Makeda – A Rainha da Arábia Feliz

Makeda
Makeda - Foto: Roberto Carneiro (20)

A peça Makeda – A Rainha da Arábia Feliz conta e canta a história de uma pequena princesa africana predestinada a se tornar a grande Rainha de Sabá. Educada por seu trisavô, dentro de uma tenda os dois tecem longos diálogos em que o sábio ancestral passa à criança importantes lições. Em especial, como usar o poder da imaginação para viajar por universos imaginários, visitar seu passado e assim superar os seus medos.

Com direção e dramaturgia de Allex Miranda, o espetáculo encerra sua temporada no dia 12 de maio, com sessões aos sábados e domingos, sempre às 15h, no Teatro II do CCBB Rio de Janeiro. Todas as sessões contam com intérprete de Libras e recurso de audiodescrição. O espetáculo é apresentado pelo Ministério da Cultura, Banco do Brasil e BB Asset, com patrocínio do Banco do Brasil e BB Asset, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet.

Denísio Liberato, CEO da BB Asset, enfatiza o compromisso da gestora com a cultura, visando uma sociedade mais inclusiva. “Apoiar ‘Makeda – A Rainha da Arábia Feliz’ vai além de um patrocínio; é um ato de celebração e reconhecimento da riqueza cultural que a diversidade traz. Nossa missão é impulsionar iniciativas que refletem e engrandecem nossa comunidade, mostrando que o valor vai além do financeiro. É assim que a BB Asset, maior gestora de recursos do Brasil, contribui para um legado de inclusão, respeito e apreciação pela arte e pela cultura em suas mais variadas formas”.

Os contos narrados pelo ancião, transcritos em um antigo pergaminho, chamado A Trilogia das Arábias, têm como personagens centrais grandes rainhas do passado. Histórias essas que conduzem a princesa criança através de aventuras por terras desconhecidas. E é nessa envolvente apresentação de realezas ancestrais que são transmitidos valores fundamentais para reinar com sabedoria toda a Arábia Feliz. No elenco estão Ella Fernandes, Graciana Valladares, Lucas da Purificação e Thiago Justino. A direção musical é de Maíra Freitas e a direção de produção é de Bruno Mariozz.

Com dramaturgia inspirada nas raízes das culturas africanas ancestrais, Makeda – A Rainha da Arábia Feliz traz como protagonista uma menina preta, em formação de sua personalidade, possibilitando a criação de novos arquétipos positivos no imaginário coletivo. Mais que levar ao público uma construção cênica bem elaborada, com texto e trilha sonora originais, a peça espelha um reflexo semelhante aos traços étnicos/raciais/ancestrais do povo preto.

“De forma poética e sensível, salientamos a representatividade negra infantil feminina como símbolo de avivamento da autoestima. No espetáculo, as crianças têm a oportunidade de se enxergarem como protagonistas de suas próprias representações históricas”, conta Allex Miranda, autor, diretor e idealizador do projeto.

“Isso faz com que que crianças negras desenvolvam uma identificação do seu ‘Eu’ enquanto indivíduo, uma aceitação das suas próprias características, desenvolvendo nelas um sentimento de pertencimento do lugar de ‘belo’ e consequentemente na valorização a sua própria estética. Afinal, somos fruto e reflexo das nossas referências”, justifica Allex, que é pai de uma menina. “A arte é uma ferramenta de auxílio na educação. Proporciona bons exemplos de como contribuir para um mundo melhor, sem preconceitos ou limitações, guiando a subjetividade, com dedicação, honestidade e amor, neste grande palco que chamamos de vida”, completa.

Ficha técnica:

Texto e direção: Allex Miranda | Elenco: Ella Fernandes, Graciana Valladares, Lucas da Purificação e Thiago Justino | Direção musical: Maíra Freitas | Direção de produção: Bruno Mariozz | Direção de movimento: Tainara Cerqueira | Assistente de direção: Fernanda Dias | Cenário: Anderson Dias | Figurino: Wanderley Gomes | Iluminação: Daniela Sanchez | Visagismo: Andrea Bordadagua | Projeções: Jotacê | Preparação vocal: Pedro Lima | Identidade visual: Levi Cintra | Assistente de cenografia: Guilherme Moço |  Operação de luz: Caio Maciel | Operação de som: Jackson Marques e Thiago Silva | Pintura e adereços: Vinicius Manoel | Costura: Ione Ribeiro, Selma Franklin, Valéria Batista e Valéria Lopes | Adereços: Marcelo Dog, Marcelo Freitas, Thainá Lamão e Thaís Mamão | Serralheria: Domingos Ribeiro | Soldagem: Luiz Coelho | Produção Executiva: Walerie Gondim | Assistente de produção: Mariana Pantaleão | Técnico de palco: Arthur Carmo e Sandro Coelho | Comunicação e marketing: Rafael Prevot e Natasha Arsenio | Assessoria de imprensa: Paula Catunda e Catharina Rocha | Fotografia: Matheus Alves e Valmyr Ferreira | Vídeos: Licínio Januário | Idealização: Allex Miranda | Produção e realização: Palavra Z Produções Culturais.

Sobre o CCBB RJ

Inaugurado em 12 de outubro de 1989, o CCBB está instalado em um edifício histórico, projetado pelo arquiteto do Império, Francisco Joaquim Bethencourt da Silva. Marco da revitalização do centro histórico do Rio de Janeiro, o Centro Cultural mantém uma programação plural, regular e acessível, nas áreas de artes visuais, artes cênicas, cinema, música e pensamento. Em 34 anos de atuação, foram mais de 2.500 projetos oferecidos aos mais de 50 milhões de visitantes. Desde 2011, o CCBB incluiu o Brasil no ranking anual do jornal britânico The Art Newspaper, projetando o Rio de Janeiro entre as cidades com as mostras de arte mais visitadas do mundo. O prédio dispõe de 3 teatros, 2 salas de cinema, cerca de 2 mil metros quadrados de espaços expositivos, auditórios, salas multiuso e biblioteca com mais de 200 mil exemplares. Os visitantes contam ainda com restaurantes, cafeterias e loja, serviços com descontos exclusivos para clientes Banco do Brasil. O Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro funciona de quarta a segunda, das 9h às 20h, e fecha às terças-feiras. Aos domingos, das 8h às 9h, o prédio e as exposições abrem em horário de atendimento exclusivo para visitação de pessoas com deficiências intelectuais e/ou mentais e seus acompanhantes.

SERVIÇO

 

Espetáculo: “Makeda – A Rainha da Arábia Feliz”

Temporada: de 2 de março a 12 de maio

Dias e horário: sábados e domingos às 15h

 

Local: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) – Teatro 2

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – RJ

Informações: (21) 3808-2020 | ccbbrio@bb.com.br

 

Ingressos: R$30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)

Estudantes, maiores de 65 anos e Clientes Ourocard pagam meia-entrada.   

Bilhetes disponíveis na bilheteria do CCBB ou pelo site bb.com.br/cultura  

Funcionamento:   

De quarta a segunda, das 9h às 20h (fecha às terças).   

ATENÇÃO Domingos, das 8h às 9h – horário de atendimento exclusivo para visitação de pessoas com deficiências intelectuais e/ou mentais e seus acompanhantes, conforme determinação legal (Lei Municipal nº 6.278/2017

 

Capacidade Teatro 2: 153 lugares

Classificação: Livre.

Duração: 60 min.

 

Siga o CCBB RJ nas redes sociais

bb.com.br/cultura | facebook.com/ccbb.rj |

instagram.com/ccbbrj | x.com/ccbb_rj

Nas redes sociais

facebook.com/makedamusical | instagram/makedamusical

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui