Leticia Sabatella homenageia grandes vozes femininas em show único no Teatro Riachuelo

Leticia Sabatella
Leticia Sabatella

Nascida em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, Leticia Sabatella vai celebrar o feminino, no palco do Teatro Riachuelo, no dia 21 de maio. Será uma homenagem às grandes vozes femininas e a todas as mulheres do mundo. “Eu e o Paulo Braga, superpianista, compositor e arranjador, já pensávamos em um show no formato voz e piano, homenageando mulheres musicistas. É estar em sintonia com a memória e a força interior de cada mulher”, descreve a atriz e cantora sobre o show “Leticia Sabatella Canta por Elas”, que leva a produção de Bianca de Felippes.

Sucesso à frente do espetáculo “Piaf e Brecht – A Vida em Vermelho”, Letícia volta a interpretar o repertório da icônica cantora francesa e também vai revisitar, de forma única, canções emblemáticas nas vozes de Rita Lee, Maria Bethânia, Cássia Eller, Amy Winehouse, Sinead O’Connor e Marisa Monte, entre outras. 

“Cantar é como um mergulho em um bálsamo materno acolhedor e fortalecedor”, define Leticia. “Queremos trazer pérolas e também músicas que todos possam cantar juntos. É um pouco da história dessas mulheres, que muitas vezes ficam conhecidas por uma visão restrita às manchetes sensacionalistas”, analisa. Paulo Braga, que desenvolve um interessante trabalho de pesquisa sobre o piano no Jazz e na MPB, assina com Leticia a direção musical do show. 

A artista coleciona histórias marcantes e afetivas com cada uma das cantoras que vai homenagear no palco. “Elza é uma fada madrinha que me tocou, generosamente, quando nos conhecemos. Maria Bethânia foi trilha sonora de muitas viagens com a minha mãe, na minha infância. Piaf parece que virou minha amiga de infância, por causa do espetáculo ‘Piaf e Brecht’. A hipersensibilidade de Sinead O’Connor é incomparável. Eu e Cássia Eller amamentamos nossas crianças juntas em algumas festinhas lá em casa inesquecíveis. Marisa Monte é maravilhosa e Adriana Calcanhoto, soberba. Um outro grande amor é Mercedes Sosa, herdado da mamãe. Ela e minha avó são as minhas maiores referências. Sou apaixonada pelas voz das mulheres”, conta Leticia, que também vai relembrar a força de Marília Mendonça. “Um fulgurante raio. Ela é imprescindível para falarmos sobre empoderamento feninino”, completa. 

Serviço

LETICIA SABATELLA CANTA POR ELAS 

Arranjos: Paulo Braga
Direção musical: Paulo Braga e Leticia Sabatella
Produção: Gávea Filmes

Duração: 80 Minutos
Classificação: Livre


Teatro Riachuelo
Rua do Passeio 40, Cinelândia.

21 de Maio, terça-feira, às 20h30. 

R$ 50 (balcão), R$ 80 (balcão nobre), R$ 90 (plateia) e R$ 100 (plateia VIP). 

Ingressos: Sympla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui