InícioCarnavalIdoso na folia: dicas de prevenção e cuidados básicos para curtir o...

Postagens relacionadas

Idoso na folia: dicas de prevenção e cuidados básicos para curtir o Carnaval

A maior festa do mundo está chegando e não tem por que o idoso ficar de fora. É comum que pessoas da terceira idade tenham mais medo de cair na folia do Carnaval, mas o medo é proporcional à insegurança causada pela possibilidade de quedas que esse idoso já possa ter sofrido em casa. As quedas são uma das principais causas de morte de pessoas mais velhas. Isso porque com a idade, a força e a potência muscular diminuem significativamente, colocando em risco a capacidade de reagir a situações de desequilíbrio. 

É importante, todavia, que haja inclusão da terceira idade em todo e qualquer tipo de atividade, desde que a mesma esteja dentro dos limites de cada um. Uma pessoa segura para fazer o que gosta, seja ela idosa ou não, é uma pessoa mais feliz. Para isso, o fisioterapeuta Fábio Bao, consultor da Tecnosenior, selecionou uma série de dicas para prevenir quedas, e dessa forma, tornar a autoconfiança fator primordial para o dia a dia da pessoa idosa. 

1 – A prevenção é feita com a manutenção da força muscular. Exercícios como musculação, pilates e treinamento funcional direcionado às atividades de vida diária são a chave para evitar acidentes. Ao mesmo tempo, o treinamento de equilíbrio através da simulação de situações que podem acontecer no dia a dia são importantes. Estes exercícios são chamados de “proprioceptivos”. 

2- Em segundo lugar, hidratação. A desidratação pode ser definida como a diminuição acentuada da quantidade de água disponível em nosso corpo, o que ocasiona um desequilíbrio. Ou seja, é importante que, na hora de entrar na folia, o idoso seja constantemente hidratado, não apenas bebendo bastante água, mas passando bastante protetor solar, a fim de hidratar e proteger a pele. 

3- Não ficar muito tempo em pé, para evitar a fadiga muscular. Sabemos que o idoso possui a massa muscular enfraquecida. Ou seja, é de extrema importância que se façam pequenas pausas ao longo da caminhada, ou durante a diversão no bloco, para descansar as pernas. Cada um possui o próprio limite, mas a recomendação padrão costuma ser fazer pausas de 10 minutos a cada 1 hora. 

4- Vestir calçados e roupas confortáveis. Pode se enfeitar à vontade para o Carnaval, mas não se esqueça que quanto mais seguro você se sentir no próprio calçado e na própria roupa, mais seguro você vai se sentir ao precisar reagir a uma situação de desequilíbrio. A flexibilidade é ajudante do equilíbrio. Nada como ter um cuidado a mais. 

5- Evitar aglomeração de pessoas e chãos irregulares. Sabe aquela muvuca de gente andando e correndo? Evite. É possível curtir o bloco e curtir o Carnaval caminhando pelas beiradas da calçada. Procure por blocos que ficam parados e não andam tanto, esses podem ter uma possibilidade mais ampla de espaço para diversão. 

6- E por último, mas não menos importante, a empresa gaúcha Tecnosenior possui aparelhos móveis que aumentam ainda mais a sensação de segurança do idoso e da família. Ao sair para a folia, experimente usar um dos VidaFones móveis da Tecnosenior. Eles podem ser carregados através de uma corda no pescoço, ou podem ser guardados na bolsa. São botões simples que, quando acionados, fazem conexão com a central de atendimento, funcionando 24h para atender a qualquer tipo de situação de emergência. Dessa forma, você não precisa ter medo. Em qualquer situação, terá assistência e será socorrido. 

Últimas postagens

Compartilhe
Send this to a friend