tem como proposta discutir, por meio de instalações imersivas e interativas, a importância ambiental e social da Baía de Guanabara e os efeitos atuais e futuros da crise climática na região. Orientam a atividade perguntas como: de que forma a mudança do clima tem afetado a Baía de Guanabara, seu entorno, suas cidades e sua biodiversidade? O que esperar para os próximos anos e como o conhecimento produzido pelas universidades e pela população podem colaborar para enfrentar o problema?

Para ajudar o espectador a responder às perguntas, a atividade recorre a atrações imersivas, interativas e tecnológicas. Uma delas é o filme Futuros da Baía de Guanabara, exibido em quatro paredes, que colocam o espectador frente a frente com a biodiversidade e os efeitos da ação humana em uma das baías mais conhecidas do Brasil.

De olho em saídas para o futuro, a exposição reúne projetos de pesquisa e extensão da UFRJ voltados para a redução da crise climática. Entre eles estão a Usina de Ondas, que produz energia limpa, o concreto ecológico, que substitui o cimento e reduz a emissão de gás carbônico, e o robô Ariel, capaz de detectar vazamento de óleo no mar.

Queremos aproximar o público da riqueza e relevância da Baía de Guanabara – um local que faz parte da vida dos cariocas, fluminenses e do imaginário brasileiro, mas ainda pouco conhecido em termos de diversidade, não só ambiental, mas também social, econômica e cultural”, explica Leonardo Menezes, curador da exposição e ex-diretor de Conhecimento e Criação do Museu do Amanhã.

“Um dos objetivos da exposição é mostrar como as ciências têm criado soluções para reduzir e desacelerar o aquecimento global, além de gerar impacto social, conscientizando a sociedade sobre a defesa da democracia climática a nível local e global”, explica Christine Ruta, bióloga e coordenadora do FCC. “É preciso lembrar que populações pobres são as mais afetadas e que é urgente integrar os saberes científicos e populares para enfrentar a crise”, completa.

Outras experiências interativas são o Painel das Inovações e o Mural das Iniciativas, com informações e perguntas para o público participar, propondo ações locais de combate aos problemas envolvendo a crise do clima na Baía de Guanabara nas próximas décadas.

Serviço:

Exposição ‘Futuros da Baía de Guanabara: Inovação e Democracia Climática’
Data: 21 de março até 14 de maio de 2023
Local: Casa da Ciência da UFRJ – R. Lauro Müller, 3 – Botafogo, Rio de Janeiro (RJ)
Horário: Terça a sábado, de 9h às 20h; domingos e feriados, de 10h às 16h
Entrada: gratuita | Classificação: livre
A ‘Andada do UÇÁ’ será no dia 13/5, das 14h às 16h
Agendamento de visitas guiadas e mais informações, acesse: baiadeguanabara.forum.ufrj.br

Sobre o FCC

O Fórum de Ciência e Cultura é o órgão que coordena as políticas de difusão cultural e de divulgação científica da UFRJ. Sua finalidade é promover ações transversais entre as diversas áreas do conhecimento e estreitar os laços entre a Universidade e a sociedade civil.

Sobre o Projeto UÇÁ

Desde 1998, a 
ONG Guardiões do Mar atua como incubadora de projetos e ações socioambientais que produzem conhecimento científico e mobilizam lideranças comunitárias e de povos tradicionais para a conservação de manguezais e combate ao lixo nos ecossistemas costeiros. É a realizadora do Projeto UÇÁ, com o patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, iniciativa que mais retirou resíduos sólidos no recôncavo da Guanabara na última década: coletou 44 toneladas de lixo de 37 hectares deste ecossistema através da Operação LimpaOca, restaurou 182 mil metros quadrados de florestas de mangue na APA de Guapi-Mirim e plantou mais de 64 mil árvores das três espécies de mangue.

Pioneira em educação ambiental inclusiva, foi vencedora do Prêmio Hugo Werneck (2017) e do Prêmio Firjan Ambiental (2020). Integra a Rede Águas da Guanabara – REDAGUA, a Rede Nacional de Manguezais – RENAMAN, participa da Rede Manguezais Litoral Norte de SP e do Movimento Viva Água – Baía de Guanabara. Para o triênio 21/24, atua em ações integradas com realização de serviços ecossistêmicos, educação ambiental e pesquisa em seis municípios que fazem parte da região hidrográfica da Baía de Guanabara. Mais informações em facebook.com/projetouca/ e no Instagram @projetouca.

Últimas notícias

Leia também

Talvez você goste
Relacionada

Fundação Cesgranrio promove 1º Congresso Internacional de Teatro, Cinema, Educação e Inovação

A Fundação Cesgranrio realizará, entre os dias 24 e...

Sesc Tijuca recebe Feira de Robótica neste sábado

O Sesc Tijuca abre as portas para a “ACT...

Expo Diversos chega ao Rio de Janeiro com proposta de debate sobre a pluralidade brasileira

Uma experiência imersiva e sensorial por obras que traduzem...

AfroReggae e ‘Music Business Experience’

O Centro de Cultura Digital Waly Salomão, sede do...
Compartilhe
Send this to a friend