Gente de Bem reestreia no Espaço Sérgio Porto, no Rio

Gente de Bem
Gente de Bem - Foto de Lia Ximenes

O livro “Necrochorume e outros contos” de João Ximenes Braga, um dos mais importantes escritores da televisão brasileira (vencedor do PRÊMIO EMMY INTERNACIONAL de Melhor novela de 2013), ganha versão para o teatro na peça GENTE DE BEM, da Cia. Comparsaria Teatral e traz, pela primeira vez, um texto do autor para o teatro. São sete histórias curtas retiradas literalmente da publicação de 2021 que retrata personagens e situações típicas da classe média branca brasileira. O resultado mostra crônicas de nossa época, escritas a quente, como apontamentos sobre absurdos registrados pelo autor no dia a dia, seja observando situações, diálogos, atitudes, o preconceito, os atavismos, o racismo, a homofobia e o conservadorismo das pessoas.

A montagem, que reestreia em 17 de maio no Espaço Cultural Sergio Porto, com curta temporada até 02 de junho, sempre de quinta a domingo as 19h, recebeu ótimas críticas publicadas em jornais e blogs culturais da cidade do Rio de Janeiro durante a sua primeira temporada, realizada no ano passado no Centro Cultural Banco do Brasil – Teatro II. Além das indicações ao Prêmio Shell de Teatro e Prêmio APTR nas categorias de melhor ator e melhor ator coadjuvante para Xando Graça. O elenco conta ainda com Adriana Maia, Alexandre Damascena, Ana Achcar, Anna Wiltgen, Camí Boher, Dadá Maia, Gilberto Goés, Henrique Manoel Pinho, José Ângelo Bessa, Mariana Consoli, Miguel Ferrari, Pamela Alves e Stefania Corteletti. “Quando vi um ensaio de ‘Gente de bem’, recorte de seis dos trinta contos de ‘Necrochorume’, fiquei surpreso com a teatralidade e o humor que a companhia descobriu nessa prosa. Os dois contos que fecham o espetáculo, porém, me deixaram apavorado. A companhia lhes trouxe tamanha virulência que eu não conseguia deixar de pensar que, em outros tempos, toda a trupe seria presa logo na noite de estreia. Graças a muita luta, não vivemos em outros tempos, mas nestes. Por outro lado, esta peça não nos deixa esquecer que os outros tempos continuam na coxia, esperando sua deixa para entrar em cena. E nos aniquilar” – ressalta João Ximenes Braga.

“As histórias construídas por Ximenes nos obrigam a olhar a sordidez humana sob o ponto de vista do opressor, e é preciso encarar esse opressor, só assim encontraremos caminhos possíveis para desconstruir a branquitude ”, observa Adriana Maia.

A diretora geral aposta numa teatralização construída a partir da performance do ator- narrador – um recurso cênico do teatro épico contemporâneo, que permite ao ator transitar entre o ato de narrar e o jogo da representação, assumindo por vezes a função de personagem-narrador, e outras vezes de narrador-personagem – , que se coloca como um veículo de passagem entre texto e espectador. Ele manuseia a matéria-prima, que são as ideias, as situações e os sentimentos contidos no texto, e dá a ela uma forma “incompleta”, como se fosse uma escultura inacabada, que contém nela a proposta de várias formas diferentes e então entrega a escultura ‘inacabada’ ao público para que ele possa, a partir de sua percepção pessoal, concluir a obra.

Gente de Bem aposta no humor crítico, no olhar que aponta para o que há de mais ridículo nos personagens desenhados por João Ximenes Braga, transformando o riso em reflexão. A escolha pelo viés do humor é uma escolha política. O humor penetra por poros que a razão talvez não alcance. A novidade nesta temporada no Espaço Cultural Sergio Porto é a inclusão do conto CARNE, que junto com URINA, CAFÉ, UÍSQUE, ESGOTO, ASCO e SORO, nos convidam a refletir sobre nós e nossa sociedade.

Ficha Técnica:

  • Elenco: Adriana Maia, Alexandre Damascena, Ana Achcar, Anna Wiltgen, Camí Boer,
  • Dadá Maia, Gilberto Goés, Henrique Manoel Pinho, José Ângelo Bessa, Mariana
  • Consoli, Miguel Ferrari, Pamela Alves, Stefania Corteletti e Xando Graça
  • Texto: João Ximenes Braga
  • Dramaturgia: Adriana Maia e Xando Graça
  • Direção: Adriana Maia
  • Direção Musical: André Poyart
  • Iluminação: Anderson Ratto
  • Cenografia e objetos: Cia Comparsaria Teatral
  • Figurinos: Nello Marrese (colaboração)
  • Designer Gráfico: Cristina Resende de Almeida

Serviço:

Gente de Bem

  • Espetáculo da Cia. Comparsaria Teatral
  • Temporada – 17 maio a 02 de junho de 2024
  • Quinta a Domingo 19:00
  • Classificação Indicativa: 12 anos
  • Duração: 80 minutos
  • Espaço Cultural Municipal Sergio Porto
  • Capacidade: 98 lugares
  • Endereço: Rua Visconde Silva, 292 – Humaitá (entrada do público)
  • Bilheteria: de quarta a domingo das 15hs às 21hs
  • Vendas online: eleventickets.com


Comédia no ar: ‘EXquece, a peça!’ chega ao Theatro Municipal de Niterói

Com temas de amizade, traição e superação, o espetáculo garante muita risada ao público

EXquece, a peça!
EXquece, a peça! – Foto: Kariny e Deivid Fotografia

‘EXquece, a peça!’ retorna para mais uma apresentação na cidade de Niterói. Dessa vez a risada e as emoções serão garantidas nos dias 17, 18 e 19 de maio, no Theatro Municipal de Niterói. A comédia é estrelada pelos atores Jonathan Andrade e Amanda Freitas e retrata a vida de dois grandes amigos, Caio e Bianca, que se ajudam em diversas situações, principalmente no quesito coração partido.

O espetáculo fala com muito bom humor sobre amizade, relações afetivas e traições superadas ou não. A peça apresenta de maneira leve os problemas e “perrengues” do dia a dia vividos pelos dois jovens amigos que dividem as suas experiências com o público.

‘EXquece’ é um sonho do ator e autor Jonathan Andrade. A criação do roteiro da peça surge a partir da vontade do autor em compartilhar situações vivenciadas, como as desilusões amorosas e superações, além de amizades que sempre se fizeram presentes no seu dia a dia.

Para este projeto, o autor traz muito de si para o roteiro da peça e apresenta críticas sociais que abrange a todos os públicos e foca em mostrar, de maneira leve e natural, que todos são iguais e passam por situações parecidas, independente de gênero ou orientação sexual. “Todos amam, sofrem, riem, criam expectativas, se frustram, se superam e sempre contam com um amigo que ajuda e se faz presente nesses momentos”, afirma o ator e autor.

Foi o pensar em todo esse contexto que o autor, convidou a atriz Amanda Freitas, uma amiga e parceira de outros projetos, para dividirem o palco mais uma vez.  Por este motivo e por toda intimidade que já existe além da coxia, a criação do roteiro e a direção da peça trazem um humor peculiar dos dois atores, que formam a dupla Bianca e Caio e, que juntos, fazem uma bagunça, garantindo muita gargalhada com os seus “jeitinhos de serem”.

“Pra mim é uma grande felicidade e honra poder estar nos palcos novamente com meu amigo pessoal,  Jonathan. Além disso, é muito gratificante poder fazer as pessoas rirem com uma peça que retrata exatamente o que nós vivemos no dia a dia. Em resumo, vamos rir juntos do que nos fez chorar em algum momento da nossa vida”, finaliza Amanda Freitas.

SOBRE OS ATORES

Amanda Freitas, é atriz niteroiense e produtora de ‘EXquece, a peça!’. De família de artistas, ela atua nos palcos desde os seis anos de idade. Em seu currículo já trabalhou em mais de 15 peças profissionais, pelo estado do Rio de Janeiro, direcionadas ao público infantil e adulto, além de participar de curta-metragem e fazer parte do elenco de apoio nas novelas da Globo.

Jonathan Andrade é ator, autor e diretor de ‘Exquece, a peça!’. Atua desde os 10 anos de idade em peças direcionadas ao público infantil e adulto. É vencedor do prêmio de Melhor Ator no Festival de Curtas do SESC Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, com o espetáculo ‘O Silêncio que Grita’.

SERVIÇO:

‘EXquece, a peça!’

  • Datas: 17 a 19 de maio
  • Horário: 20h (sexta) | 19h (sábado e domingo)
  • Ingresso: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).
  • Local: Theatro Municipal de Niterói
  • Endereço: Rua Quinze de Novembro, 35, Centro, Niterói – RJ.
  • Telefone de contato: (21) 3628-6908

Arte na Rua segue ocupando a cidade com circo, teatro e música

Rosabela
Rosabela

No mês de retomada do projeto Arte na Rua, Niterói segue apresentando uma diversificada programação artística gratuita, ao ar livre e em diversos pontos da cidade. Tem dança, teatro, música, circo, grafite, artesanato, literatura, audiovisual e muito mais! É arte sem fronteiras, acessível a todo mundo. Nesta semana, a programação vai rolar nos bairros da Ilha da Conceição, Ponta D’Areia e Barreto.

O Centro Social Urbano (CSU), na Ilha da Conceição, recebe na quinta-feira, 16 de maio, às 14h, o espetáculo O Circo do Pururuca, com o ator Robson Sales. Com mais de trinta anos trabalhando na arte circense, Robson vem exercendo por todo o Brasil o ofício de fazer as pessoas, crianças e adultos sorrir e gargalhar. Interpretando um mágico, um ventríloquo e um palhaço, o ator transforma-se em um brincante trazendo a plateia para sua brincadeira, levando o público a troca de experiências com o lúdico, com a alegria de ser e viver criança. O circo do Pururuca chegou! Sorria, agora é só alegria! Viva o circo!

Em um mundo onde a imaginação é a força propulsora, Rosabela no Mundo da Lua, espetáculo que será apresentado na sexta-feira, 17 de maio, às 16h na praça Doutor José Vitorino, na Ponta D’Areia, encanta e inspira, trazendo à vida valores essenciais, como a amizade, amor e afeto, enquanto celebra o poder transformador da imaginação infantil. Rosa Bela, ou Rosinha como é carinhosamente chamada, é uma menina extraordinariamente curiosa e sonhadora. Em sua busca pela essência do mundo, ela é acompanhada por seus amigos: um Gato misterioso, um Palhaço em busca de sua própria felicidade e a prima Quase Flor de Lis, cuja sabedoria é tão profunda quanto suas raízes. Com direção de Asy Sanches, “Rosabela no Mundo da Lua” traz no elenco: Andressa Honorato, Carol Mattos, Jonathas Reis, Luísa Linhares, Preta Lay, Raqui Maythenand e Raphael Campello.

Pra fechar a semana, o Arte na Rua leva para o palco Horto do Barreto, os sambistas do Grupo Chamego, que, inspirados no Fundo de Quintal, vivenciou e participou efetivamente da explosão do movimento do samba de raiz, ganhando as ruas, bares e clubes sociais no eixo Rio e Niterói. O grupo chegou a reunir mais de 5 mil pessoas em seus encontros, recebendo vários nomes de peso, como Almir Guineto, Jovelina Pérola Negra e Marquinho Sathan, entre outros. Participaram do primeiro Festival de Grupos de Pagode do Renascença Clube e gravaram o LP “Na aba do pagode”, que lhes rendeu um disco de ouro, com a venda de mais de 100 mil cópias, e a participação em inúmeros programas de televisão de eventos populares promovidos pela Rádio Tropical, como os pagodes na praia.

Programação

Circo Pururuca

  • Local: Centro Social Urbano (CSU) – Ilha da Conceição
  • Data: 16 de maio de 2024
  • Horário: 14h

Rosabela no Mundo da Lua

  • Local: Praça Doutor José Vitorino – Ponta D’Areia
  • Data: 17 de maio de 2024
  • Horário: 16h

Grupo Chamego

  • Local: Horto do Barreto
  • Data: 19 de maio de 2024
  • Horário: 13h

A In Cena Produções fará leitura dramatizada da comédia musical “República Lee – Um Musical ao Som de Rita”, dia 20 de maio, às 19h, no Teatro Adolpho Bloch, na Glória

A peça, que estreia no segundo semestre, tem texto e direção de Tauã Delmiro. Elenco será anunciado no dia da leitura

Leitura República Lee

A In Cena Produções vai participar do projeto “Dramaturgia em Leitura”, dia 20 de maio, às 19h, no Teatro Adolpho Bloch, na Glória. A equipe fará a leitura da comédia musical “República Lee – Um Musical ao Som de Rita”, que tem texto e direção de Tauã Delmiro, idealização de Cella Bártholo, direção musical de Hugo Keth, e coreografias assinadas por Débora Polisthuck. Na ocasião, será anunciado o elenco da peça, que tem estreia marcada para o segundo semestre, e será costurada por sucessos de Rita Lee.

“Rita Lee – Um musical ao som de Rita” acompanha a história de cinco jovens artistas, moradores de uma república em São Paulo, em 1967. A peça a se desenrola a partir da decisão do grupo de investir no sonho de Caio: um filme de ficção científica. A trama dentro da trama é baseada em longas-metragens de sci-fi dos anos 1950, como “O dia em que a Terra Parou”, “A invasão dos discos voadores” e “O Ataque da Mulher de 15 Metros”.

O espetáculo vai proporcionar uma experiência multilinguagem, unindo teatro e cinema. A partir da interação de cenas teatrais, takes pré-gravados e outros filmados ao vivo, será construído um filme na presença do público. A partir do universo lúdico e disruptivo da lírica de Rita, a narrativa aborda a rebeldia de uma juventude que rompeu paradigmas e quer ser fonte de inspiração para os espectadores.

 Serviço:

Dramaturgia em Leituras: República Lee – Um Musical ao Som de Rita

  • Data: 20 de maio 2024 – segunda-feira
  • Teatro Adolpho Bloch: Rua do Russel, 804 – Glória
  • Telefone: 3553-3557
  • Horário: 19h
  • Classificação: Livre
  • Duração: 90 minutos
  • Ingressos: gratuitos

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui