Mana Bernardes traz ao Manouche o espetáculo “Ritos”, celebrando o Dia Internacional das Mulheres

Mana Bernardes
Mana Bernardes

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher – e pela primeira vez num teatro no Rio de Janeiro – Mana Bernardes traz ao Manouche, nos dias 07 e 08 de março, a performance “Ritos” atualizada no seu momento de vida pós-maternidade, pandemia, separação e mudança. Mana estará acompanhada da artista-flautista Ana Paula Cruz, com supervisão do Guilherme Mattos e produção de Ana Aurora Borges.

“Ritos” é um vestido de papel de mais de sete metros com manuscritos serigrafados com tinta de beterraba. Tal vestido, representa um sistema onde o centro é em dupla, a borda dança com o centro e o centro sai do protagonismo para dar lugar à borda.  “Chegarei com um vestido de papel de mais de sete metros com manuscritos serigrafados com tinta de beterraba. A roupa em si é um sistema social onde, mulheres exaustas de vestir calças há tanto tempo, pedem para que homens possam ocupar também a grande saia como instrumento simbólico e poético de mudança”, com Mana.

“Ritos”, que foi criado quando do lançamento do último livro da artista em 2019, o “Ritos do Nascer ao Parir”, se apresenta de uma nova maneira, trazendo textos, histórias, vocabulários e palavras que tem sido instrumento de travessia dos tempos atuais de Mana.

Mana Bernardes é artista trans-disciplinar e atua em projetos de envolvimento humano. Expõe em galerias e museus como Mad Museum (NY), FondationCartier (Paris) e Museu Nacional (Brasília). Sua linha de jóias feitas com materiais do cotidiano circula em lojas de museus como MoMA (Nova York), MAD (NY), MAM (RJ), MAR (RJ) e Inhotim (MG). Tem sua caligrafia em obra fixa no Museu do Amanhã (RJ) e no Museu da Língua Portuguesa (SP), além da Mulher Raíz, no acervo permanente do MAR (RJ).

Em 2024, o Ateliê Mana Bernardes – que a cada ano tem um tema – está direcionado a Redes e Tramas. Suas obras compõem esse pensamento, como na “Na Esfera do Desejo”, com 200 esferas de porcelana que trazem o vocabulário da artista sobre desejo. Em sua casa-ateliê em São Paulo, para onde se mudou depois da pandemia, Mana criou curso e mentorias recebendo pessoas onde tece uma mistura de suas potências com performance, nutrição vegana, o apoio para construção de narrativas autênticas numa espécie de laboratório terapêutico.

Ainda em 2024, Mana desenha uma nova coleção de móveis para Tok & Stok. Atua também com o desenvolvimento de tramas feitas de todos os materiais que seu ateliê já experimentou como bolas de gude, vidros vazios de óleos essenciais e homeopatias, garrafas pet e até suas palavras rasgadas em papéis de fibra natural.

SERVIÇO:

Show: Especial Dia das Mulheres – “Ritos” – Espetáculo de Mana Bernardes com os sopros de Ana Paula Cruz

Local: Manouche (Rua Jardim Botânico, 983, – subsolo da Casa Camolese/Jd. Botânico)

Data e horário: 07 e 08 de março, quinta e sexta, às 21h

Ingressos: R$ 70 (ingresso solidário – levando um quilo de alimento não perecível ou livro, que, a partir de agora, será doado para o Retiro dos Artistas – e meia entrada) l R$ 140,00 (inteira)

Capacidade: 90 pessoas (público sentado)

Vendas: https://linktr.ee/clubemanouche

Instragam: @manabernardes / @clubemanouche

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui