Meus Cabelos de Baobá: Uma celebração da ancestralidade africana

Meus Cabelos de Baobá
Meus Cabelos de Baobá - Foto: Cyntia Sales

Fernanda Dias dá vida à Rainha Dandaluanda em uma jornada de autodescoberta e empoderamento na peça “Meus Cabelos de Baobá”. A montagem, que mescla diálogos poéticos com música e dança, convida o público a mergulhar na ancestralidade africana e na força da mulher negra em se reinventar através dos tempos.

Com direção de Vilma Melo e inspiração nos textos de Simone Ricco e Conceição Evaristo, a peça acompanha a Rainha Dandaluanda em sua busca por identidade e autoestima. Enraizada em suas raízes africanas, a rainha encontra na árvore milenar Baobá uma fonte de sabedoria e orientação.

Meus Cabelos de Baobá crédito Valmyr Ferreira - Viagem Teatral SESI SP
Meus Cabelos de Baobá – Foto: Valmyr Ferreira – Viagem Teatral SESI SP

Ao longo da narrativa, Dandaluanda aprende a celebrar sua beleza singular, reconhecendo a força que reside em sua ancestralidade. Através da estética afro-brasileira presente na cenografia, figurinos, músicas e coreografias, a peça convida o público a refletir sobre o papel da mulher negra na sociedade brasileira.

“Meus Cabelos de Baobá” é um espetáculo necessário e urgente que contribui para a descolonização do imaginário e a valorização da cultura afro-brasileira. A peça também destaca a importância da representatividade e da inclusão de diferentes vozes no cenário artístico.

Serviço:

Datas e horários:

  • 22/03 (sexta-feira): 19h (intérprete de libras) – Arena Carioca Jovelina Pérola Negra (Pavuna)

Locais: Rio de Janeiro, Vassouras, Valença e Rio Bonito.
Ingressos: Gratuitos.
Instagram: https://www.instagram.com/meuscabelosbaoba/

Ficha técnica
Direção: Vilma Melo
Argumento: Simone Ricco
Texto: Fernanda Dias
Elenco: Fernanda Dias, Lidiane Oliveira, Rapha Morret e Beà

Figurino: Clívea Choen
Desenho de luz: Binho Schaefer (in memória)
Operador de luz: Victor Tavares

Sonorização: Leandro Mattos
Direção musical e percussão: Beá
Concepção de cenário e projeto gráfico: Cachalote Mattos
Idealização: Fernanda Dias
Direção de produção e assessoria de imprensa : Claudia Bueno

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui